Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Flamengo estragou a sua idéia

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 17 dezembro 2007

É impressionante a vocação de algumas pessoas para estragar uma boa idéia. Pior é ver  diretoria se comportar como torcedor.

O Flamengo teve a boa idéia de fazer uma camisa para a torcida sobre a Libertadores. Foi uma atitude legal, que aglutina as pessoas, aumenta a confiança.

A frase que vai no peito da camisa (“Libertadores, Eu vou! De novo!”) tem uma inspiração bastante antiga, lá do Rock in Rio, mas é bacana. Certamente vai na direção certa: fazer um produto que o torcedor goste e tenha prazer em pagar e dar dinheiro ao clube.

flamengo-libertadores-frente.jpg

Mas nas costas vem o absurdo:

flamengo-libertadores-costas.jpg

“Quem é Flamengo vive/Quem não é morre de inveja”.

Não basta estar feliz em disputar a Libertadores? É preciso diminuir as outras pessoas? É preciso associar os outros a algo tão negativo como inveja? No mínimo as pessoas que criaram essa frase não têm vocabulário. Parece bicão em festa. Não sabe ser engraçado e para chamar a atenção faz porcaria…

Fazendo isso, como o Flamengo pode reclamar daquela camisa do “Penta Único” do São Paulo?

Anúncios

14 Respostas to “Flamengo estragou a sua idéia”

  1. Rafael Paulo said

    Concordo!
    A frase é INFELIZ é não acrescenta nada, absolutamente! Apesar de flamengo, sou contra este tipo de propaganda, sobretudo em grandes clubes, cujo resultado não e imaginado (pode ser positivo ou negativo). Como o exemplo citado (do Penta único). Veja: a Reebok lançou a camisa do penta único, todavia, busca atravessar a negociação do Flamengo com a Nike, para o fornecimento de material esportivo. Duvido que (ainda que a proposta seja mais vantajosa) a Reebok, algum dia, patrocine o flamengo. Ou os dirigentes, ou a torcida, não deixarão. É o ônus a ser suportado por uma brincadeira sem graça, sobretudo por se tratar de paixão (futebol)!
    Forte abraço…e parabéns pelo novo blog!
    Excelente!

    Caro Rafael, seja bem-vindo. Vejo que você é mais um dos meus na idéia do “provocação, sim, humilhação, não”. O futebol tem que voltar aos dias em que as pessoas se divertiam mais com as glórias do prórpio time do que com os fracassos dos rivais (não que não existam fracassos divertidos, cada um tem os seus). E, se você gostou do blog, divulgue!

  2. Joao Bittar said

    Caro Marcelo,
    Como são-paulino, fiquei envergonhado com a historia do pentaunico, ateh porque o SPFC se vangloria de saber fazer marketing e esse ridiculo desnecessario eh grande exemplo de ANTIMARKETING, isso sim. Não conquistou nenhum novo torcedor, nem nada. Provocacao burra, pura e simples.
    E o pior, como o S. Paulo eh frequentemente imitado por ser pioneiro, para o bem e para o mal, vem o o “marketing ” do Flamengo com essa agora. Mensagem perfeita pra alimentar os antiflamenguistas na Libertadores.
    Falta de bom humor e burrice custam CARO frequentemente.
    De qq. maneira, nao eh facil ser profissional num estrutura amadora, e ainda por cima com vaidade e paixao pairando no ar.

    João, Você tem toda a razão. Mas eu jurava que você era corintiano. Uéé..

  3. jeremy said

    Eu gostei da frase; Quem não gostou tá com inveja.

    Caro Jeremy
    , Seja bem-vindo ao Blog. E parabéns por escrever o comentário nº 400 da nossa breve história.
    Sobre o que escreveu, é claro que está no seu direito gostar do que quiser. Mas aumento que pense assim. Eu não tenho inveja do Flamengo, tenho muitos amigos torcedores do Rubro-Negro e de todos os clubes do Rio (até gostaria de ver o futebol do Rio outra vez lá em cima) e não gosto que digam que eu tenho.
    O que vocÇê acharia se a camisa com esses dizeres fosse do Vasco e não do Flamengo? Quem é Vasco vive, que não é morre de inveja?” O que acharia? Abraço e volte sempre

  4. Eu acho errado a palavra “MORRE” numa camisa. Texto bobo, sem graça.
    Prefiro o “Quem é Flamengo ri à toa/Quem não é/Deus perdoa”
    Tem mais graça e faz troça dos outros, que é parte do futebol, uai.
    Bons tempos em que sexta-feira ou sábado havia churrasco no Maracanã UNINDO as duas torcidas que iriam se enfrentar no domingo, uma brincando com a outra, debochando, rindo.
    Nada de violência.
    Agora, que dá inveja a torcida do Mengão, isso dá…

    Caro Gustavo, fazer troça não tem problema, os seus versos são aceitáveis. E a festa da torcida do Flamengo causa admiração, nunca inveja. Você, como jornalista, precisa sempre usar as palavras com precisão.

  5. davidoff said

    Esse é um problema crônico no futebol brasileiro. Muita tinta e saliva são gastas para depreciar os adversários. Não percebem que ao fazer isso depreciam-se a si mesmos. O Brasil está se tornando um país de oportunistas recalcados quando o assunto é futebol.

    Caro Davidoff, sua afirmação é preciosa como os charutos que levam o seu nome. E os cartolas são nocivos como a fumaça que sai deles.

  6. Flavio said

    Achei desnecessária e sem graça a mensagem. E sou torcedor do mais querido do Brasil.

    Caro Flávio, Opa! mais um com essa opinião.

  7. Filemon said

    Não achei essa tragédia como você tratou o assunto, mas também não achei a frase necessária. Eu gosto quando o Flamengo se comporta com a autoridade que a sua história e a força de sua torcida impõe. Não precisa provocar vascainos, tricolores e botafoguenses. Eles já tem o Flamengo como alvo maior, naturalmente (será por quê?). A simples força do rubro-negro já incomoda demais. Eles todos têm o Flamengo como rival maior. Pra que mexer com esse povo? Vai acrescentar o que?
    Mas, só pra frisar, é só uma frase de mau gosto. A camiseta continua valendo, e muito. SRN!

    Caro Filemon, Você há de convir que não é só pela força do time. Com 60% dos torcedores do Rio (números do Ibope de 2004), a torcida do Flamengo é de longe a que tem mais malas. E esses caras têm um papel importante na rivalidade.

  8. Filemon said

    Só mais um detalhe. A frase da camiseta do Flamengo é um besteirol sem criatividade. A do São Paulo uma mentira vergonhosa.

    Caro Filemon. Isso não é o que se costuma chamar de “detalhe”. Mas ok Abraços

  9. Ricardo - Harry said

    Ridicula.

    Sem mais.

  10. Ricardo - Harry said

    Sem mais nada..

    Ter inveja de nao ser flamengo? Eu dou é graças a Deus de nao torcer pra esse time, sem desrespeito nenhum claro. Ainda bem que “Io soi Parmerista” haha.

  11. Filemon said

    Marcelo, eu até visto minha carapuça de ‘mala’, mas papel importante mesmo tem a história do Flamengo. E se a pesquisa fosse qualitativa e não só quantitativa iria perceber que os malas são mais propensos a outras freguesias. Eurico Miranda que o diga.

    Onofri, Não sei se concordo, mas essa foi boa

  12. Flavio said

    Sozinho, Eurico Miranda não faz com que o Vasco seja o time com mais malas, como o Filemon disse. Só com que as malas deles sejam mais pesadas que as nossas…

    E, apesar de ser do Rio, se tivesse que votar na torcida mais mala, seria a do Corinthians. Depois daquela do Olivetto “Se o Corinthians descer, o Campeonato Brasileiro que estará rebaixado”, acho impossível eles não ficarem em primeiro lugar. A do Vasco ficaria com o vice.

  13. Fabio said

    Não gostei nem da camisa e muito menos da frase. Mas não me importaria se fosse do Vasco. Temos que parar com esse melindre besta.
    Ah, a palavra inveja é muito pesada. Deixem de besteira. É apenas uma gozação, como aquele adesivo, de muito mau gosto por sinal, de um torcedor enrabando o outro, quem nunca viu? Alguém ficou ofendido?
    Eu não compraria uma porcaria dessas, mas há quem compre.
    E a comparação com o São Paulo foi infeliz, pois como já mencionou o Filemon, a do Fla é uma brincadeira de mau gosto para a torcida arco-íris, já a do São Paulo é uma mentira deslavada.

    Caro Fabio, Seja bem-vindo. Espero que esteja gostando do blog. Vejo que discordamos sobre a palavra “inveja”. Você não se importaria, mas pelo jeito a maioria sim. E minha posição é que se deve tentar diminuir o clima de animosidade que há entre torcedores. Tem gente demais que tem raiva sincera do time rival. Sei que uma parte disso é doença, mas uma parte é alimentada por iniciativas como essa. A sugestão do Gustavo de Almeida (“Quem é Flamengo vive, quem não é, Deus perdoa”) dá exatamente o mesmo recado com mais bom gosto

  14. E quem disse que estou escrevendo como jornalista!!!?!??!?!? Jornalista não pode nem escrever a palavra Mengão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: