Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Olimpíada mascarada

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 14 fevereiro 2008

Pequim pode pagar o maior mico da história dos Jogos Olímpicos. As autoridades chineses descuidaram do combate à poluição, e pouca gente acredita que eles poderão cair a níveis razoáveis a tempo da abertura em 8 de agosto.

O Comitê Olímpico Britânico admitiu que pode liberar o uso de máscaras cirúrgicas para os atletas usarem durante as provas. Essas máscaras têm pouco efeito contra gases, mas barram a poluição particulada (é a que faz São Paulo ter aquela auréola amarelo-cinzenta, quando se chega de avião), que é muito mais concentrada em baixas altitudes e é especialmente alta em Pequim.

O Comitê Olímpico Internacional cogita realizar a maratona fora da cidade.

O multirecordista mundial Haile Gebrselassie, da Etiópia, ameaça boicotar a Olimpíada se não for tomada alguma medida.

Os chineses garantem que a problema será resolvido (será que vão evacuar a cidade por algumas semanas?).

Anúncios

23 Respostas to “Olimpíada mascarada”

  1. gonz said

    ele tem parentesco com aquele imperador etíope, que os rastafari consideram como deus? Haile Selassie I? rsrsrsrsrs

    brincadeiras a parte, acredito q seja só um dos motivos para se boicotar as olimpíadas de beijing…

    Por que alguém iria boicotar a Olimpíada de Pequim, Gonz?. Nada valoriza mais um atleta ex-futebol e extra-NBA do que a Olimpíada. Pelo que já li, os níveis de poluição são impressionantes. Lembram Londres na Revolução Industrial. Aliás, você se lembra que Londres já foi famosa pelo seu “fog” e que não se fala mais dele?

  2. JoaoBittar said

    A olimpiada que abre as 8hs e 8 minutos do dia 8/8/08, com altissimo significado esoterico para os chineses, poderah, ao contrario das previsoes astrais promissoras, virar mico mesmo.

    Por conta da data, meados de agosto em plena temporada europeia, com disputa da fase de classificacao da Champions, Ligas e Copas Nacionais comecando, enfim, uma sobreposicao de agendas tremenda com o futebol olimpico, o que pode significar ausencia dos grandes astros da modalidade.

    Isso poderah afetar tanto a molecada sub-23, como Messi, Pato, Diego etc etc. assim como os 3 da cota extra, tipo Kaka, Robinho, Juan. A parada pode ser indigesta pra selecoes porque a FIFA se lixa pro futebol nas Olimpiadas, por prepotencia e ciuminho, ridiculos por sinal e claro, os grandes clubes europeus que tao cada vez mais irritados com as CBFs da vida, nao vao perder a oportunidade, desta vez com “aval” da propria FIFA para sabotar o evento, se depender deles.

    Traduzindo, trata-se de uma questao de grana, negocios, business, money, merchandising, e patifarias em geral, tudo menos espirito olimpico. Assessores de Coubertin na Bolsa de Valores poderao responder a pergunta.

    Não acho que será nada assim, João. Só alguns clubes vão encrencar. E Olimpíada é sempre nessa época do ano, em agosto ou setembro (96 foi em agosto, 00 em setembro e 04 em agosto/setembro).

  3. Mario Henrique said

    Marcelo,
    Essa olimpíada pode ser um marco na questão da recuperação ambiental do Planeta. A China é o país mais sujo que há. No ar, no solo e na água. As práticas ambientais lá equivalem também às da Inglaterra pré-Revolução Industrial. Não faz muito tempo, o governo chinês mandou bombardear com tanques de guerra uma antiga fábrica de cloro e soda cáustica. Seria mais ou menos como utilizar uma furadeira em uma microcirurgia cerebral.
    Espero que os jornalistas que cobrirão os jogos possam mostrar também como vai a China. Pode ser uma boa mensagem para o mundo.

  4. João said

    Esse vai ser o primeiro exemplo do risco que será a China para o mundo todo. As Olimpiadas vão mostrar lixo que é a China, lixo que está bem escondido debaixo do tapete.

  5. Rubens Leme said

    Interessante matéria que poderia ter o título de “O preço do craque”. Há pessoas a favor, outras contra.

    http://www.estadao.com.br/esportes/not_esp124571,0.htm

  6. Flavio said

    O bom dessa Olímpiada é que a China inevitavelmente vai ter que se abrir mais, não vai poder ser só aquele país que gasta muito dinheiro e ninguém está nem aí. E vai virar vidraça: apesar de ser de longe o país que mais polui do mundo, todos parecem só querer criticar os EUA e Bush, mas agora a atenção estará neles. E o Spielberg anunciou ontem que não vai participar da organização em protesto ao apoio do governo chinês ao governo do Sudão e ao genocídio que este comete em Darfur. Com mais atenção mundial, eles poderão ter que rever esse apoio e algumas políticas de direitos humanos (que quase não existem, na verdade).

    Flávio, a China não é de longe nem de perto o país que mais polui do mundo. O país que mais polui ainda são os EUA. A previsão é que a China passe os EUA em 2015 ou 2020. Mas é claro que seria bom se a China se abrisse mais. Mas a URSS se abriu? Os EUA tampouco estão em boa posição para falar de apoios a governos brutais. Basta ver o Uzbequistão, o Paquistão e a Arábia Saudita, para ficar apenas nos mais famosos. A questão é as agências internacionais de notícias são americanas. Não tem mocinho nessa história.

  7. Mario Henrique said

    Pergunta: O China-chique (o guru das brasas) vai à China?

  8. JoaoBittar said

    Nossa!!
    Nao imaginava que a CondolezzaRice, a Condy, fosse leitura de cabeceira dos meus comentaristas preferidos da blogosfera esportiva nacional….Uau…..
    nao tenho como discordar de vcs. na questao da China, mas nem a Fox faria melhor hein?

  9. Mario Henrique said

    João Bittar, nos conte aí… o que escreve a Condolezza? O que ela diz? Qual é a dela?
    Abraços,
    mh

  10. gonz said

    não me referia aos atletas na verdade..
    e sim aos espectadores/consumidores…..

    pelo menos aqueles q tem aquela veia “ativista”….

    a china ainda é um dos governos mais cruéis do mundo, é ao lado dos EUA a industria mais poluidora..

    só q a olimpíada quer encobrir isso e mostrar um país desenvolvido, humano e limpo… tipo mascara mesmo, como é o titulo do post

    Gonz, por causa da pressão popular, o COI tem apertado o governo chinês, que prometeu várias melhorias. Eles prometem ter 20% de energias renováveis até 2015, o que ninguém do Primeiro Mundo sonha em ter. Tem um plano de transformar um deserto inteiro numa plantação de miniturbinas eólicas. Mas, se num país democrático, já não se pode confirar muito no governo, imagine na China. De qualquer forma um crédito eles têm. Há 20 anos, ninguém suspeitava que eles chegariam onde estão hoje.

  11. JoaoBittar said

    MarioHenriqueSimonsen,

    A Condy aparece todo dia no JornalNacional, da Band, do SBT !!! Nao sai da internet…
    A sua pergunta eh mais ironica que o meu pretenso ironico comentario.
    A Condy pensa pelo Bush e quando se fala Bush, leia-se Condy.
    Abracos,
    jb

  12. Os relatos que vêm da China sobre problemas ambientais são tenebrosos, realmente terríveis.

    A construção de Três Gargantas já foi um exemplo claro de como as questões ambientais são encaradas pelos governos chineses nos mais diferentes níveis. Em termos de estupidez botou Itaipu e Sobradinho no bolso. Está no mesmo nível de Tucuruí e Balbina, um verdadeiro crime.

    Sem dúvida, boa parte da fantástica competitividade chinesa deve-se à inobservância absoluta de quaisquer cuidados ambientais.

    A questão mais dramática que os chineses começam a enfrentar desde já é o abastecimento de água. A rigor, a disponibilidade de água hoje já deve ser menor que a existente há dez anos. Nesse período, o PIB e a renda das pessoas foram multiplicados várias vezes, aumentando tremendamente o consumo de água e, ao mesmo tempo, a poluição das fontes de abastecimento.

    A China ainda será uma grande dor de cabeça.

    Quanto à postura chinesa sobre Darfur não me surpreende, mas a brasileira é quase tão cretina quanto. Sem falar no Tibet, invadido, aculturado, destruído e tendo o ambiente sistematicamente arrasado.

  13. Mario Henrique said

    Caro João Bitter,

    Não era ironia, não. Eu vejo a Condo sempre. Uma gracinha, ela… Mas nunca ouvir ela falar um “a”.
    Aliás, os únicos republicanos que tenho ouvido são brasileiros, são cumpanheiros…

    Abração,
    mh

  14. JoaoBittar said

    Mario,
    sorry pelo little bitter.
    mas o Condy fala e fala muito. Viaja o mundo falando. Muito discreta, aparece mais no jornal da globo, cnn e principalmente FoxNews, onde sua ( dela no caso ) namorada trabalha.
    No caso da China eu ateh concordo com ela. Mas achei
    interessante esse seu link dos companheiros republicanos.
    Nao se esqueca que Abrahan Lincoln e Roosevelt eram republicanos.
    Abracao
    jb

    Roosevelt republicano, João?? Franklin Delano era um democrata. O Roosevelt republicano foi Theodore, bom presidente, mas não um dos cinco maiores da nação. E Lincoln foi o primeiro presidente republicano, quando as distinções com os democratas não eram tão evidentes. O que era até natural, pois até uns 35 anos antes ainda existia o Partido Democrata-Republicano.

  15. Mario Henrique said

    João, valeu!

    Relendo o que escrevi, concordo que soou meio besta. Mas até hoje, do conteúdo da Condoleeza, só havia reparado no jeitinho sapeca mesmo!
    A questão é que nunca consegui distinguir muito bem um republicano de um democrata, e estou começando a achar que a globalização promove efeito semelhante entre sociais-demoracatas e trabalhadores. Concorda? Será o mundo liberal?
    Quanto à questão ambiental, o difícil é achar um país que se destaque por poluir pouco…

    Abração,
    mh

  16. JoaoBittar said

    E verdade Marcelo,
    FranklinDelanoRoosevelt era um super Democrata, o proprio .
    Confundi.
    de fato, como diz o WoodyAllen os americanos se dividem em duas posicoes politicas
    Os Liberais Conservadores e os Conservadores Liberais.
    E concordo com o MarioHenrique, aqui no Brasil tah ficando parecido.

  17. Mario Henrique said

    E o’Bama?
    Tem cara de Collor?
    Tem pinta de liberal?
    Dos três (McCain, Hillary e o’Bama), quem tende a marcar um amistoso da Seleção Americana em Caracas?
    Quem é mais dono das próprias idéias e ações?

    É difícil dizer, Mario, mas Obama tem mais pinta de quem vai fazer mais mudanças. Aqui a gente não conhece, mas eleição americana não é como no Brasil. Os candidatos apresentam propostas para cada área, e até fazem previsão da gestão financeira. Todos os projetos, cheios de tabelas e gráficos, são impressos e distribuídos em todos os comitês de campanha para quem quiser pegar e analisar. Candidato vendido como sabonete só no Brasil e depois da ida do Duda Mendonça para lá, na Argentina.

  18. Curiosamente, apesar de ter uma formação e uma (longa) militância na esquerda, nunca vi com bons olhos a maioria dos democratas. Por sinal, o presidente americano por quem tenho maior admiração é um republicano, Richard M. Nixon, talvez o maior (ou único) estadista do mundo pós-II Guerra.

    Nesse momento, e pensando na questão iraquiana, creio que o republicano McCain é o cara mais capaz de levar aquilo a algo parecido com “bom termo”.
    Dona Hillary não me comove e o Obama… Uma coisa é vencer a eleição, outra será governar em meio às pressões e contra-pressões que não serão poucas. Todavia, olhando à distância, é o melhor preparado intelectualmente, enquanto Hillary é a “gerentona” – tentando não ser Lady Thatcher, “o melhor homem da Inglaterra”, como teria dito Reagan e McCain tem um pouco dos dois e mais a história pessoal que não é de se jogar fora.

    Para nós, bananeiros em geral, republicanos já foram bem mais interessantes, pensando na economia.

  19. É bom lembrar que o Roosevelt republicano, o Teddy, fez uma longa expedição pelo Brasil, junto com Rondon, explorando o Rio das Dúvidas no sertão amazônico.
    O rio, por sinal, foi rebatizado para Rio Roosevelt, em homenagem a ele.

    E é grande esse rio. Nunca naveguei por ele, mas passei por sua foz, no Madeira.

  20. Flavio said

    Marcelo, a China já passou os EUA como maior poluidor em 2006, bem mais rápido que se previa:
    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ciencia/fe2106200702.htm

    Eu também nunca disse que os EUA estão em boa posição para criticar os chineses, não é por acaso que é raríssimo os governantes de lá o fazerem. Telhado de vidro…

    E Emerson, Nixon como maior estadista do mundo me parece um pouco de exagero, não?

    E ambos os Roosevelts (que não eram parentes próximos) são lembrados entre os maiores presidentes americanos, embora o democrata mais que o republicano.

    Flavio, obrigado pela correção. E me desculpe pelo mal-entendido.

  21. Flavio, não conheço tua idade, mas no meu caso, 53 anos, vivi parte da Guerra Fria como adolescente e jovem adulto. Por motivos diversos, aquilo era uma coisa que me deixava preocupado – tá certo, preocupação meio besta prum cara da periferia do mundo, mas, era assim que era – e até meio apavorado. Nixon negociou com Brehznev e abriu a China para o mundo. Foi magistral. Ele e Kissinger, claro. Bem ou mal, foi ele que tirou os americanos do Vietnã.

    Infelizmente, lembram dele por Watergate.

  22. FRANCISCO DE ASSIS SOARES said

    o que que tenha ver com o enunciado da pagina anterior

    Caro Francisco, este blog mudou de endereço. Por favor, acesse http://www.alemdojogo.com.br

  23. aline cristina barbosa siqueira said

    voces é um cuzao!!!!!vai se fuder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: