Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Cuca, o libertador

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 1 fevereiro 2008

A decisão do técnico Cuca de acabar com a concentração no Botafogo para os jogos no Rio está tendo uma boa repercussão. Tem recebido elogios, mesmo de atletas, que ao longo dos anos sempre defenderam a concentração dizendo que não tinham responsabilidade suficiente. Os dirigentes também não reclamam, pensando na economia que farão com hotéis e alimentação. A medida pode começar a valer nesta noite.

6 Respostas to “Cuca, o libertador”

  1. Rubens Leme said

    já imaginou se o romário faz isso no vasco?

  2. Onofri said

    Nós precisamos da “concentração” para trabalharmos?? Não, apenas de responsabilidade…

  3. Márcio said

    O grande problema dessa decisão é q em um trabalho comum vc sabe q tem responsabilidades e q não ganha muito para arriscar seu emprego. Já os jogadores de futebol deveriam, por obrigação, comprometer-se com o profissionalismo e a saúde de seu instrumento de trabalho, que é o corpo. No entanto, os seus salários são exorbitantes comparados à realidade do nosso país; logo vem o deslumbramento de jogadores que, em sua maioria, não tiveram uma educação adequada. Portanto, é uma decisão arriscada, vide mexer com a tentação de sair para as noitadas em vésperas de jogos…Mas o Cuca é ótimo treinador e deve ter confiança em seu elenco para tomar esta decisão. Mas é arriscada.

  4. Flavio said

    Se o jogador não está tendo bom desempenho porque vai pra noitada, é só tirá-lo do time. Se vai pra noite e ainda joga bem, reclamar por quê? Ótima medida do Cuca. Muitas vezes os jogadores se comportam como adolescentes ou crianças, mas tratá-los como se fossem ao invés de como adultos não ajuda em nada.

  5. Rhay said

    excelente medida. Concentração nao adianta nada. O que vale é o profissonal.

    Não é que quando menos se espera o futebol brasileiro avança, Rhay? Só espero que, por causa dessa, o Botafogo não tome no Cuca (foi péssima! eu confesso)

  6. Lucas Camargo said

    Só lembrando o Neném Prancha….”Se concentração ganhasse jogo, o time da penitenciária não perdia uma.” Dito em 1950/60?

    Por aí, Lucas, mas advinhe qual técnico já disse que é contra? Leão, claro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: