Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Manucho em alta; Parreira em baixa

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 25 janeiro 2008

A sugestão de Carlos Queiroz ao seu chefe Alex Ferguson pelo jeito estava correta.

Manucho Gonçalves, o angolano recém-contratado pelo Manchester United mesmo sem nunca ter jogado fora de seu país e após sofrer um derrame cerebral, foi o autor do gol da sua seleção no empate de contra a África do Sul. Este é o seu segundo gol em competições internacionais. Na fase eliminatória, Manucho fez apenas um dos 16 gols da equipe.

Manucho foi contratado pelo Manchester após um mês de testes em dezembro. Ele se juntará ao clube inglês após a Copa Africana.

Se, para Manucho, a estréia foi boa, o mesmo não se pode dizer de Parreira. O resultado foi mal recebido no país-sede da Copa de 2010. E pior, o time esteve em desvantagem quase o jogo todo.

Na eliminatórias, a África do Sul se classificou por muito pouco. Ocupou a última das três vagas por índice técnico, disputada entre os segundo colocados de cada grupo. Uganda, o primeiro eliminado, só perdeu para a África do Sul por um gol de saldo.

4 Respostas to “Manucho em alta; Parreira em baixa”

  1. Rubens Leme said

    Antes que você venha com o papo que não temos condições de discutirmos tática digo que Parreira foi uns dos piores treinadores que já vi e um dos mais superestimados, ao lado de Zagallo.

    A auto-suficiência desse cidadão é simplesmente irritante e mesmo não tendo as respostas corretas jamais perde a panca. Me lembro em minha entrevista para entrar na Folha, em 94, que o Brasil seria campeão apesar dele. É campeão mundial de fato e de direito, mas é um treinador bem mediano.

  2. Leopoldino Costa said

    Não se conhece tanto as insuficiências ou negligências do Parreira. A verdade é que o título de campeão mundial acaba por abafar todos os pormenores pequenos. E para nós angolanos, jogamos contra uma grande selecção e um grande treinador também. Não se pode menosprezar o Parreira pelo resultado. Ele foi promptorio ao dizer que estava a preparar uma selecção para 2010. E foi o que se viu: um conjunto harmonioso, talvez sem um patrão no ataque, mas que os sul-africanos estão a aprender a lição, isso é verdade. Depois não há treinadores sem contestação. Se vocês soubessem o nível de contestação popular e dos mídia que o Oliveira Gonçalves tem aqui em Angola, mesmo depois de tudo…
    Porque somos uma nação ambiciosa, queremos ir mais além e por isso, o empate com a África do Sul teve um sabor à derrota.
    Quanto ao Manucho, caro Marcelo, espero que tenha lhe causado boa impressão, pois como disse na minha intervenção anterior (um caso improvável), mesmo não tendo feito um grande jogo, aproveitou a quase-única ocasião que teve. Obrigado pela publicação.

    Caro Leopoldino, Tomara que Angola vá muito longe nessa Copa.

  3. JoaoBittar said

    Concordo com o RubensLeme. Acho o Parreira enganador. Nao me lembro direito da sua passagem pelo Corinthians que eh sempre elogiada, mas o que ele tem de flop na carreira é uma grandeza. Mas como ele fala bom ingles…
    Vamos ver se ele dah um jeito na Africa do Sul. Serah um resgate e tanto da sua imagem. Mas eu duvido.
    E se o Leopoldino fala em sabor ” a derrota” para os angolanos o novo flop pode vir mais rapido do que pensamos.

    João, o jogo terminou empatado. Achei que estivesse suficientemente claro. Mas deixei mais claro. Sobre o Parreira, eu acho ele um treinador médio, como você. Às vezes acerta e outras erra. Acho que só sabe fazer o time jogar de uma maneira só tocando bola à exaustão, o que deixa o ataque lento. Sua filosofia é “se eu estou com a bola, o outro time não tem como fazer gol”. Só que nem o dele, porque o ataque fica lento. E ataque lento hoje em dia é um problema.
    No Corinthians,começou arriscando mais, com um esquema que exigia do Leandro Guerreiro que fosse centroavante-pivô e voltasse para marcar, mas depois foi recuando o lenadro cada vez mais e o time foi ficando cada vez mais lento. Fez um primeiro semestre muito bom e um segundo apenas razoavelmente bom.

  4. JoaoBittar said

    Marcelo,
    seu texto, somado ao do Leopoldino, nosso companheiro de alem’mar nao deixou duvidas.Empate. Porisso talvez EU nao tenha sido explicito. Sabor a derrota em Angola por um empate outrora glorioso .
    Tb em relacao ao Parreira, nao acho ele horroroso como o Camacho, mas pra quem ja foi campeao mundial e etc. e tem todo esse status internacional, acho que nao ele esta entre top 10, nem entre brasileiros.

    Concordo contigo, Bittar.. O Parreira me parece um cozinheiro de poucas receitas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: