Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

A vingança das loiras

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 29 janeiro 2008

Não é só no futebol que tem fingimento.

A atriz Eva Longoria, mulher do francês Tony Parker, do San Antonio Spurs, time campeão da NBA, contou numa entrevista à BBC que o marido simula a gravidade das faltas para forçar uma punição maior aos adversários.

“Às vezes, ele finge para conseguir uma falta flagrante ou, para valorizar a falta, atira-se no chão e exagera. Eu não sei a diferença, então digo: ‘pára de ficar no chão. Se você não está machucado, levanta.'”

8 Respostas to “A vingança das loiras”

  1. JoaoBittar said

    Tem certeza que ela eh a atual mulher?
    Nao serah a EX mulher nao?

    A não ser que isso provoque a separação, Bittar, eles continuam casados. Ela até adotou o sobrenome dele, Eva Longoria Parker.

  2. JoaoBittar said

    Ela ainda eh a mulher dele?
    Nao seria a EX mulher?

  3. Rubens Leme said

    LOIRA BURRAAAAA, LOIRA BURRA!

  4. Davi Matias said

    Vai ter briga em casa. Queimou o filme do cara. O Anderson Varejão também é muito criticado pelos adversários por usar muito desse artifício da “valorização” da falta sofrida. Agora fico imaginando o Valdívia jogando basquete…

    O caso do Anderson Varejão, Davi, é mais escandaloso, mas diferente. Ele percebe por onde o atacante ia entrar e se coloca na frente a tempo de forçar uma falta de ataque. Não tem nada de simulação, é às claras. O Varejão tira vantagem de uma regra, mas sem burlá-la. É uma estratégia meio maluca, porque leva cada tranco.. Mas dá certo.

  5. Onofri said

    Gente, ela é morena burra…

  6. Rhay said

    Realmente ele faz encenação mas é bom jogador.

    É um tremendo jogador, Rhay, Se fosse brasileiro, o Brasil provavelmente estaria na Olimpíada. Mas, com uma mulher dessa, sua carreira não vai muito longe. O pior é que ela nem deve ter percebido o tamanho da inconfidência.

  7. Denilson Martins said

    Dá um tempo, A Eva pode falar o que quiser, se eu fosse o feliz encarregado de dormir todas as noites ao lado desta morena, nem ligava pro que ela falar.

    Mas engraçado que no futebol brasileiro, simular, enganar a arbitragem, é chamado por muitos comentaristas, como tentar ser inteligente, ser esperto.

    Concordo contigo, Denílson. Essa esperteza precisava de uma suspensão brava. Para mim, tudo o que vai contra a essência do futebol – a vitória do melhor, a intensidade das disputas, a beleza de algumas jogadas, a qualidade dos craques – deve ser tratado como um inimigo. Iludir o adversário é do jogo. Iludir o árbitro, não. Quem quiser fazê-lo que assuma o risco. É assim na vida, não?

  8. Ricardo - Harry said

    Odeio Tony Parker

    Ou melhor, Odeio todos do Spurs. Time enjoado ¬¬.

    Ricardo, ódio do Spurs?? Sentir ódio já faz mal para o fígado. Pelo menos escolha algo que valha a pena, hehehe

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: