Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Um cartola no paredão

Posted by Marcelo Damato em domingo, 16 dezembro 2007

O ex-presidente do Paraná José Carlos de Miranda está sendo investogado por supostas irregularidades, como desvio de dinheiro do clube. Miranda é o único acusado. Nesta terça-feira, a comissão de investigação vai entregar seu relatório. O provável é que ele seja condenado, inclusive porque perdeu apoio político.
José Carlos de Miranda tem um currículo que parece de personagem de ficção. Na juventude foi comunista e, no final dos anos 60,  chegou a participar da guerrilha contra a ditadura militar de 1964-85. Nesse período foi colega do ex-deputado José Dirceu (PT-SP), que chegou a viver muitos anos no Paraná com um nome falso. Após a anistia virou professor de literatura brasileira, trabalhando no segundo grau. Como gostava de futebol, entrou no Colorado (que deu origem ao Paraná e foi subindo os degraus da cartolagem, mesmo depois que o clube se fundiu com o Pinheiros para formar o Paraná.  Até que anos atrás, chegou à presidência

Em maio, Miranda, ainda presidente, já trocava fogo com alguns de seus diretores. Acusava-os de terem participação em direitos de jogadores do próprio clube. E era acusado da mesma coisa. Na queda-de-braço, quem perdeu foi ele.

O pior é que os conselheiros do Paraná decidiram levar o processo de forma sigilosa. Nem as acusações são tornadas públicas, menos ainda as provas. A falta de transparência impede que os torcedores possam formar seus juízo de forma independente.

Anúncios

3 Respostas to “Um cartola no paredão”

  1. Ricardo - Harry said

    Que curriculo extenso tem esse cara hen hehe..

    Mas é uma pena que coisas como essa acontecem no futebol. É desvio, lavagem de dinheiro. Já não basta na política, a corrupção ta presente até no futebol…

    Isso é triste. E o resultado de toda essa zona ai foi esse: Parana rebaixado..

    Isso que dá ter dirigentes como este no clube.

    Caro Ricardo, E o problema é que os torcedores não aprendem. Quando vêem um cartola montando um time forte, se animam e nunca perguntam como a conta será paga, menos ainda como os negócios foram feitos. No fundo, como na política, todos temos alguma parte culpa de que esses caras chegam ao poder. Só chegam porque votam neles, no futebol e na política. A solução é mais transparência e mais cobrança mesmo nas horas boas.

  2. Rubens Leme said

    Marcelo, mudando um pouco de assunto: já assistiu um documentário muito bacana feito sobre os empresários e descobridores de talentos na Argentina? passou na TV Cultura, do Rio – aqui no Maranhão só passa coisa de lá – mostrando como os olheiros e empresários correm todo o país atrás de meninos de 11 a 15 anos. Impressionante como vários olheiros e empresários se reúnem ao final de cada treino em cada pequeno clube e fazem uma triagem de quem é bom e não e levam aos seus clubes e os repassam os empresários. E muito mais interessante era uma frase de um antigo funcionário do Boca: “precisamos encontrar um goleiro urgente! Temos jogadores de linhas, mas não um bom goleiro!”. Vale a pena assistir….

    Rubens, Já tinha ouvido falar dele, mas não sei se passou aqui. Vou procurar assistir

  3. Rubens Leme said

    Complementando: como pano de fundo entrevistaram os pais de Riquelme, mas em nenhum momento disseram o nome dele, embora as referências básicas – ex-atleta do Boca que joga no Villareal, etc. Os pais contaram como deixaram a vida modesta para seguir o filho. Emocionante mesmo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: