Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Esses técnicos espanhóis…

Posted by Marcelo Damato em domingo, 24 fevereiro 2008

O técnico Juande Ramos (que andou sendo muito cornetado neste blog, hehehe) recebeu hoje um banho de champanhe. Foi um reconhecimento dos jogadores do Tottenham Hotspurs após a vitoria sobre o Chelsea, na final da Copa da Liga inglesa. O gol decisivo foi marcado por Woodgate (aquele mesmo que fracassou no Real Madrid), no início da prorrogação.

No Tottenham há quatro meses, Ramos deu ao clube londrino seu primeiro título em nove anos.

24 Respostas to “Esses técnicos espanhóis…”

  1. Rica said

    Mai um trilhando o caminho do Rafa Benítez.

  2. Rica said

    Ele foi muito elogiado no jogo contra o Manchester United que acabou empatado pela Premier League.

  3. JoaoBittar said

    Eu fui um dos que deu umas cornetadas no Juande Ramos, e reconheco que errei. Ele eh bem melhor do que pensava e muito melhor que os tecnicos que eu queria espinafrar na ocasiao. Mas nao se pode generalizar.
    Generalizei e me dei mal. Botei ele no mesmo saco do Irureta, Camacho, Luis Aragones (da selecao espanhola, que alem de ser pessimo, eh racista) e mesmo o Rafa Benitez, bem melhor que os anteriores, mas que nao me agrada de fato.
    Ele fez uma revolucao no Tottenham e mereceu ganhar a Copa.
    Mudou a mentalidade dos caras e deu resultado imediatamente.
    Muito Bom o Juande.

    Polêmicas à parte, João, o que impressiona é que daqui a pouco não haverá mais técnicos ingleses, nem para ensinar crianças. Liverpool, Manchester, Arsenal, Chelsea, Tottenham, pelo menos, têm técnicos estrangeiros,. Além da seleção. O que acontece por lá?

  4. JoaoBittar said

    O Chelsea tem o tal Avran Grant que deve ser lah do ReinoUnido. Mas ninguem esquece o Mourinho, talvez o primeiro ou mais importante estrangeiro a pontificar na era moderna da Premier League.
    O Ferguson do Manchester, tambem nao eh ingles, mas eh como se fosse. Fenomeno sao os espanhois, o Capello-Erickson no EnglishTeam, alem do Mourinho I e Unico, O Marrento.

    O Avram Grant, João, é israelense. E antes do Chelsea nunca tinha dirigido times de fora do seu país.

  5. JoaoBittar said

    Mas acho que a principal razao para isso acontecer, deve ser o marketing.
    Porque assistir campeonato onde os times ficam dando chutao e centro pra cabeceios na area, como era o futebol ingles antes disso, eh de doer e nao leva ninguem aos estadios, dah prejuizo.
    Pensando bem, o verdadeiro, autentico e genuino futebol ingles eh um porre, e seus principais jogadores morreram de cirrose hepatica por coincidencia. Sem falar do Gazza.

    O campeonato inglês sempre teve grandes públicos, João, não importa o estilo. O que os torcedores ingleses – e de todo mundo, aliás, querem ver é raça. E lá não falta.

  6. Rica said

    João
    O Avran Grant é Israelense.

  7. JoaoBittar said

    Gracias Rica,
    esse Avran tava meio estranho mesmo….

  8. Rica said

    Eu cometi o erro de julgar o Mourinho pela sua fachada, cheguei ao absurdo de cair na conversa de alguns malandros que o comparou com o professor Vandirlei Lancheburgo. Descobri que Mourinho é um homem culto formado em educação Física e adepto da Filosofia, ele lê o mundo do futebol de modo concomitantemente, ou seja pra ele um treino tem de ser feito de forma integrada (o técnico, a tática, a psicológica e a preparação física todas juntas).

    Mas isso até o Yustrich fazia, Rica, hehehe

  9. JoaoBittar said

    Mourinho fez a verdadeira revolucao no futebol ingles.

    Como eh portugues , nos brasileiros, temos uma tendencia filial ao esculacho (hehehehe) compulsorio paterno, mas o cara eh muito bom mesmo. Talvez o melhor do mundo, hoje.
    Interessante que ele sonha em dirigir a ” Equipa” da SeleccaoPortuguesa e o os caras preferem o Felipao. Se bem que o Felipao, toscamente ou nao, tem grandes qualidades para o oficio.

  10. Rica said

    Não acredito que Mourinho fez uma revolução apesar de ter tentado. A ortodoxia do futebol não permite tal feito

    Concordo contigo, Rica. Não vi nada de revolucionário nos times do Mourinho. É um grande técnico, mas que nem conseguiu tanto no Chelsea quanto dele se esperava.

  11. JoaoBittar said

    Rica,
    me referi soh ao futebol ingles, apesar de nao pretender falar nenhum dogma, mesmo restrito ao futebol ingles.
    Como disse outro momento , antes do Mourinho o futebol por lah era monotono e entediante. Chato.
    Ele dinamizou muito a coisa ( junto com Wenger e outros ) e valorizou bastante o produto “futebol ingles”.

    Não concordo mesmo, João. Antes do Mourinho vários times jogavam bonito, como o Arsenal do Wenger e o Manchester do Ferguson. Aliás, a fama do Mourinho foi sempre de armar boas defesas, não bons ataques.

  12. Rica said

    Assino em baixo

  13. Nelson said

    Nao vejo tanto mérito nessa conquista não. Esse campeonato é jogado praticamente pelas equipes “B” dos Superpoderosos. O que o Tottenham fez foi ganhar um único bom jogo, na porrogação, de um Chelsea que está longe do que era há algumas temporadas atrás.

    Quero ver esse time ganhar algo de expressivo. Alias, duvido e muito que ganhe.

    Nelson, tem razão quando diz que essa é a menos importante das três competições inglesas. Mas o Tottenham não ganhava nem essa. E na final derrotou um Chelsea completo. Se o Chelsea chegou à final com o time B, isso só valoriza o Tottenham, porque ganhou do time A. Não concorda?

  14. Rubens Leme said

    O Juande fez uma limpa no elenco afastando, por exemplo, o horroroso goleiro Paul Robinson, então titular da seleção inglesa. É um grande título pro meu Tottenham.

    O Nelson tem razão em parte pq os times jogam com a equipe B sim, pelo menos, os mais fortes. Mas quando chegam às semifinais começam a colocar seus times principais. O Chelsea tinha ontem vários titulares.

    A conquista é menor mas não deve ser descartada.

  15. Gustavo Oliveira said

    Mourinho é bom técnico, mas ta longe de ser o melhor do mundo. E ta longe de ser melhor que o Felipão, com todo estudo, metodologia e o escambau. No futebol, assim como em muitas outras áreas, o conhecimento prático muitas vezes vale mais que as teorias. E em conhecimento prático é dificil bater o Sr. Luis Felipe Scollari. (e olha que até a copa de 2002 eu era critico dele, mas fui obrigado a me render). Em tempo, o melhor trabalho de um técnico europeu nos últimos tempos, pra mim foi o de Frank Rijkaard no Barça 2005/2006. Fazia valer a pena comprar briga com a patroa para assistir aos jogos…

    É verdade, Gustavo. Aquele foi um time bom de assistir. O que é engraçado é que o Rijkaard parece ser um sujeito totalmente sem carisma. Nos seus olhos nunca se vê o brilho que os líderes têm.

  16. JoaoBittar said

    Rubens,
    O Robinson foi afastado sim, nao sei exatamente por quem, nao tenho certeza se pelo JuandeRamos mesmo, mas voltou e ontem jogou. Alias, pegou muito.
    Foi um dos melhores do jogo e garantiu a vitoria.
    Se ele eh ruim, ontem tava numa tarde de FernandoHenrique inspirado, tipo no Equador quarta.
    o Nelson exagerou, mas nao disse nada absurdo sobre o jogo.

  17. Rica said

    Mais é isso mesmo Marcelo, o Mourinho quer resgatar valores do passado se distanciando dos meios tecnicistas/mecanicistas que se instalou no mundo do futebol.
    Agora esse Yustrich era um tremendo casca de ferida, hehehe.

    Então o Mourinho é uma espécie de Leão, Rica? Hehehe? Pois o técnico do Santos nem pode ouvir falar em fisiologista, psicólogo, limiar anaeróbio etc. É tudo no gogó.

  18. Emerson Figueiredo said

    Gustavo,
    Eu era crítico do Felipão até 2002. A partir da Copa, fiquei mais ainda. Ele escalou uma equipe torta nas quatro primeiras partidas: 1) ganhou da Turquia por 2 a 1 com erros do juiz; China não conta; 3) Quase complicou um jogo fácil com a Costa Rica; 4) ganhou da Bélgica graças aos erros da arbitragem. Todos os comentaristas, principalmente o Tostão (que estava na FSP), mostravam que Juninho Paulista estava mal escalado, o que acabava com o meio de campo. Apenas no jogo contra a Inglaterra, depois de ter falado com técnico amigos dele (Geninho entre eles), Felipão mexeu no time, colocando o Kléberson (que havia jogado os minutos finais contra a Bélgica e melhorado o time). A seleção se equilibrou e ganhou o penta.
    Em vez de reconhecer que mudou o time a partir das críticas, o Felipão bateu no peito e desafiou os que o haviam criticado. Não teve a sabedoria de mexer no time logo no início e nem a humildade de reconhecer o papel dos críticos.

    Emerson, você confia no seu braço, hein. Isso já não é vontade de remar contra a corrente. É querer subir as cataratas do Iguaçu de barco. O Felipão é o único técnico que conheço que jamais foi demitido. Você, que lê muito a Folha, deve se lembrar dessa matéria. Felipão só mudou de emprego por vontade própria.

  19. Emerson Figueiredo said

    Ah, e, nunca antes na história do futebol, uma seleção tinha perdido para a Grécia, em casa, uma final de Copa da Europa.

    E nunca na história do futebol, Emerson, Portugal tinha chegado à final da Eurocopa.

  20. Gustavo Oliveira said

    Emerson, enfim um ponto em que discordamos. O cara sabe ganhar campeonatos, principalmente os de tiro curto. Até concordo que os times dele não apresentam um futebol assim vistoso, mas são sempre vibrantes, e seus jogos raramente são chatos de assistir. E a seleção de 2002 além de vibrante, jogou bom futebol também.

  21. Rica said

    Longe de ser um Leão, eu te recomendo os livros Mourinho: porquê tantas vitórias e José Mourinho: Um ciclo de Vitórias do jornalista Luís Lourenço.
    Eu já disse que pensava que ele era um professor Vandirlei melhorado,mais sua filosofia de trabalho é no mínimo interessante.
    Estou rindo até agora só de lembrar do Yustrich, esse cara não era fácil, esse sim deve ter sido guru do leão.

  22. Rubens Leme said

    O Juande afastou sim o Paul Robinson que criou um problemão no dia em que foi pro banco.

    Ele só voltou ao time porque o reserva não é lá essas coisas, mas o Robinson é uma tragédia. Lembra o Bonano. O time está querendo desesperadamente vendê-lo. Duro é alguém comprar.

  23. Emerson Figueiredo said

    Eu menti. Marcelo? Ele foi exemplar na Copa? E daí que nunca foi demitido? Se o Palmeiras se preocupasse com a ética no futebol teria demitido um cara que joga bola extra em campo, manda bater no adversário, cuspir no Edilson, agride repórter etc….

  24. Rubens Leme said

    O Mourinho é extremamente super-valorizado. O cara vive até hoje do título europeu com o Porto, em 2004. Ele teve a cara-de-pau de dizer que o Chelsea não tinha elenco logo após o time contratar Ballack, Shevchenko e outros para que ele trabalhasse.

    Brigou com vários jogadores, deixava o ambiente tenso e só confiava em três ou quatro jogadores.

    E na boa, Rica, esses títulos me lembram o “genial” livro de Parreira, sucesso absoluto de encalhe. Essas porcarias nem de graça aceito.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: