Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

“No dia 18, o Corinthians vai mudar”

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 29 fevereiro 2008

Por Domingos Neto

Nesta quinta feira foi definida junto ao Cori e o Presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians, sr Carlos Senger, a data da reunião que vai definir o novo estatuto do S.C. Corinthians Paulista.

Será no dia 18 de março , com votação aberta e com alguns pontos a serem discutidos como a eleição direta (voto do associado) ou indireta (voto dos conselheiros) para presidente do clube, quantidade de conselheiros e algumas outras questões que devem ser definidas nesta data.

Foi discutido também se a decisão do Conselho sobre o estatuto deverá ser submetida à assembléia geral de sócios. O conselheiro e vice-presidente do Conselho , sr Alexandre Husni , é um dos defensores de que o conselho é quem deve decidir e não os associados do clube através da assembléia.

Mas essa questão também deve ser decidida no conselho em votação , apesar de que já existe o interesse de alguns conselheiros, caso seja aprovado o estatuto da eleição indireta, de até entrar na Justiça fazendo valer o que foi decidido no conselho .

Minha opinião : Além de ser a favor da eleição direta para presidente e ser a favor da democracia no clube , acho que caso o conselho aprove a eleição indireta, com certeza deve ter assembléia geral para o associado que é contribuinte do clube, mais que certos conselheiros que ganharam carteirinha de vitálicio e título remido da gestão anterior e pouco frequentam as dependencias do PSJ.

O associado precisa ser consultado e para isso deve ter a assembléia geral , seja qual o estatuto aprovado pelo conselho .

Texto originalmente postado em http://donineto.wordpress.com.

Caro Domingos, Minha opinião é a mesma que a sua. Sou a favor do máximo de democracia e completamente contra qualquer tipo de sócio remido – exceto em dois casos, pessoas de reconhecida e duradoura contribuição ao clube e pessoas que tenham feito doações substanciais, bem acima do que pagariam como sócias até o fim da vida.

Como os sócios remidos têm direito adquirido, defendo que a diretoria deveria conversar com cada um para que eles voltassem à situação de sócio contribuinte -e sendo ressarcidos, claro, do que pagaram a mais por esse título.

3 Respostas to ““No dia 18, o Corinthians vai mudar””

  1. Emerson Figueiredo said

    Boas notícias para nós, corintianos. Acho que a Democracia deve ser total. Mas vejo também a possibilidade de se discutir uma preocupação que muitos especialistas em futebol já têm: a necessidade de separação entre o time de futebol e o clube social. O associado nem sempre nutre simpatia pelo time. Muitos são sócios por causa da comodidade de morar perto do clube e pelas qualidades das instalações. Não são torcedores do time, e muitas vezes reclamam que o futebol tira dinheiro do social.

    Esta discussão foi travada no clube em 1985, quando se enfrentaram Roberto Pasqua e Adilson Monteiro Alves. O primeiro tinha um discurso voltado aos sócios, às picinas, saunas etc. Adilson era ligado ao futebol, onde desenvolvia naquela época um brilhante trabalho de modernização.

    Ganhou Pasqua. O time, milionário à época, foi desmontado e o clube ganhou toboágua, piscina com ondas etc. Não dá para dizer que ele estava errado. Pasqua atendeu a pedidos dos sócios.

    Por isso, acho que em breve o Corinthians deveria iniciar a discussão de separar de forma empresarial a administração do departamento de futebol as áreas sociais.

    Emerson, concordo totalmente contigo. Acho que isso deveria acontecer em todos os clubes. O clube social e o clube de futebol têm objetivos completamente diferentes. Eu só até a favor de tratar o clube social como se fosse uma academia, voltado 75% para a prática esportiva, com um pouco de atividades comunitárias.

  2. Anísio FC said

    Parabéns ao Corinthians.
    Medida invejável.
    O time da baixada e o do Parque Antarctica, mesmo com ditatoriais gestões recentes – no caso do Santos presente – bem que poderiam seguir por esse caminho.
    No caso do Santos seria um tantinho mais difícil, mas na saída do atual presidente bem que poderiam pensar am algo parecido.

  3. JoaoBittar said

    Parabens pro Corinthians mesmo.
    Democracia e Participacao nos clubes, alem de contribuir, agrega valores duradouros e capitaliza a paixao da massa.

    Saopaulinos, Palmeirenses e Santistas sofrem a ausencia e choram a perda de Dualib! hehehehe…

    Se está com tanta saudade, hehehe, João, pode ficar com ele.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: