Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Um caso do futebol – 2

Posted by Marcelo Damato em sábado, 12 janeiro 2008

Campeonato Paranaense. O Atlético-PR faz seu segundo jogo, contra o Real Brasil, um caçula na primeira divisão. Apesar do nome pomposo, o Real é time para lá de modesto. Não leva nem médico a campo.

Quem chama a atenção é um zagueiro do Real, não pela qualidade, mas por usar chuteiras que são um tabu no futebol, cor-de-rosa. Mas Alemão não é gay.
Atuando num clube que disputa um dos principais Campeonato Estaduais, o profissional Alemão não tem dinheiro para comprar um par de chuteira. Por isso, emprestou a nova de um amigo, em troca de amaciá-las.

Quem é o amigo de Alemão e por que comprou uma chuteira dessa cor, o zagueiro não contou.

3 Respostas to “Um caso do futebol – 2”

  1. Não dá idéia…
    tem jogador do meu time que pode gostar.

  2. Flavio said

    Casos como esse, de um time da 1ª divisão de um Estado que não é pobre, relativamente falando, e tem clubes na Série A, e o fechamento dos estádios pelo Brasil parecem indicar o começo do fim dos estaduais… ou não?

    Caro Flavio,, os Estaduais, assim com o samba, o jazz, o rock já tiveram seu fim decretados tantas vezes que não seria possível contá-las. Os Estaduais passam por uma crise, sem dúvida, acho que a tendência atual é para baixo. Mas daí a prever o fim, vai uma distância. Os estaduais ainda conservam um valor que não se repete em nenhum outro campeonato, que é o da rivalidade local. Além disso, é preciso lembrar que muitas dessas mazelas deveriam acontecer no passado, mas não chamavam tanto a atenção.
    Nos anos 70, quando os números eram costurados nas camisas, eu vi Santos de Pelé jogar com algumas camisas com números pretos e outras com números cinzas (a cor saía na lavagem, feita com água sanitária).

  3. Rubens Leme said

    Acho esse assunto ridículo. Você se lembra que numa final de Paulista – não sei se 83 ou 84, mas acho que foi 84 – Serginho Chulapa entrou com uma chuteira branca com bolinhas vermelhas? Tinha nego que foi gozá-lo perguntando porque ele tinha feito isso: “o patrocinador meu deu um bom dinheiro para usá-la, qual o problema?”. E ninguém mais falou ou fez piada. Até pq piada com o Chulapa não era muito saudável.

    É preciso gastar menos tinta de jornal e espaço de noticiário com essas bobagens.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: