Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Divirta-se – 4

Posted by Marcelo Damato em domingo, 10 fevereiro 2008

Um vídeo do craque mais original da história. Nunca houve alguém parecido com ele.

15 Respostas to “Divirta-se – 4”

  1. Eduardo said

    Como pode um país tão minúsculo como a Holanda fazer tanto jogador bom?

    E acrescento, Eduardo, um país que até o começo dos anos 60 nem tinha futebol profissional?

  2. Eric Franco said

    Que pelada era aquele em que ele fez o gol e todo mundo que estava atrás do gol entrou pra abracá-lo?

    Não tenho certeza, Eric, mas acho que era o jogo de despedida dele. E por que chama de pelada? No Brasil teve dessas coisas até um tempo razoavelmente recente. Veja as finais dos campeonatos do Rio e do Nordeste até meados dos anos 90. Na final do Brasileiro de 1983, o Serginho foi agredido por um torcedor que estava sobre a linha lateral.

  3. Rica said

    Só foi falar no homi ehn…
    Talvez (estou sendo otimista) nunca mais existirá um jogador tão genial como o Pelé, também não acredito que surja um jogador tão versatil e tático com Cruijff.
    E essa é pra você morrer de inveja Marcelo, eu tenho uma dessas camisas do Ajax oficial presenteada pelo próprio Cruijff.

    Inveja não faz parte do meu vocabulário, Rica, mas uma camisa dada pelo Cruijff é sem dúvida um belo presente.

  4. Conrado said

    O maior craque europeu da história.

  5. JoaoBittar said

    Mais espetacular que CristianoRonaldo, mais elegante que Kaka, mais criativo que RonaldinhoGaucho, mais inteligente que Messi. Genio como Maradona, soh Pele foi maior que ele.
    Pecado que nao podemos acompanhar seus passos e passes
    ( ateh brincadeira de treino pelo YouTube )tao bem como hoje se acompanha a geracao de grandes jogadores inspiraos por ele.

  6. JoaoBittar said

    ” SE TRATA DE UN DELANTERO DE 19 AÑOS QUE MILITA EN EL CORINTHIANS

    Dentinho, otro brasileño en la agenda del Real Madrid
    JOSÉ FÉLIX DÍAZ. Milán
    La búsqueda de talentos que está haciendo el Madrid por todo el mundo sigue adelante. Rafa Monfort y Julen Lopetegui han peinado todos los mercados, pero ha sido Miguel Ángel Portugal, secretario técnico del club blanco, el que ha seleccionado los objetivos en su reciente viaje a Sudamérica. El primer jugador por el que negociaron fue Tiago Luis. El segundo de la lista es Dentinho, delantero del Corinthians y por el cual los dirigentes blancos ya han iniciado las negociaciones, apuntan a MARCA desde fuentes próximas al jugador. “”

    O MARCA, outrora um belo jornal, agora deu pra lancar baloes de ensaio sobre jogadores brasileiros, geralmente agenciados por WagnerRibeiro.
    Nao sei se eh o caso de Dentinho, mas a promessa corinthiana
    apareceu esta semana dizendo que vai fazer trabalhao de musculacao e ganhar musculos etc pra jogar na Europa, nao sem ” antes conquistar alguma coisa aqui…” com ele lembrou a tempo.

    O Marca nunca mudou, João. O que mudaram foram seus olhos. Eu conheço esse José Félix Diáz há mais de dez anos. No final de 1996, quando publiquei que a venda do Zé Roberto do Real tinha sido triangulada pelo Central Español (sumiram mais de 50% dos 10 milhões), o presidente do Real, Lorenzo Sanz, estava vindo ao Brasil para acertar a compra de outro jogador da Portuguesa, o Rodrigo Fabri.
    E o Marca enviou o Díaz. Perguntei-lhe o que havia saído na Espanha do escândalo, pois o dinheiro que fora para o Central havia saído do bolso do Real. Ele me respondeu que aquele assunto não lhe interessava. Em 2002, estive na Espanha, o Marca deu uma série de reportagens para sustentar a ida do Vieira para o clube merengue. Numa das reportagens fizeram m info de um mosteiro onde teria havido a reunião. Indicaram a posição onde cada pessoa estaria sentada ao redor da mesa, Zidane entre eles. E garantiram que lá havia sido assinado o contrato. Como pode ver, o Vieira fez uma bela carreira no Real.

  7. Rubens Leme said

    Incrível como os craques fazem tudo parecer simples. como gostava de marcar gols de cobertura ou driblando o goleiro.

    O que me chama muito a atenção, Rubens, era sua habilidade em dominar com o pé bolas que estava a mais de um metro, às quase 1,5 m de altura. Ele tinha uma flexibilidade enorme e se aproveitava disso o tempo todo para melhorar seus recursos.

  8. Rubens Leme said

    João, isso é furada. até onde sei o Marca o entrevistou ontem como uma das possíveis jovens promessas de 2008 e ele citou que havia conhecido o Santiag Bernabéu em 2005. Porém, não há nada de real (perdoe-me o trocadilho) no Real sobre ele. é só pra vender jornal.

  9. JoaoBittar said

    Marcelo e Rubens,

    Nao discuto que seja furada a noticia da venda, falei em balao de ensaio, mas o que me chamou a atencao eh o fato do WagnerRibeiro ter essa rede de jornalistas levantando noticias sobre seus pupilos cujas transacoes valem milhoes de euros.
    O Marca eh de 1938 e triste memoria, fundado pelos franquistas em plena Guerra Civil Espanhola para se opor aos jornais catalaes e defender o Real Madrid. Mas mesmo assim, teve um bom periodo.

    Se pensar em vendas, João, nunca esteve tão bem. Mais de 600 mil jornais por dia, na última informação que tenho.

  10. JoaoBittar said

    continuando…

    com a democracia que se instalou na Espanha nos anos 80.
    De uns tempos pra cah , ficou mais claro que seus periodistas têm se prestado a fazer trabalhos de propaganda e merchandising compactuados com empresarios de jogadores.
    Um trsitissimo sinal dos tempos.
    Era esse o angulo que queria discutir.

    Acho que a questão não é essa, João. Os jornais esportivos são muito focados na venda em banca. Logo adotam alguns parâmetros mais marqueteiro do que jornalísticos – estar a favor do clube, elogiar mais do que criticar, fazer o leitor “sonhar”, mesmo que as chances de algo dar certo serem pequenas. A idéia é que o leitor compra o jornal de esportes para se distrair. Notícia ruim só se for muito importante. Por exemplo, se o “Marca” descobre que os torcedores querem a contratação de um jogador, faz uma pressão danada até que o clube o contrate. Não é venalidade (pelo menos suponho), é política editorial.
    O “Lance” adota alguns desses comportamentos, embora não todos e de uma forma menos exagerada.
    Para você ter uma idéia da força do “Marca”, nenhum jogador importante chega ao Real e deixa de passar pela Redação e dar entrevista exclusiva logo na primeira semana. E o Ás, que tem uma cobertura um pouco mais crítica, mas não muito, quer mesmo é chegar a esse poder sobre o clube. Em contrapartida, esses jornais vestem a camisa branca. Qualquer problema no Barça, por pequeno que seja, é tratado grande. Pois esses jornal não esperam vender para torcedores do Barça. (em Barcelona, são Espanyol). E os jornais de Barcelona, “Mundo Deportivo” e “Sport”, fazem isso de forma ainda mais forte.

  11. Eric Franco said

    Foi uma piada, chamei de pelada porque geralmente é em pelada que o pessoal fica atrás do gol, não foi pra desmerecer ninguém 🙂

  12. Lucas Camargo said

    Realmente incrível. Além de tudo era (é) ambidestro, coisa que eu não havia notado até agora. Um dos penaltis ele bate com a canhota e outro, com a direita. Dá passes e chuta a gol com a direita e com a canhota. Um gênio.

  13. Lucas Camargo said

    Contribuição para a série “divirta-se”…..

    Um pouco de fino humor ingês: Veja

    Obrigado, Lucas, vou ver e pôr nesta noite.

  14. Nicolas said

    Faltam até adjetivos para um jogador como esse.Conduz a bola com grande elegância,mudando a velocidade e a direção a todo momento.E sem nunca perder a objetividade.Poucos jogadores atingiram esse nível.
    Não dá para menosprezar o futebol holandês,quase sempre ofensivo e criativo.

  15. Lucas Camargo said

    Apesar do título ser “1 x 0” , este video não é sobre futebol…é uma musica de um craque da musica (Pixinguinha), sendo tocada por gente que a gente jamais imaginou que ia gostar do Pizindin………

    http://br.youtube.com/watch?v=lMPM1e0Zlg4

    Não creio que vc queira postá-lo, mas talvez alguém se divirta como eu me diverti…

    Maravilhoso, Lucas. O Brasil já teve esses gênios da música, que morreram pobres ou remediados. Se vivessem hoje, seriam reverenciados em boa parte do mundo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: