Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Brincando de vidraça – 7

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 1 fevereiro 2008

“Ainda não alcancei o ápice da minha forma física. Mas tenho certeza de que vou parar antes que alguém me diga para o fazer”

Rubens Barrichello, piloto da Honda e recordista de corridas na história da F-1.

Para avaliar a dimensão dessa declaração, alguns fatos:
1) Só quatro pilotos conseguiram seu primeiro título mundial com pelo menos 36 anos, idade que Barrichello terá no final deste ano. O mais velhos foram os primeiros campeões da categorias. Alberto Ascari tinha 44 anos quando venceu em 1950 e Juan Manuel Fangio tinha 40 no final de 1951.
O último foi dessa lista Mario Andretti, que tinha 38, ao vencer o campeonato de 1978. Desde então praticamente ninguém foi campeão pela primeira vez com mais de 30 anos.
2) O heptacampeão Michael Scchumacher tinha 36 anos quando conquistou seu sétimo título mundial.
3) Nenhum piloto brasileiro foi campeão de F-1 com mais de 35 anos.
4) Nenhum piloto foi campeão pela primeira vez com mais de 150 GPs disputados. Barrichello tem 253.

9 Respostas to “Brincando de vidraça – 7”

  1. JoaoBittar said

    Ahnnn entendi… ele estah em fase de crescimento?

    O Rubinho deveria fazer um livro com todas as bobagens que fala. Uma especie de livro de auto-esculacho, como fez o Totti na Italia. Cansado de ouvir criticas pelas besteiras que falava, o craque da Roma juntou todas as bobagens registradas, mais algumas que ninguem tinha prestado atencao e lancou um super best-seller (“Tutte le Barzellette de Francesco Totti”) em bancas de jornal , inclusive. Depois doou a grana arrecadada ( muita grana, alias ) para orfanatos e etc. e lancou uma um segundo volume com mais bobagens. Virou humorista.
    Nunca mais ninguem chamou ele de bobo.

    Espetacular essa história, Bittar, como faço para encontrar esse livro? Quando saiu a primeira edição? E a segunda?

  2. JoaoBittar said

    Ahnnn entendi… ele estah em fase de crescimento?

    O Rubinho deveria fazer um livro com todas as bobagens que fala. Uma especie de livro de auto-esculacho, como fez o Totti na Italia. Cansado de ouvir criticas pelas besteiras que falava, o
    craque da Roma juntou todas as bobagens registradas, mais algumas que ninguem tinha prestado atencao e lancou um super best-seller ( Tutte le Barzellette de Francesco Totti ) em bancas de jornal , inclusive. Depois doou a grana arrecadada ( muita grana, alias ) para orfanatos e etc. e lancou uma um segundo volume com mais bobagens. Virou humorista.
    Nunca mais ninguem chamou ele de bobo.

  3. Rubens Leme said

    Marcelo, por que vc não cria um cantinho fixo chamado pérolas do Rubinho de uma vez? cada vez que vejo um post novo dele sinto como é difícil ser Rubens nesse mundo.

  4. Felipe Bohrer said

    O pior é que se ele ficasse quieto, seria muito mais respeitado. O cara foi campeão de construtores umas 5 vezes, superou em alguns poucos momentos o piloto mais vencedor da história da fórmula 1, fez bonito com carros horrorosos, se manteve na fórmula 1 enquanto muito piloto considerado fenômeno chegou e foi embora…

    Era só falar menos besteira…

  5. Onofri said

    Toddynho para ele…

  6. Anísio FC said

    O que acho mais trágico na declaração é: “…tenho certeza de que vou parar antes que alguém me diga para o fazer”
    Barrichello deveria escolher melhor os amigos e conselheiros.
    Deveria parar de correr e de falar besteiras.

  7. marcello said

    ele não é mau piloto. o problema é que se acha um injustiçado, posa de coitadinho e fala demais (e se atrapalha com as palavras). bastaria que se lembrasse do velho provérbio: bom cabrito não berra.

    Disse tudo, Marcello. Disse tudo. Usando uma frase do Romário para o Pelé, o Barrichello calado é um poeta.

  8. Rubens Leme said

    Já que você gosta de pichá-lo, saiba que agora irá tentar a vida em outro esporte. E o “ameaça” tentando fazê-lo popular aqui!

    “Jogar golfe me ajudou muito a adquirir ainda mais concentração na pista. É um esporte que qualquer detalhe faz uma diferença enorme, assim como na Fórmula 1. Gostei tanto que pretendo difundir o esporte pelo Brasil”, revelou. “Quando não estou na pista ou com a minha família, com certeza estarei no campo verde”, finalizou.

    Rubens, tenho um amigo que é fã ardoroso de golfe, daqueles que assiste aos quatro dias dos Masters, grava e depois revê tudo algumas vezes. Todos os Masters. Não vou deixá-lo ver essa frase. Ele é capaz de cometer suicídio.

  9. Saulo said

    Ou o Barrichelos é surdo ou maluco quando disse: Tenho certeza que vou parar antes que alguém me fale pra fazer”.Ou, então, os tímpanos do Barrichelos não captam o áudio do coral de 170 milhões de brasileiros pedindo pra ele meter o pé da F1.

    Acho que no Brasil ele guia sempre com o vidro fechado, Saulo. Ele só ouve o Galvão, que não se cansa de elogiá-lo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: