Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

O bandeirinha agradece

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 28 fevereiro 2008

A nova postura de alguns técnicos nas partidas de ontem, ficando bem próximos aos bancos e não na beira do campo não é coincidência.

Com mais de quatro anos de atraso, a CBF finalmente determinou que os treinadores não podem ficar o tempo todo no limite da área técnica. Não precisam ficar sentados no banco de reservas, mas têm de ficar junto a eles.

Na partida contra o Cene, do banco mesmo, Vanderlei Luxemburgo gritou o tempo todo. Em certo momento falou tanto palavrão que a Band cortou o som de seu microfone.

84 Respostas to “O bandeirinha agradece”

  1. Rubens Leme said

    A Band deixou o microfone aberto e os dois treinadores berraram feito bodes.

    E esses berros estão começando a criar um movimento anti-luxemburgo no elenco…

    Rubens, eu tinha escrito Globo no post, mas agora me dei conta que foi a Band mesmo. Em certo momento, eles cortaram o som. Foi na hora em que ele estava “orientando” o Elder Granja. O Luxa passou do tradicional “caralho” (que fixação!) para uns “vai tomar no cu” e uns “puta que pariu, caralho”. Desse jeito, os jogos do Palmeiras terão que ser todos depois das 22 horas, hehehe. Falando sério, o Luxemburgo está extrapolando. Falar um palavrão ou outro, tudo bem, mas no caso dele está demais. Já que ele gosta de citar a Europa a torto e a direito, duvido que lá se tolerasse isso por um jogo que fosse.

  2. Rubens Leme said

    Lá, ele nem sequer levantava muito do banco…

  3. Rubens Leme said

    ô Marcelo, to com uma dúvida há tempos: vc sabe qual o critério para esse tempo técnico que ocorre nos segundos tempos no Paulistão? são em todos os jogos, apenas alguns? tá no regulamento?

    Rubens, o tempo técnico programado para a metade do segundo tempo foi um pedido do Sindicato dos Atletas Profissionais de São Paulo para os jogos realizados durante o horário de verão. Agora que ele acabou, os árbitros não são obrigados a interromper a partida.

  4. Emerson Figueiredo said

    Viva os palavrões e abaixo os microfones invasivos! Liberdade para que os técnico trabalharem como querem. Pô, vcs querem transformar o futebol em prática esportiva de normalistas?

    Emerson, liberdade e boa educação não são antônimos. A grande maioria dos técnicos não fala palavrão como o Luxemburgo. Se eu fosse presidente da CBF, sem sacanagem, baixava uma norma proibindo. Imagine o que aconteceria na NBA, onde os microfones estão sempre abertos, se alguém falasse 1% dos palavrões do Luxa? E isso tampouco é uma tradição brasileira. A maioria dos técnicos fala uma ínfima parte dos palavrões de Luxa. Até o Leão reduziu muito.

  5. Rubens Leme said

    que ele xingue a vontade mas sem microfones por perto. e na Europa os técnicos são “normalistas” e mesmo assim os times vencem. Aliás, acho que esses berros funcionam mais para a torcida – que vê o “professor trabalhar” – do que para os jogadores, já que eles pouco ouvem. Principalmente em estádios cheios.

  6. Anísio FC said

    EF, minha dúvida é se Luxa não grita tanto palavrão assim exatamente porque os microfones estão perto, pra parecer atuante, ativo…
    Tenho certeza, por exemplo, que se não tivesse sido expulso no fim de semana não teria dito que o coronel não gosta de críticas, que manda expulsar, etc…
    Mas a princípio me agrada mais a idéia do microfone não invasivo, mesmo porque a grande maioria dos técnicos não têm muito a dizer!

    O Luxa não é tão esperto, Anísio. Além disso, sua preocupação é o oposto, passar a imagem de uma pessoa muito educada.

  7. Emerson Figueiredo said

    Ele tem o direito de orientar seu time do jeito que quer. Se os microfones não querem captar palavrões, que sejam instalados a distância. A Europa não tem só normalista e não vence só por causa disto. Aliás, eles vencem e perdem. Normal.
    O que não pode é tornar o futebol algo chato, insípido e inodoro. Sem moralismos. Palavrão faz parte da emoção do momento. E não é só o Luxam que grita palavrões. Talvez ele seja o mais telantodo dos bocas-sujas.
    Os jogadores devem ouvir sim os recados do técnico. Já estive várias vezes dentro de gramados com estádios cheios e vi que os gritos do técnico chegavam, em sua maioria, aos jogadores.

  8. Anísio FC said

    E o time de ontem era uma cópia do time do Caio Jr., um 4-5-1, Edmundo fazia o papel de meio campo/atacante com o Caio Jr., as posições de cada um eram muito melhor definidas…
    Pro técnico mais caro do Brasil com, supostamente, o maior estafe do mundo, ainda é pouco.

  9. Emerson Figueiredo said

    E parem com esta mania de citar os europeus como paradigmas para tudo. Eles são chatos. Só têm bom futebol porque levam os latinos para lá. Na Espanha, só tem Barça e Real. Na França, só o Lyon. Na Itália, Juve, Inter e Milan. A Inglaterra ainda está melhor graças aos amigos do Kia e do Berezovsky. A Alemanha não emoção nem em final. E nós temos que imitar até o moralismo besta que alguns deles têm?

    O único alento é que nos vingamos mandando para lá o rei do antijogo Felipão.

    Emerson, até onde você vai chegar na sua admiração pelo Luxemburgo?, hehehe

  10. Emerson Figueiredo said

    Anisio,
    Me preocupa quando um técnico competente como Luxa é espezinhado frequentemente e um adepto do antijogo, defensor de botinada, como o Felipão é incensado. Luxa tem seus problemas extra-campo, mas eu me preocupo em ver o jogo bem praticado. Não observo as partidas com o olhar de delegado de polícia.
    Dê tempo para ele resolver. Neste ano, em São Paulo, só o Mano Menezes tem mostrado trabalho. O Leão teve sérios problemas no Santos; o Muricy não consegue acertar o São Paulo. E vcs cobram só do Luxa. Muricy, inclusive, fala palavrão até em entrevistas. Ou vcs não detectam o sutil “porra” ao final de algumas respostas?
    Lembre-se que o Telê foi chamado de romântico tolo, burro e ultrapassado durante quase uma década.

  11. Gustavo Oliveira said

    Anisio, deve ser pouco mesmo. Ainda ta faltando trazer o PC Gusmão pra ficar filmando os jogos.

  12. hugo said

    Falar nisso, que fim levou o PC Gusmão? Ele chegou a ser uma “revelação” durante um tempo, né?

  13. Anísio FC said

    EF, nem me importo tanto com os palavrões do Luxa, até rio, mas “sutil porra” é diferente dos palavrões do Luxa.
    E quanto ao Felipão, juro que não ligo, é pura provocação sua…
    Felipão era e é – pra continuar com o clima obsceno – FODA!

  14. Emerson Figueiredo said

    O Felipão não é provocação não. Eu não suporto este sujeito. Aliás, nem gosto de falar dele. Temos notícias de mandar jogador bater, cuspir, jogar bola extra em campo no ataque dos adversários, agredir jornalistas, jogadores etc. Imagine se fosse Luxa que cometesse um desses atos.
    Palavrão é palavrão, meu caro. Não existe meia grávida.

  15. JoaoBittar said

    EF,

    Concordo com vc. que o Mano eh o melhor que tah rolando por aqui no momento. Mas isso eh bem relativo.Gosto muitissimo do estilo ManoMenezes de trabalhar. Mano eh a resposta pra pergunta sobre o que mudou e tah rolando de bom no Timao.
    Mas convenhamos, sao coisas diferentes melhorar o Corinthians 07 e o SaoPaulo 07 . Partimos de bases extremamente opostas.

    “Extremamente opostas” é um superlativo e tanto, João, hehehe, mas, falando a sério, concordo contigo. Melhorar o Corinthians era uma moleza. Sem desmerecer quem estava lá, só a estabilização da situação administrativa já teria conseguido isso. Mas o Mano conseguiu mais do que simplesmente melhorar. Em dois meses, o time está irreconhecível. E desta vez, no bom sentido.
    O PVC me disse uma coisa com a qual concordo. É a primeira vez desde 2002 que o Corinthians tem uma equipe que joga como equipe. Mesmo em 2005, o que havia eram grandes jogadores, mas como time não funcionava muito bem e ainda cometia muitos erros grosseiros.
    A mudança mais impressionante é na defesa. Desde que o Parreira saiu, devem ter jogado naquela posição pelo menos uns 15 jogadores. E a defesa nunca fez mais do que uns dois ou três jogos seguidos bons.. Nunca passou confiança. Agora, o miolo defensivo, mesmo com gente que se conhece há menos de dois meses, parece que joga junto há um tempão. Quando um falha, sempre aparece o outro para consertar na hora.

  16. Gustavo Oliveira said

    Marcelo, tambem concordo com o PVC. E quanto a defesa, tem méritos do Mano mas tambem dos jogadores. O Chicão faz tempo me impressionava no Figueira (moro em Santa Catarina e acompanho um pouco mais de perto alguns jogadores). O Willian também sempre foi regular no gremio. São dois bons jogadores, muito acima do nível que andou por lá nos últimos 5 anos.

  17. Lucas Camargo said

    Emerson Figueiredo

    Concordo INTEIRAMENTE com vc, em relação ao Felipe Scolari; grosso quando jogador, grosseiro como técnico, amante da porrada, da cusparada e do anti-jogo. Ainda bem que os portugueses o levaram…

    Concordo inteiramente tb quanto ao complexo de vira-latas que muitos de nós, sul-americanos, temos em relação aos povos acima do equador. Aliás, foi por querer copiar os europeus que hoje temos esquemas de jogo do tipo 3/5/2, 3/6/1 e ainda vamos chegar (como diz o Zagallo) no 4/6/0!
    Em cometário em outro post, reclamei outro dia que dos cerca de 600 jogadores de primeira divisão que devemos ter no Brasil, nem 6 (!) sabem jogar pelas pontas….(Devo estar exagerando…hehehe)

    Quanto aos palavrões…tudo bem…Não vejo muita necessidade, acho até que a comunicação “educada” pode ser mais eficiente….mas não sou treinador e jogador de futebol não é freira de convento! Se o cara quer dizer palavrões, diga…as televisões que desliguem os microfones…

  18. Lucas said

    Bom, sobre o jogo (e chupando meu próprio blog, afinal é o que eu acho que ocorreu🙂 ):

    O juiz roubou um gol do Cienciano. Impedimento mandrake total e aliviaram o Flamengo de passar uma vergonha gigantesca no Maracanã.

    O presidente do clube ameaçou renunciar e acusou o juiz de participar do que chamou de “Esquema Petrobrás”.

    Ao que parece, a estatal quer comprar poços no Japão e utilizará o Flamengo como garoto-propaganda. Tá tudo comprado.

    Fla e River farão a final. Vai dar Flamengo porque a camisa do River é igual a de um certo time carioca.

    Por outro lado, o que foi aquele momento “Marcelo Negrão” do Vassallo dentro da área? Até o Mr. Magoo viu aquele pênalti.

    O que ninguém viu foi criança chorando no vestiário.

    O Flamengo não jogou nada. Foi uma junção de atuações individuais péssimas, culminando numa coletiva desastrosa.

    Léo Moura e Juan esqueceram como se jogava futebol. Laterais que só jogavam pelo meio e erraram todos os passes. Péssimos.

    Íbson foi outro que não jogou absolutamente nada. Inexplicavelmente ficou em campo até o fim.

    Souza comemorou seu gol zoando os botafoguenses. Okay, sadio. Mas depois não vem reclamar quando dançarem qualquer porcaria na frente da torcida do Flamengo.

    E o Bruno? Continua sendo, pra mim, o melhor do Brasil, ou pelo menos um dos 3 melhores. Mas que falha grotesca!! Jesus…

    Realmente, Joel é um bruxo. Tirou do seu caldeirão a solução para a vitória.

    Jônatas, Obina e Marcinho ficaram no banco combinando o gol da vitória. Entraram e não deu outra. Lançamento do Zidane do Nordeste, o Melhor que Eto’o matou no peito e o “ainda sem apelido” acabou com o jogo.

    Como disse um grande amigo meu, quem substitui bem, geralmente escalou mal.

    Três pontos, liderança e um pouco de calma. Dois erros de arbitragem e ninguém chorou. Mas para se manter nessa condição, o Flamengo precisa jogar muito mais. Ou apenas jogar futebol. Ontem, definitivamente, não jogou nada.

  19. Anísio FC said

    O Felipão é odiado por todos que não tiveram times dirigidos por ele.
    Falo de times, não de seleção.
    Os colorados, corinthianos e flamenguistas em particular não vão com a cara do cara mesmo e eu até tinha uma antipatia por ele na época em que era do Grêmio, que aos poucos foi desaparecendo e quando veio para o Palmeiras, o que já não era antipatia virou simpatia clara.

  20. Lucas said

    Eu acho o Felipão um técnico sensacional. Ganhou do Flamengo várias vezes, mas quem não ganhou? Ele é inteligente, conhece o futebol, motiva os jogadores e defende a camisa que o emprega como se fosse a única na vida. Gosto muito dele.

  21. Lucas said

    Além de não ter levado o Romário em 2002. Comprou a briga e venceu. Só que não precisou ficar lembrando disso depois. A história faz esse favor.

  22. Rubens Leme said

    Além disso, Felipão dava ótimas entrevistas e tinha brigas divertidas com os setoristas que o odiavam. Lembro de um do antigo Diário Popular que chegou ao treino com o pé engessado. Felipão não vacilou: “pois é, Murtosa, alguns além de não saberem nada de futebol e escreverem besteira, ainda se metem a jogar e se fazem mais merda ainda”.

    Uma das melhores entrevistas com ele foi quando falou por 10 minutos das pernas da Tina Turner. “queria ter uma dessas em casa. Mas minha esposa não poderia saber ou eu morria. E a Tina também.”

    Hilário.

  23. Lucas Camargo said

    Lucas no 1:17, 1:19, etc..

    Xará…Volto a sugerir o uso do sobrenome para evitar enganos…

    Atenciosamente,
    Lucas Camargo

  24. Rubens Leme said

    a questão do palavrão em si é que muitos jogadores ficam irritados com isso. Você pode dar uma bronca na boa e ocasionalmente um palavrão porque ninguém é de ferro. Mas a cada três palavras do Luxamburgo, ele enfia quatro xingamentos. Ao invés de ajudar os jogadores acabam enervando a todos…

    E não precisa ser Freud para entender a raiva do Emerson pelo Felipão… afinal as Libertadores de 99 e 2000 devem estar bem vivas na mente dele. Como o Marcelinho batia bem pênalti, não?

  25. emerson figueiredo said

    Eu fui muito objetivo e claro ao dizer pq não gosto do felipao.

  26. Gustavo Oliveira said

    Anisio, eu sou corintiano e não odeio o Felipão, pelo contrário, eu admiro sua capacidade de conduzir seus times até as vitórias.

  27. Onofri said

    Welll, “insípido, inodoro e chato”… Emerson Figueiredo. você quer transformar o futebor em água..? Aliás, nem precisa. O futebor já está chato para cacete…muito chato…mais que chato…
    Hummm, você está se doendo muito por conta do ataque ao “homem que não nasceu para perder”…
    A questão não é síndrome de cachorro pequeno ou algo assim. O fato é que os campeonatos europeus têm melhores jogadores e melhores jogos. Tem, é claro, jogos modorrentos, principalmente na Alemanha e Itália, mas na Inglaterra e Espanha temos ótimos jogos.
    Pra mim é tudo jogo de cena, essa berração e gesticulação dos técnicos. Não me lembro de ver o Rykard fazer isso. Ou o Ferguson… ou o Leão (eh eh eh )
    O Felipão, já disse aqui, não passa de um motivador, que às vezes consegue ganhar alguma coisa…Ops;;; O cara ganhou uma Copa do Mundo… Então, tá provado. É um ótimo motivador, coisa que o Parreira não soube ser…
    Figueiredo, você fica tão transtornado quando atacamos o luxa que daqui a pouco vai dizer que prefere cheiro de cavalo… eh eh eh

  28. Anísio FC said

    GO, claro que existem as exceções…
    Mas tive que teve Felipão como técnico adora o cara.
    Acho que nas últimas vezes que se pesquisou qual seria os melhores times de todos os tempos de Grêmio e Palmeiras, o Felipão ficou como o melhor técnico de todos os tempos dos dois times.

  29. mh said

    Entre xingar ou mandar descer botinada, prefiro os que xingam.
    Mas o fato de xingar, não torna o Luxa alguém digno de respeito.
    O Luxa tem que xingar carceireiro.

    Quem sabe me dizer qual o técnico que criou a famosa jogadinha da perna para cima para cavar faltas?

    Tenho colegas que apontam para Cilinho e Telê, dizendo que essa prática nasceu no Tricolor. Mas tenho dúvidas…

    Alguém sabe?

  30. Anísio FC said

    Ah! E Felipão mostrou muita grandeza com o Edílson, depois que brigou com o cara no ar, o convocou pra seleção.
    Prova de grandeza.
    O lado competitivo do Felipão várias vezes extrapolava, mas era fácil também perceber que era um cara assim, agitado, nervosão, passional e extremamente competivivo, esse lado competitivo muitas vezes se revertia a seu favor, mas podia também atrapalhá-lo, como no caso da agressão em Portugal! Acho a pena que ele recebeu tão injusta, de tão pequena, quando à do Taylor.
    Mas eu prefiro as grandes pessoas a grandes profissionais, acho que o profissa e o civil são indissociáveis, o homem é um só, acho que fdp na vida, fdp profissionalmente também…

  31. Gustavo Oliveira said

    Anisio, eu não tenho certeza que os corintianos que acham o Felipão bom técnico são minoria. Mesmo, com as dolorosas lembranças de 2000 e 1999 (ou até mesmo por isso), garanto que a maioria aprovaria uma eventual contratação dele. Logicamente, isso vale para os 5 anos pós Parreira, e não para hoje, já que estamos bem servidos com o Mano.

  32. mh said

    Gustavo, boa essa de “não para hoje”.

    Pois é comum bons técnicos iniciantes perderem emprego para velhas raposas.

    Como palmeirense, tou com p… com a demissão do ótimo Caio Júnior e a contratação do Carnavalesco.

  33. Anísio FC said

    Segundo o Juca Kfouri, dirigir o Corinthians não seria coisa boa para o Felipão, JK imagina que o técnico acabaria tendo uma síncope ou coisa parecida.
    De tanto que o homem é vibrante, com a vibração da massa corintiana a coisa só aumentaria e iria num nível impossível de controlar…

  34. Emerson Figueiredo said

    Onofri,
    Eu não fico bravo quando vcs xingam o Luxa. Me revolta essas unanimidades “inteligentes”: 1) Luxa é culpado por tudo que acontece no Brasil e nada nele é perdoável; 2) Felipão pode mandar bater, cuspir, praticar antijogo; nele, tudo é bonito; 3) RC é o melhor goleiro do Brasil e um grande praça; 4) Palavrão é proibido porque o Rykaard e o Fergunson não falam.
    Oras, ninguém aqui negou que o Felipão adota estratégias duvidosas, antijo, pancadaria. Só dizem que ele ganhou uma Copa. O Parreira também ganhou, oras. O Zagalo também. O Felipão só caminhou para o título após mudar a desastrada escalação do meio de campo no quarto jogo. Escutou as críticas, felizmente. Mas não teve humildade de reconhecer.
    Acho ironia legal. Mas as respostas devem ter algum conteúdo. Eu dou meus argumentos e explico minha posição. As respostas são as mesmas de qq palmeirense que foge da discussão: é pq o Corinthians perdeu em 2000…. Poderiam, pelo menos, ser originais. Na verdade, deveriam discutir seriamente e assumir: “ele pratica antijogo, mas eu gosto dele”.
    Não defendo Luxa. Ataco a unanimidade burra e persistente.

  35. Emerson Figueiredo said

    Completando: assino embaixo de muitas críticas feitas aqui contra o Luxa. Mas me sindo impedido de concordar antes de registrar protesto contra este comportamento de inquisição contra o Luxa e a postura Márcia de Windsor para RC, Felipão e outros bichos.

    Emerson, quem faz isso? O que o RC leva de pau nesse blog. E, como todos, tem seus defensores. Isso se chama debate democrático.

  36. mh said

    Marcelo, peço licença para retomar um assunto de outro dia com o Emerson Figueiredo e o João Bittar.
    Emerson, João, encontrei uma matéria que fala sobre um cruzeiro dos republicanos estados-unidenses.
    Sobre os personagens retratados na matéria, o Emerson acerta quando diz: povinho medíocre.
    Bittar, essa voz é a voz da Condy?
    A matéria está aqui: http://diplo.uol.com.br/imprima2200

    Abraços

  37. Anísio FC said

    O Felipão é menos unanimidade que o Luxa…
    Eu acho que sou original quando não gosto do Luxemburgo, toda a imprensa baba ovo, a torcida do Palmeiras em seus diversos sites gostam…
    Quase toda carta publicada no Lance! que reclama do Luxa é mandada por mim!!!
    Nos sites especializados em Palmeiras chamam torcedores como eu de Hardy, eles parecem o Lippy, no fim do desenho o Hardy sempre tá certo!
    “Oh céus! Oh vida! Oh azar!”

    O Luxa, unanimidade, Anísio? Neste blog, certamente não, hehehe.

  38. Onofri said

    Hummm, Emerson Figueiredo, é esgano seu. Eu detesto o Rogério Cena, já escrevi várias vezes contra esse mané aqui. Acho esse bom moço falso e não tão bom assim. Se ele não fizesse goles de falta morreria esquecido… eh eh eh
    Para mim o Felipão é um treineiro normal. É outro que adora fazer caretas e gestos na beira do campo. Na final da Eurocopa passada não conseguiu fazer um golzinho na Grécia antiga… E agora, mesmo tendo um Cristiano Magronaldo no time, vai aos trancos e barrancos.
    E quanto ao Luxa, weel, não posso me queixar muito dele. Afinal estava no comando do Glorioso nos últimos três títulos levantados com toda justiça, honra e glória… Mas ele perdeu a mão. Os negócios extra-campo estão acabando com o Luxa técnico…
    Enfim… vamos levando e debatendo nos blogs da vida….

  39. Emerson Figueiredo said

    Onofri e Anisio,
    Não estava me referindo especificamente a vcs no comentário sobre a unanimidade. Mas acho que vale nesses blogs fazer um pouco de advogado do diabo, provocar a reflexão. Mesmo que seja para que os outros reforcem suas convicções.

  40. Emerson Figueiredo said

    Marcelo,
    Não há como negar que este é o espírito geral de muitos comentários.

  41. Emerson Figueiredo said

    MH
    Este passeio daria um ótimo roteiro para um filme de horror

  42. Rubens Leme said

    Confesso, Emerson, que prefiro a Libertadores de 99 quando eliminamos um certo rival que tinha um uísque paraguaio na zaga e um peladão na cabeça de área.

  43. Gustavo Oliveira said

    Eu acho engraçado quando criticam o Felipão por não ter ganho da Grécia, como se ele tivesse perdido a vaga na copa para o lanterna do grupo. Caraca galera ele perdeu na final. Beleza, era a Grécia sem tradição e que não virou nada depois. Mas naquele campeonato ninguém conseguiu superar a Grécia. Nem Italia, nem Alemanha, nem Holanda, nem Portugal, e eles foram campeões. Ser vice da Eurocopa dirigindo Portugal e mérito, não demérito.
    E se a gente for ficar se apegando em resultados nenhum técnico vai ser bom o suficiente. Todos os grandes já tiveram derrotas, ninguém ganha sempre. Daqui a pouco aparece pra falar que o Tele não era de nada porque perdeu duas copas, ou que se o Rinus Michel não quisesse ficar inventando moda com esse tal de carrossel a Holanda tinha ganho duas copas.
    Ele ganhou a copa de 2002, vencendo todos os jogos, fazendo o Brasil jogar o melhor futebol em copas desde 82. Colecionou títulos pelo Gremio e Palmeiras, onde grande parte da torcida o tem como ídolo. Portugal sobre o seu comando chegou onde jamais tinha chegado. Deu o único título nacional de uma equipe Catarinense (copa do brasil para o Criciuma). Se não me engano é o técnico recordista de invencibilidade em copas do mundo. Na boa se isso não são argumentos para considerá-lo entre os melhores técnicos do Brasil e até do mundo, então não sei o que pode credenciar alguem a fazer parte desse grupo.
    Sim Emerson, ele jogou uma vez uma bola no campo para parar o ataque adversário, o que é errado. Sim ele agrediu um jogador, e brigou com jornalistas, mais errado ainda. Que seja punido quando fizer coisas erradas, mas nenhuma delas o torna menos vencedor.
    Sobre o fato de se afirmar que o time dele é violento eu ouvi recentemente um argumento (acha que foi do Juca Kfouri), que joga isso por terra. Sabe quantos jogadores sairam de campo machucados gravemente (que necessitasse cirurgia, ou um tempo afastado) nos jogos contra o gremio do Felipão? Nenhum.
    Sem mais.

  44. mh said

    Emerson,
    Não é impressionante? Cada coisa….

    Rubens, já que o assunto é Libertadores, vamos falar do Galeano, o mais dedicado volante do nosso Verdão?
    Ele não é demais? Passa uma carreira fazendo M…, e contra times pequenos, ele cresce, faz gols históricos, como foi aquele 3 a 2, né…

    :))

  45. Rubens Leme said

    Galeano é Deus, MH. e isso está vindo da boca de um ateu juramentado, Graças a Deus!

  46. Emerson Figueiredo said

    Gustavo,
    Não precisa matar para ser violento. Se o Juca escreveu isto está com uma visão equivocada.
    Títulos não apagam atitudes que contrariam o espírito esportivo. Eu acho que o mau exemplo das atitudes do Felipão superam a contribuição que ele possa ter dado ao futebol.
    Ele errou a escalação da seleção nos quatro primeiros jogos da Copa. Todos viram isto. A crítica apontava diariamente. Nestas partidas, ganhamos roubado de Turquia e Bélgica, complicamos um jogo fácil contra a Costa Rica e não tivemos problemas contra a Inglaterra. Quando ele colocou o Kléberson no lugar do Juninho (atendendo a um monte de apelos da torcida e dos comentaristas) o time melhorou. Ele ganhou o título e bradou que venceu os críticos. Se fosse humilde e estivesse com a honestidade apurada naquele momento, diria: “eu ouvi os críticos e agradeços os conselhos”. Mas seria pedir grandeza demais, né?
    Luxemburgo indicou uns 10 jogadores para a Parmalat. Felipão deve ter chegado a uns 40, contando os inesquecíveis Rivarola e Arílson. Dos que indicou, apenas Paulo Nunes e Arce vingaram. Se eu estiver errado, me corrijam.

  47. mh said

    Godleano!

  48. Rubens Leme said

    Ele indicou o Oseas também. Pediu a volta do César Sampaio. Alex chegou dois meses dele aportar no Palmeiras. Euller foi indicação dele, fez bons jogos. Implorou pela volta do Zinho quando Djalminha foi pra Espanha.

    Roque Júnior era apenas Roque II quando chegou em 96. Com ele virou Roque Jr e colocou Cléber e Jr. Baiano no banco várias vezes. E muitos que ele não indicou, ele transformou em bons jogadores. Até o Pena ele fez jogar um bom Paulista, Rio-SP e Libertadores.

    Chega ou quer mais????

    E muito boa essa, MH…

  49. Rubens Leme said

    Com todo respeito e estou sendo sério, Emerson, acho que você devia se ater apenas ao seu time, porque quando fala do Palmeiras é um desastre completo…

  50. mh said

    O Felipão fazia milagre no Palmeiras. Ganhou títulos que o time não merecia pela qualidade do futebol. Ficou no clube mais de dois anos (quase três??).
    O Luxa, com elenco de estrelas tomou aquele sabugo histórico do São Paulo.
    Aí sai, pega indenização, aí volta por um baita salário, aí briga com os bons jogadores, aí o time cai, aí ele é demitido e pega uma baita indenização. Aí volta por um baita salário. Aí barra o craque só pra ser fotografado. Aí o time sifu e ele é demitido por uma boa indenização. Aí ele volta… Mas ele só é assim porque tem dirigente trouxa que ainda o contrata.

  51. Rubens Leme said

    E como bem lembrou o Marcelo, Scolari é o único treinador que jamais foi demitido de um clube ou seleção. Ele ficou 35 meses no Palmeiras e poderia ficar mais 35 se quisesse.

    Ensinou o Palmeiras a jogar mata-mata e ganhou dessa maneira Copa do Brasil, Libertadores e Mercosul.

    E não foi só craque que ele teve. A Parmalat trouxe bondes como Júnior Tuchê, disparado o pior zagueiro que já vi, os desconhecidos Edmílson e Almir (não o que jogou no Santos e SP, embora ele tenha vindo depois) do Japão, promoveu Paulo Assunção, Rodrigo Taddei e outras coisas inomináveis, porque não tinha mais como contratar. E todos esses jogaram razoavelmente, tanto que alguns foram vendidos pro exterior.

    Ele teve, sim, o elenco mais caro da era Parmalat para Libertadores de 99, mas não custa lembrar que em janeiro ganhou o Rio-SP sem Evair, Zinho, Asprilla, Cléber, Oseas, Paulo Nunes, Jr. Baiano… foi campeão tendo Euller e Pena na frente e enfiando 4×0 no Vasco de Romário, Edmundo e Juninho Pernambucano na final. E tudo isso porque ele era muito ruim. Imagine se fosse bom!

    É cada um que aparece…

  52. Emerson Figueiredo said

    Rubens
    Eu falo sobre qualquer time. Até do Palmeiras, pelo qual não nutro nenhuma simpatia. Eu me lembrava de Paulo Nunes e Arce. E pedi que me corrigissem se fosse o caso. Vc lembrou mais uma meia dúzia. Jogadores que qq técnico pediria se tivesse o apoio da parceria. Ele contratou uns quarenta para aproveitar só esses? Acho pouco.
    Quando chegou ao Corinthians, em 1998, Luxa indicou Gamarra, Ricardinho e Vampeta. Recuou Rincón e formou um dos melhores times do Brasil das últimas décadas.

  53. Rubens Leme said

    Correção: Asprilla ainda estava nessa época…

  54. Rubens Leme said

    Falar você fala. O problema é a qualidade do que fala… mas não vou começar nova discussão com você ou o Marcelo virá novamente puxar minha orelha…

  55. Emerson Figueiredo said

    Ele teve quem pediu. E se vieram grossos, foi com o consentimento dele. Acho que ele prejudica mais do que ajuda o futebol. É simples assim.

  56. Anísio FC said

    Só peço que o EF tenha a mesma condescendência qcom o Felipão que tem com o Luxa.
    E pergunto: EF, você era tão condescendente com o Luxa antes dele dirigir o Corinthians?

  57. Gustavo Oliveira said

    “A Parmalat trouxe bondes como Júnior Tuchê, disparado o pior zagueiro que já vi”… Acho que o Rubens ta te provocando Marcelo, hehehe

  58. Gustavo Oliveira said

    Emerson, em matéria de “ter quem pediu”, e quantidade de grossos, é dificil superar o Santos do Luxa hein… Só do ADAP acho que veio e foi um time todo.

  59. Onofri said

    Tá bom!
    O Big Filip é um gênio. Estou convencido disso, mas que a Grecia era medonha era. Não importa se ninguém teve competência de ganhar dela. Isso não justifica o fato de Portugal não ter feito nenhum gole neles…
    Depois, quem manda lá mesmo é o Murtosa… eh eh eh

  60. emerson figueiredo said

    Anisio,
    Não sou condescendente com o Luxa. Reconheço seus problemas, muito mais graves que muitas críticas feitas aqui. Minhas reservas em relação ao felipao foram colocadas de forma direta aqui. A maior parte não contestada.

  61. Rubens Leme said

    provocando, como Gustavo? ninguém foi pior que Júnior Tuchê. acho que nem o Baré. ele era simplesmente desesperador. certa vez, Felipão escalou ele, o Agnaldo e um outro, que agora não me recordo, num 3-5-2 que quase me levou ao hospital.

    Nunca entendi como veio pro Palmeiras… perguntei isso pro Lapolla mas ele saiu pela tangente.

    Comparado ao Baré, o Júnior Tuchê era um Luís Pereira, Rubens. A tese da impossibilidade de haver alguém pior que o Baré já foi demonstrada por alguns dos maiores matemáticos da história, como Euclides e Poincaré, que demonstraram a existência do limiar da ruindade absoluta (o nome em inglês eu não me lembro, mas a sigla é B.A.R.E). Não venha tentar abalar uma das poucas convicções que me restam. Se o Bush exibisse as atuações do Baré no Afeganistão, o talibã se renderia, hehehe. Baré, se você estiver lendo isso, me desculpe, nem você merece essa malcriação, hehehe

  62. Gustavo Oliveira said

    Hmmm Rubens, pecado mortal! Você ousou dizer que alguém foi pior que o pior de todos os tempos em todas as Galaxias, e em todos os planos do universo. Aguardo ansiosamente a resposta do dono do blog. Antes que me entendam mal, é brincadeira tá Marcelo, eu sei que você é democrático.

    Para tudo na vida tem limite, Gustavo. Com quem quer tirar o Baré do seu lugar de merecimento eu não transijo, hehehe. O Baré superou o Lindóia, ponta do Corinthians dos anos 70, que conseguiu provocar reversão de cobrança de lateral três vezes e driblar para fora do campo outras tantas, tudo no mesmo jogo.

  63. emerson figueiredo said

    Gustavo,
    O Luxa também já cometeu muitos erros. Quando critico o felipão não significa que estou elogiando o Luxa.os dois têm problemas sérios. Mas o Luxa é mais técnico em minha opinião. Se está em fase ruim é outra questão.

  64. hugo said

    Gustavo Oliveira, ADAP não, Iraty (PR). Mas nesse caso ele não pediu seriamente… com certeza tinha rolo no meio.

  65. Rubens Leme said

    Marcelo, Luís Pereira não. Já já alguém se lembra de um certo paraguaio e começa tudo de novo. Compare ele ao Beckenbauer, ao Baresi, mas ao eterno Chevrolet, não!

    HAHAHAHAHAHAHAHHA, Rubens. Me desculpe, retiro o que disse.

  66. Rica said

    Fiquei sabendo que o Baré virou empresário de jogadores.

    Não é possível, Rica. Deus não permitiria uma coisa assim.

  67. Anísio FC said

    Torço pra que o Baré, que deve ser corintiano, coloque no seu time de coração um zagueiro que jogue tão bem quanto ele jogava…

    O Baré deve estar feliz em alguma outra profissão e não deve ser incomodado, Anísio.

  68. Emerson Figueiredo said

    Não tem jeito, Anísio. O Corinthians tem hoje a melhor dupla de zagueiros do Brasil: Chicão e William. Só o Flamengo, com Fábio Luciano e Rodrigo (que se machucou), tem uma dupla parecida.

    Emerson, se isso for verdade, é melhor acabar com o futebol brasileiro e nos dedicar a peteca. Não é possível que dois zagueiros de medianos a bons com um entrosamento de um mês formem a melhor dupla do Brasil. O que o Corinthians tem de especial é o posicionamento de todo o sistema defensivo. O Mano não chega a ser um retranqueiro, mas é óbvio que jogou a maior parte do ano mais preocupado em não tomar gols do que em fazê-los. O Corinthians joga com três volantes. Ele mesmo diz que tomou essa decisão por que é mais fácil acertar a defesa do que o ataque. Jogador por jogador, a dupla do Flamengo, mesmo com Ronaldo Angelim, é bem melhor. E o melhor zagueiro do Brasil, disparado, é o Miranda.

  69. Rica said

    Concordo que o Chicão é um bom e seguro zagueiro, agora esse William é meio trapalhão, típico zagueiro entrega ouro. Acompanhei alguns jogos dele no Grêmio e não me agradou muito.

  70. Anísio FC said

    Acho que o 3° zagueiro a quem o Rubens se referia era o Roque Jr.
    E o Jr. Tchê é cria do meu time da minha terra, o Vitória, num jogo contra o São Paulo pela Copa do Brasil em que o Vitória venceu o SPFC no Barradão em 97, Tuchê deu um tapão do Rogério, não o Ceni, mas o Pinheiro que veio do Botafogo pra cá, o técnico do SPFC era o Muricy.
    Os sãopaulinos estavam doidos pra vingar aquela besteira quando o Vitória veio pra jogar aqui, mas o jogo acabou 2 x 2 e o Vitória se classificou…
    Pouco depois disso que o Jr. Tchê veio pro Palmeiras.

  71. Anísio FC said

    Eu tô bem cabreiro com o Chicão, acho que o que ele fez com o Coelho foi trairagem pesada! Demagogia pra ganhar a intolerante torcida corintiana que sempre enchia o saco do Coelho, um claro bom jogador.
    Mas é bom jogador sim…

    Que trairagem, Anísio?

  72. Rubens Leme said

    Marcelo, não sei se isso procede mas a folha salarial do Corinthians é maior do que a do Palmeiras, apesar do meu time ter crescido em 40% esse ano…

    http://www.estadao.com.br/esportes/not_esp132375,0.htm

    Com a nova comissão técnica e reforços badalados, a folha salarial do Palmeiras aumentou 40% em relação ao ano passado, mas ainda assim é R$ 200 mil mais barata que a do Corinthians – R$ 2,5 milhões do clube alvinegro, contra R$ 2,3 milhões do alviverde. A explicação para isso é que o Palmeiras se livrou, no final da temporada passada, de pelo menos dez jogadores que custavam muito e rendiam pouco, como Claudecir, Daniel e Muñoz.

    Mesmo assim, ainda tem de pagar R$ 70 mil a Marcelo Costa e mais de R$ 100 mil a Dininho – salários maiores que os de Elder Granja, Henrique, Lenny, Kléber, Léo Lima, Alex Mineiro, Jorge Preá e Denílson, todos contratados este ano.

    Essa é uma informação muito interessante, Rubens, mas é preciso ver de onde vem a informação. Com a dívida que tem, o Corinthians não deveria ter uma folha deste tamanho – ainda que tenha uma arrecadação maior do que a do Palmeiras.

  73. Rubens Leme said

    Tb achei interessante pq esse ano a comissão técnica consome 1 milhão mensais e Marcos mais 270 mil. Ou seja, sem eles a folha do Palmeiras cairia para 1 mihão apenas por mês.

    Mas é fato que o Palmeiras gastava demais com jogadores parados. Escrevi nesse blog bem no começo sobre Muñoz, que quando quebrou a perna não apenas teve o contrato extendido, como ganhou aumento!, indo para 100 mil mensais. E isso me faz lembrar do grande meia Jorginho, que quebrou a perna num treino da seleção brasileira no final de 85 e perdeu a Copa como teve que assinar a renovação de contrato por um valor muito abaixo do que queria.

    Coisas do futebol…

  74. Emerson Figueiredo said

    Não acho que Chicão e William sejam apenas medianos. No Brasil, apenas Miranda e Fábio Luciano se sobreessaem. Mas eu falei de duplas. E ac ho que o Corinthians tem, ao lado do Flamengo, uma das melhores.

  75. Gustavo Oliveira said

    Marcelo, parece que o Baré é empresário de jogadores mesmo (ou era em 2004). Pelo menos é o que esta no “que fim levou” do Milton Neves.

    A propósito, lá também tem a seguinte passagem: “Apesar de ser visto com desconfiança por parte da torcida, Baré chegou a fazer boas partidas com a camisa corintiana. “Ele anulou o Ronaldinho em um jogo contra o Cruzeiro, no Pacaembu, em 93. Foi o melhor em campo”, conta o volante Zé Elias.”

    Ah, esses hereges…

  76. Anísio FC said

    Luxemburgo é um “pornofônico”, mas que um pornográfico!
    Duvido que ele saiba escrever ao menos dez dos 338.750 palavrões que fala durante o jogo…
    E quem também não gosta do Felipão além do EF é o Lucas Camargo…
    O LC é flamenguista, acho que no lugar dele eu também não gostaria, lembro bem de um tapa na oreia que o Felipão, ainda no Grêmio, deu no Luxa, então no Fla.
    O Bussunda levou essa mágoa consigo, lembro de um lendário Cartão Verde em que o Bussunda participou e era antes de um Grêmio x Fla por uma Copa do Brasil, no programa o Bussunda derramou “um pote até aqui de mágoas” e só deve ter piorado, durante a semana o Grêmio desclassificou o Fla, a mágoa seguiu durante sua carreira, tanto que no Casseta as porradas no Felipão – Pré-Escolari!🙂 – eram constantes.

  77. Emerson Figueiredo said

    Anisio,
    Você não acha possível que alguém tenha uma opinião sobre um personagem do futebol sem estar apenas ligado a resultados de seu time? Até agora, vi aqui insinuações de mágoas clubísticas e contagem de títulos, mas nenhum argumento contra as afirmações comprovadas de atitudes condenáveis do Felipão.

  78. Rubens Leme said

    E quem disse que ele é santo, Emerson? você me lembra aquela personagem de uma musica da Blitz, a Mariposa Apaixonada de Guadalupe. Acho que o Felipão é seu Arlindo Orlando, que vc um dia espera que volte ao Brasil pra treinar seu time de coração, para que possa dar vazão a seu amor não correspondido.

    Cara, vc é um tédio! Espero que eu nunca tenha lido uma linha que vc escreve ou editou…

  79. Emerson Figueiredo said

    Rubens
    Blitz não faz parte de meu repertório musical, por isso não entendi a referência. Não se preocupe também em explicar.

    Não existe amor não correspondido entre mim e o Felipão. Existe uma condenação explícita que faço a seus métodos. E, posso garantir, correspondida, já que ele sempre faz questão de tomar atitudes que reforçam esta condenação.

    Lamento que vc me ache um tédio. Mas não vou retrucar. Não formei opinião sobre você, e acho que não é esta a proposta de minha participação neste blog.

  80. Rubens Leme said

    Pois ouça então esse “crássico”. Quem sabe você aprender a mudar de disco (em todos os sentidos…).

  81. Emerson Figueiredo said

    hahahaha difícil……

  82. Anísio FC said

    EF, sem purismos, né!!!
    É claro que eu não gostava de várias atitudes do Felipão e nem retruquei por que não dá e não argumento contra isso. Eu gosto do Felipão do jeito que o Felipão é! Nas suas grossuras e nas suas paixões…
    Talvez eu conteste o papo do antijogo, afinal suas maiores e melhores vitórias pelo Palmeiras foram com belíssimos “prójogo” e é óbvio que o sobressai da gente quando se fala de futebol é o clubismo! Ninguém aqui é casto nesse papo e eu já disse que até não gostava muito do Felipão no Grêmio, só comecei a simpatizar com ele depois que saiu de lá e foi treinar um time no Japão, no Grêmio o cara cansou de dar pau no Palmeiras e no Luxa…
    E nem mudo meu argumento se aparecer um palmeirense ou gremista dizendo que não gosta do Felipão!

  83. Emerson Figueiredo said

    Tudo bem, Anísio. Mas imagine se fosse o Luxa que fizesse os absurdos que o Felipão faz em nome da competitividade?

  84. Anísio FC said

    Luxa faz pior e Luxa já dirigiu meu time bem, já ganhou títulos e nem por isso eu já digeri o cara!
    Felipão é espontâneo e até engraçado nas filhodaputices. Conheço poucos técnicos que sejam tão no limite do banditismo quanto é o Luxa.

    Gostei na sua análise, Anísio, e ela foi engraçada também

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: