Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

As duas faces de Souza

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 28 fevereiro 2008

Souza chegou ao Flamengo como um João Ninguém. Mesmo artilheiro do Brasileiro, a torcida não o queria, muito menos no lugar de Obina. Souza fez-se de humilde e foi conquistando seu lugar. Bastou vencer esse desafio para mostrar sua outra cara.

Primeiro, atacou violentamente Diego Tardelli só porque esse disse que sonhava em jogar com Ronaldo no Flamengo.

Depois, após marcar o gol contra Cienciano, cutucou a ferida aberta no clássico, em vez de ajudá-la a cicatrizar.

Por fim, quando Túlio, com justiça reclamou, tentou humilhá-lo.

Nada como se sentir por cima para tirar a máscara. Quem mais perde com isso é o Flamengo.

32 Respostas to “As duas faces de Souza”

  1. Filemon said

    E só pra dar razão ao meu amigo Lucas Camargo, está aí mais um post detonando o Mengão. rs

    Eu não tenho o Souza como ídolo, longe disso. Nem graça achei da comemoração dele. E, aliás, me irritou bastante com o gol que perdeu que mataria o jogo. Agora, mais uma vez é superdimensionar. O Souza, quando muito, está fechando uma porta, ou melhor, uma janela. A do Botafogo. E nada mais.

    Só pra ficar em dois exemplos: Edmundo e Renato Gaúcho zoaram tanto o mengão em 95 e 97 e estão aí. Tem lugar pra trabalhar até hoje. E não consta que tenham atrapalhado Fluminense e Vasco.

    Filemon, o post não está detonando o Flamengo. Até pelo contrário. Por um lado não tem nada a ver com o clube, mas apenas com o jogador. O que ele fez, e de forma ainda mais explícita, foi o que o Edílson fez naquela final contra o Palmeiras e você já me viu criticar sua atitude várias vezes por aqui. Por outro, minha preocupação é que isso possa acirrar os ânimos contra o Flamengo. Você um dia vai se convencer de que eu nunca desejo o mal para um clube, que quando critico um dirigente, um jogador, é sempre pensando no bem do clube.

  2. Filemon said

    Ah, o jeito é baixar a bola porque o Tulio é um exemplo de jogador profissional pra falar em ética, pra cobrar postura de alguém. É um Junior, quase um Zico da atualidade. Fala sério!!

    Mediocre o chorão desde os tempos de Goiás. Me recordo de um jogo entre o Mengão e o verde que ele saiu chorando e dizendo que o time dele amarelava contra o Fla. Essa mania de cair em prantos é antiga.

    Não misture as coisas, Filemon. Uma coisa foi o choro, que foi errado, outra coisa é responder a um ato de desrespeito com a dor alheia. A dor do Botafogo, certa ou errada, é legítima. O que o Souza fez foi desrespeitar o clube, justamente aquilo que você diz que eu faço. E, mais ainda, não é porque uma pessoa fez o que ele fez no ano passado que tudo o que diz tem que ser desconsiderado. Você até teria razão se ele estivesse criticando a violência de outro jogador e não citasse o seu próprio ato. Mas esse é um outro assunto. Se cada pessoa que cometesse um erro grave fosse condenado ao silêncio, seríamos um planeta de mudos. Certo? Abraço

  3. aNNaFLaVia said

    Não precisava nada disso.
    Bem observado.
    Beijo

    Não pecisava mesmo, Anna.

  4. Gustavo Oliveira said

    É legal ler blogs como esse porque a gente percebe como é complicado mexer com paixões.
    Quando a polêmica girava em torno de corinthians x são paulo, os flamenguistas, Filemon em especial, contribuíram com comentários lúcidos e embasados, e eu no calor da discussão fiz a defesa mais passional embalado por essa louca paixão difícil de explicar que é o futebol.
    Agora o foco muda pra Flamengo e Botafogo, e os antes lúcidos comentários começam a se tornar passionais. Quem olha de fora, com o olhar da isenção consegue perceber claramente a mudança de atitude.
    Não é uma crítica a ninguém é só uma constatação e um mea-culpa.
    No mais é dar parabéns ao Marcelo que em pouco tempo construiu um excelente espaço, atraindo pessoas de alto nível, onde se pode discutir paixões e de vez em quando também futebol…

    Acho que disse bem, Gustavo. Aqui discutimos mais as paixões do que futebol. O que é bom é que todos estamos aprendendo a conviver com as diferenças de opinião e de camisa.

  5. Anísio FC said

    Vixe…
    Dá pra defender o Souza sem atacar o Túlio?
    Tripudiar em cima da desgraça do outro, por mais injustificada e paranóica que seja a desgraça é defensável?
    Se o Túlio tem problemas emocionais é problema sério, deveria se tratar, é problema clínico!
    O “problema” do Souza aparenta ser mais moral que clínico… Eu nunca defenderia uma vilania e demagogia dessas, muito menos atacando o “doente”.

  6. Emerson Figueiredo said

    Há formas mais elegantes e inteligentes de abordar a rivalidade. O gesto do Souza foi grosseiro e de mau gosto. Assim como a forma com que ele recebeu o Tardelli.

  7. Anísio FC said

    E parabéns pro Marcelo…
    Esse negócio de “só falam mal do meu time” poderia ser um tolhedor, quase uma ação da IURD contra uma Folha, ainda bem que colocou outro comentário “falando mal” do Flamengo, se bem que achei que a coisa foi mais com o Souza…
    E tá faltando um botachorense por aqui, pra chorar, que o Marcelo disse que os botachorenses só choram!

    Respeito com os botafoguenses, Anísio. E eles estão fazendo falta, sim. Abraço

  8. Felipe Bohrer said

    O Souza, assim como o seu companheiro inseparável (Léo Lima), é um cara complicado… Já fez comemoração atirando nos outros, dá umas 3 cotoveladas por jogo… Achei uma besteira do tamanho do mundo o que ele fez… Acho que uma coisa é provocação, outra coisa é deboche.

    Quanto a prejudicar o Flamengo, eu não sei não… o Edmundo arregaçou com o Flamengo em 97 e o Vasco foi campeão do mesmo jeito… o Renato Gaúcho a mesma coisa em 95. No próprio Botafogo, o Túlio (O atacante, não o genérico) fez coreografia, gol de calcanhar em cima da linha e mesmo assim foi o maior ídolo da década de 90 do Botafogo.

    Marcelo, pode falar mal do meu time, que de vez em sempre ele merece! Mas olha, eu acho que os peruanos tinham mais motivo pra chorar que os Botafoguenses…

    Eu não defendo o choro dos botafoguenses, Felipe. Já escrevi isso muitas vezes. E, na questão de prejudicar, não me refiro ao campeonato imediato, mas a algo mais sério: a rejeição. O Corinthians, por causa do Campeonato Brasileiro de 2005, teve seu rebaixamento comemorado em muitos estados. Isso atrapalha o clube de muitas formas: na formação de novos torcedores, na busca de patrocínio e em um monte de outras áreas. Temos que olhar o clube no futuro também. Construir uma boa imagem – e uma boa imagem não vem do nada, nem de um marqueteiro esperto – é muito importante. Se o Flamengo fica com fama de clube que tem ajuda da arbitragem e humilha os rivais, daqui a pouco cada jogo vai ficar mais difícil, pois todo mundo adora lutar contra o “vilão”. E o Flamengo obviamente não é o vilão.

  9. Rafael Paulo said

    Perfeito,
    É um pobre desequilibrado, que, às vezes, libera sua má indole. Acho que a direitoria do flamengo e o Joel já estão de saco cheio (vide reação do Joel após sua expulsão na final da taça guanabara).
    É difícil esperar bom senso do Souza…ainda mais quando provocado e menosprezado por pessoas cheias de éticas como o Túlio (cuja ética é chutar a cara do cara caído e pedir pra sair ‘chorando’ durante o jogo…isso é ética) e do Cuca (que fez aquela presepada depois do jogo…conclamando seus jogadores campeões…ou seja, cheio de ética, despresou os profissionais do Flamengo).
    Francamente, acho que a imprensa tem culpa nisso: se não tivesse ninguém pra cobrir a entrevista circense do botafogo e as besteiras do Souza…não ficaríamos assistindo ao choro do leite derramado.
    Enfim, não tenho dúvidas que, na primeira oportunidade, o Souza será rifado. E com razão…sobretudo porque na base temos bons atacantes.
    Forte abraço!

  10. Rubens Leme said

    Souza é apenas mais um produto dessa nova fornada de jogadores que ficam ricos demais ainda jovem, com empresários demais e repórteres ávidos por qualquer estupidez que façam porque vende jornal e dá audiência. Ainda mais quando joga em um time de massa.

    Concordo com Rafael Paulo quando diz que a mídia tem boa parcela de culpa nisso, mas acho que o problema maior é de formação e caráter dos jogadores. Contratos não são mais cumpridos- (vide a famosa frase de Luxa – “contrato é para ser respeitado mas não precisa ser cumprido”), imagens são inventadas desses atletas que dão péssimos exemplos para as gerações futuras.

    Souza, Tardelli, Túlio.. qual deles jogariam nesses times nos bons tempos? Dificilmente seriam banco…

  11. Rubens Leme said

    apenas complementando um assunto de um post anterior dia desses: é por isso que hoje os meninos torcem para times de fora, como Barça, Milan etc… Porque hoje todo atleta tem como “sonho” jogar na Europa. Antigamente o sonho era vestir as camisas de Palmeiras, Santos, Corinthians, Inter, Vasco etc…

    Mas a ambição desmedida dos abutres disfarçados de empresários em rapinar e aproveitar desses jovens o quanto antes, os faz crer que todos podem e devem ir pro exterior a qualquer preço. É claro que eles vendem essas imagens pros mais jovens. É por isso que a seleção brasileira hoje carece tremendamente de carisma e identificação com o torcedor: vc não os vê mais nos nossos estádios, nas ruas, nos postos de gasolinas, nos shoppings. só através da tv, e muitas vezes, apenas em tvs a cabo.

  12. João said

    A ética do Túlio é distribuir carrinhos e pontapés sob o disfarce de jogar futebol e a ética de Cuca já envolveu até mesmo um episódio quando ele ainda era jogador e numa excursão à Europa houve a denúncia de um estupro. O que Souza fez muitos jogadores já fizeram, é do futebol, respeitados determinados limites. Agora mesmo teve o tal do “créu”. Lugar de menino chorão não é jogando futebol profissional, nem amador.

    Ih!, João, desculpe, mas você apelou. Se for vasculhar a vida de cada um, vamos encontrar cada bicho cabeludo. Pior até do que a do Beto, que comprou sua transferência para o Botafogo com dinheiro dos assaltos que praticava em Cuiabá. Isso saiu na Revista do Lance em 2000 e ele confirmou.

  13. JoaoBittar said

    GustavOliveira,

    assino embaixo !!!

  14. Maurício Souza said

    Rubens, sua colocação foi perfeita!

  15. Anísio FC said

    João, um dos acusados era o Taffarel, outro o Henrique (Ex-Corinthians)…
    Não lembro como correu o caso na justiça, mas se estão aí até hoje e, pelo que sei, não cumpriram pena por aquilo, pode-se dizer que foram inocentes, ou inocentados conforme queiram.

  16. Rubens Leme said

    Não, Anísio, nada de Taffarel… foi em uma viagem do Grêmio à Suíça e Taffarel era do Inter, por Deus! Henrique, sim!

    outro que foi acusado de estupro foi o meio Wolner Caio, conhecido como Caio e que nos anos 90 jogou na Lusa e foi vice-campeão brasileiro.

  17. Anísio FC said

    E, de novo…
    Será que dá pra justificar o ato do Souza sem puxar a camisa do Túlio?
    Que o Túlio seja o fedapê que for, mas o ato do Souza é muito mais odiável…

  18. Geraldo c araujo said

    Concordo que a atitude do Souza foi grotesca, mas, quanto a cicatrizar feridas, duvido que os botafoguenses estejam interessados. O de que eles gostam mesmo é ruminar suas adversidades ad nauseam e ad eternum. Pergunte a qualquer alvinegro sobre a cicatrização da “ferida” originada pelo gol do Marco Antonio na final do Carioca de 71; pergunte sua opinião sobre o árbitro José Marçal Filho, perseguido até o fim da carreira pelas diretorias do clube; pergunte a opinião deles sobre a Ana Paula; você constatará um sentimento imanente de ressentimento, uma revolta que precisa ser realimentada minuto a minuto pelos mais sórdidos e mesquinhos sentimento. Não tenha dúvida, Marcelo, à final da Taça Guanabara está reservado lugar de honra na mitologica galeria botafoguense da conspiração universal contra a conquista de glórias pelo clube da estrela solitária.

  19. João said

    O que está se fazendo com o Souza é tão grave quanto. Estão querendo incriminá-lo só por conta da simples comemoração de gol em que fez alusão aos chorões. A partir disso Souza pode ser chamado de mau-caráter, bandido, favelado, sem-noção, sujeito perigoso, quadrilheiro, colecionador de armas, pilantra, amigo de traficante, etc. Se for pra apelar assim, então vamos lembrar do episódio do estupro.

  20. Anísio FC said

    Grande comentário do Geraldo…
    Concordo com tudo e não gosto nada dessa eterna mania de víma do Botachoro…
    Mas, pela grandeza do Fla, a choradeira em relação ao roubo pró-Fla é uma contante entre todas as torcidas, a do Botachoro é mais, digamos, permanecente…

  21. João said

    Nessa história do choro o mais engraçado é relembrar que na final do carioca de 89, quando o Botafogo saiu da fila de 21 anos sem título, o gol do campeonato foi marcado com um claro empurrão do Maurício, ponta-direita, sobre o Leonardo, laleral-esquerdo, tempos depois admitido pelo próprio Maurício. Os botafoguenses, todos, se vangloriavam e riam desbragadamente justamente do modo como ganharam aquele campeonato, com o empurrãozinho. Se jactavam disso. Agora choram e se descabelam por conta de um simples 1º turno. Merecem a fama de chorões e o destino de sofredores.

  22. Anísio FC said

    Rubens…
    Claro que o Taffarel não tava nisso, mas por que foi que Taffarel mudou de “nome”, quando apareceu no Inter não era só Cláudio?

  23. Rubens Leme said

    Se ele não estava pq vc o citou? Não me lembro porque ele mudou para Taffarel mas não vejo relações entre as duas coisas.

  24. Anísio FC said

    João….
    Tem santista até hoje que nem suporta ouvir o nome do Márcio Rezende de Freitas.
    A falta de sensibilidade do Souza foi assustadora.
    E ele gosta de uma confusão, relembro também a cotovelada que deu no Tcheco do Grêmio, o cara gosta de uma bagunça!
    E esses adjetivos que você disse que usaram para o Souza tá parecendo choradeira…
    Então tá! Tadinho do Souza!

  25. Anísio FC said

    E pra que os flamenguistas não fiquem com paranóia, relembro que o Damato fez comentário parecido com o Thiago Neves no episódio do créu…

  26. Filemon said

    Credo, apanhei muito nesse post. Mas tudo bem, aceito as criticas e vou pensar um pouquinho mais antes de postar sobre o Fla. É claro que a paixão fala muito alto, confesso. E o Gustavo, com quem já discuti em outros tópicos, tem razão.

    Mas como rubro-negro incorrigível não consegui deixar de abrir um sorriso ao ver a foto do novo uniforme do Kashima. Viu lá, Marcelo? rsrs

  27. Rafael Pacheco said

    Sinto falta da época em que as provocações faziam parte do espetáculo e não se fazia tempestade por elas. Viola era o mestre das coreografias, algumas provocativas, e ao mesmo tempo era extremamente divertido. Mas a ranzinza FIFA tratou de proibí-las. À medida que sentiu-se desprestigiado pelo Botafogo, que creditou a derrota exclusivamente ao juiz, Souza está no seu direito de responder. E, convenhamos, não houve nada extraordinário em seu gesto que mereça repúdio. Por que não encarar essa provocação de uma forma divertida? Fala sério.

    E ninguém cala, esse jeito chato
    Choram os internautas
    Chora o Botafogo
    Chora o Damato

  28. Roney Rodrigues said

    O dia em que houver alguma boa-vontade desse blog em relação ao Flamengo saberemos que entramos no blog errado. A má-vontade é nítida desde os tempos de lancenet. Por essa razão, depois da troca de alguns emails onde esteve claro que o (antigo) blog não admitia a tendência, simplesmente deixei de lê-lo para evitar aborrecimentos. O começo deste novo blog me pareceu livre dos velhos ranços, mas agora vejo que foi uma impressão equivocada.

    Caro Roney, seja bem-vindo ao blog. Escreva sempre. Mas da próxima vez, por favor, tenha mais juízo. Para começar, eu jamais tive outro blog que não este. O Lancenet, por um período curto, publicou minhas colunas que, na época eram semanais. Outro ponto é que este post não é uma crítica ao Flamengo, pelo contrário. Uma das preocupações é que o clube não pague pela irresponsabilidade de um atleta. Se acha que a má vontade é com o Flamengo visite outros clubes, como Palmeiras, Santos, Corinthians, para ficar nos paulistas. Você está chegando agora e não tem obrigação de saber, mas eu não torço contra o sucesso de nenhum clube. Nunca.

  29. Lucas Dantas said

    Marcelo, o Souza só tem uma face: ruim, de marginal. Não estou nem entrando no mérito da comemoração dele, acho isso pequeno e que foi superdimensionado pela imprensa (que depois vem reclamar de jogadores-robôs e falta de provocação), mas do Souza num todo.

    Ele é atacante e basta um pequeno estudo para ver que a cada três jogos, ele fica fora do quarto por acúmulo de amarelos. Sempre arruma confusão – QUE DIABOS TINHA QUE IR BUSCAR A BOLA NO GOL DO ÍBSON? O Buááátafogo não tinha vantagem de empate, de nada adiantava correr. É uma besta.

    E quanto ao Túlio, concordo com o que li em algum lugar da web, não sei qual. No próximo Fla x Bebês, quando alguém fizer um gol e o Castillo estiver caído, deviam chegar e bicar a cara do goleiro. Depois virar pro Túlio e falar “isso é ética e respeito?”. Se bem que chutar a cara do Leandro não é tão grave assim.

    Você começou bem e terminou mal, Lucas. Não é porque alguém comete um erro que perde a moral para falar sobre tudo. E Buááátafogo, foi engraçado.

  30. nelson jr said

    Concordo Marcelo.
    é duro ver o camp.carioca e as suas figuras…créu pra lá créeu pra cá. Porque que os amigos desse idiota não lhe dão um cutucão, um ponta-pé por baixo da mesa, um beliscão? uma chamada de: pô cara se manca,menos”.
    Horror. Que falta faz um botão de eject, né?
    É por isso que existe fratricídio, mosamigos, é por isso.
    Chamem o Chico Anisio: Soiiiiiiiiiiiiiiza.

  31. Renato Verde said

    SOB A BATUTA DA VENUS PLATINADA
    A Globo e seus derivados vão bater nessa tecla até esgotar a paciência do mais tranquilo monge budista e isso é fato. A outrora defensora do respeito entre as torcidas adversárias, expurgando comportamentos agressivos dos torcedores como xingamentos e cantigas ofensivas, parece ter mudado de lado mais uma vez. Depois de morto e enterrado o 1o turno do atual Campeonato Carioca, ELA simplesmente FOMENTA por TODOS os meios de que dispõe a rivalidade (que se excede fora dos campos) que começa a tomar caminhos que ela mesma tanto condenou e isso tudo em nome de ÚNICA coisa: MEDO. Medo? Sim porque a sua frontal concorrente (cada vez mais presente na vida dela) está realmente disposta a desbancá-la nos números que se refere a AUDIÊNCIA e isso faz com que a VÊNUS PLATINADA trave uma luta desesperada contra a RECORD.

  32. Lucas Dantas said

    Eu sei, Marcelo. Foi proposital. Mas se liga que daqui a pouco alguém vai entrar na redação do seu jornal com notícias envolvendo o Souza, tiros na madrugada, ameaças físicas a torcedores, traficantes…. Não é suposição minha não. Aguarde.

    Que lista, Lucas! O Souza não pode ser tudo isso. E, se você sabe de algo, pode me procurar no meu e-mail.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: