Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Um passo de ganso

Posted by Marcelo Damato em sábado, 1 março 2008

O Internacional levou 99 anos para chegar a 53 mil sócios. Em apenas um pretende agregar mais 47 mil e chegar a 100 mil. Quer fazer isso até dezembro. Faltam dez meses. Precisariam ser 4,7 mil filiações por mês, praticamente 190 por dia*, todos os dias, tirando os domingos.

Outra questão é que os sócios têm direitos de preferência na compra de ingresssos. Como ficarão esses direitos se haverá muito mais sócios do que lugares no estádio? Parece complicado.

Outra ação que parece polêmica é a produção de um DVD sobre a conquista da Copa de Dubai. O filme, que contará as vitórias do Inter sobre Stuttgart e Inter, de Milão, começará a ser produzido pela Casa de Cinema de Porto Alegre. O lançamento está previsto para maio.

O Inter fez um DVD sobre o Mundial, agora faz outro sobre um torneio de inverno: dois pesos, uma medida.

* texto corrigido

12 Respostas to “Um passo de ganso”

  1. Emerson Figueiredo said

    O Inter deveria é fazer um DVD daquele jogo estranhíssimo o contra o Goiás.

    E por que não daquele contra o nosso Corinthians, Emerson?

  2. Ricardo said

    Tenho um amigo lá do Sul que me ligou dizendo que eles são bicampeões mundiais, ainda tirou saro dizendo: – Já que os times que ganharam a Toyota Cup se consideram campeões nós também vamos nos considerar. Mais q ele se esqueceu de um detalhe, os time que participaram da Toyota Cup só chegaram lá porque ganharam uma Libertadores, e não por serem convidados.
    Acredito eu que a diretoria do Inter esta querendo atrair futuros sócios do interior, dando-lhes benefícios na compra de produtos oficiais e na organização de caravanas ruma a capital.

    Meu caro Emerson F., você não vai entrar na turma do Gebran que ficou chorando que nem um cão perdido culpando um monte gente, o Inter não tem nada a ver com isso.

    Apoiado, Ricardo, o Corinthians caiu por suas pernas. E considerar a Copa Dubai é um absurdo. Não imaginei que alguém pensasse isso…

  3. Rica said

    Tilt ou aqui ou aí?

    Acho que aqui, Rica. Num certo momento da tarde, o wordpress ficou fora do ar, manutenção nos equipamentos.

  4. Davi Matias said

    Não houve nada estranho no jogo contra o Goiás. Agora caso entendas algo estranho nesse jogo, caro Emerson, também deves indicar ainda mais estranheza, na mesma rodada, no segundo tempo do jogo do Olímpico onde o Grêmio não fez nenhuma questão de derrotar o Corinthians. Não custa lembrar que segundo Antonio Carlos Zago já havia negociações do clube rebaixado com Mano Menezes na época técnico do tricolor.

    O cálculo está errado, Marcelo. O Inter já tem um pouco mais de 54 mil sócios, portanto arredondando para baixo faltam 46 mil. São necessários cerca de 3600 filiações nos próximos 13 meses até a data do centenário do clube. Ainda assim um número difícil de ser alcançado, mas qual o problema dessa ambição não é mesmo? Enquanto a ambição é em benefício do clube só vejo lado positivo.

    E é bom esclarecer que houve o acréscimo de 40 mil sócios nos últimos 3 ou 4 anos sendo que 2006 entrou na casa dos 30 mil sócios. Portanto a arregimentação de sócios tornou-se diferenciada num curto espaço de tempo por uma nova visão do clube nessa área.

    Quanto ao DVD também não vejo maiores problemas. Isso é marketing. Isso retorna como lucro ao clube. Existe público para a compra desse dvd, não existe? Então já deveria ter sido lançado. Correto também será lançar um dvd com a conquista do Gauchão caso ocorra nesse ano ou qualquer outro título. O São Paulo não lançou quadros com o gramado do Morumbi, porque o colorado não pode lançar um dvd com uma conquista de um torneio amistoso com vitórias sobre o campeão alemão e italiano???

    Em primeiro lugar, Davi, fiz um erro feio de matemática, dividindo os 100 mil e não os 47 mil. Obrigado pelo aviso. Mas a diretoria do Inter afirmou que quer chegar a 100 mil no início do ano do centenário e não ao próprio. Então não faltam 13 meses, mas dez. É claro que o Inter arregimentou mais sócios no último ano. Mas ele fez isso dando como vantagem a compra de ingressos. Como irá fazer com os próximos, se a própria diretoria anterior, da qual o presidente faz parte, disse que não havia mais espaço no estádio para isso?
    Além disso, a velocidade de venda de carnês precisa aumentar muito para chegar aos 100 mil. E os torcedores mais interessads em ficar sócios já ficaram. O clube terá de vender agora para os nem tanto interessados. Tomara que tenha razão e o Inter consiga, mas isso me parece projeto que se anuncia aos brados e se enterra em silêncio, como tantos de tantos clubes.
    Sobre o DVD, meu caro, não se pode tratar conquistas tão diferentes de maneira igual. O DVD da Copa Dubai, ao meu ver, desvaloriza o Mundial. A Copa Dubai vale menos do que o Gauchão, pois é um torneio amistoso. Não vejo nada de errado em o clube fazer promoções para ganhar dinheiro. Mas não aprovo a avidez com que certas pessoas em muitas áreas da economia buscam fórmulas de sucesso e destroem boas iniciativas.
    Quer um exemplo? jornais e revistas, o ramo onde eu trabalho. Quando surgiu a primeira promoção da Folha, do atlas do “The Times”, a venda do jornal mais do que dobrou aos domingos. Chegou a atingir quase 2 milhões de exemplares. Outros jornais se animaram e todos fizeram promoções. Hoje uma promoção não aumenta a venda em nem 40%, às vezes bem menos. Se há uma fórmula que deve ser usada é que fórmulas devem ser evitadas.
    Se o Inter iria fazer um DVD para a Copa Dubai, então tinha que ter feito algo muito melhor para o Mundial, por exemplo, um DVD duplo com a narração do cara mais popular do Sul, encadernado em estojo de couro, sei lá mais o quê. Tratando da mesma maneira as duas conquistas, o clube sinaliza que ambas têm a mesma importância. O torcedor que paga 20 reais pelo dvd do Mundial não paga 20 pelo da Copa Dubai (que de fato se chama “Mohammed bin Rashid International Football Championship”).
    Entendeu meu ponto agora?

  5. Davi Matias said

    E mais um esclarecimento. Houve também, anterior ao Gigante (filme sobre o Mundial 2006), um dvd da conquista da Libertadores e outro dvd com os bastidores do Mundial este último reservado apenas aos sócios do clube, portanto sem comercialização numa tática para arregimentação de mais sócios. Gigante foi um produto diferenciado lançado em cinemas imitando sim o principal rival que lançou “a batalha dos aflitos” também dessa forma, ou seja, se eles lançaram um filme sobre a conquista na segunda divisão o colorado lançou um sobre a conquista mundial e assim vai a saudável rivalidade gaúcha que permite aos dois clubes terem o maior número de torcedores contribuintes do Brasil.

    É isso aí, Davi. Nisso eu concordo com você, menos na ironia, que eu não me meto nessa rivalidade, hehehe

  6. annaflavi said

    Como se fosse fácil. E não é porque o futebol é uma caixinha de surpresas que o Inter vai conseguir fazer essa mágica.

    Pois é, Anna. Com a antiga administração, as coisas pareciam ir bem. Mas, com o novo presidente, há de novo um cheiro de mentalidade curta no ar. Mas vamos esperar. Tomara que eu queime minha língua.

  7. Maurício said

    Esse papo do Inter e do Grêmio que tem sócios torcedores que sustrentam o time é blefe. Quantos jogadores jovens eles vendem por ano. O Nilmar é do Sonda, investidor e os outros?

  8. Bruno Gremista said

    E legal o comentário do David, mas eu complemento que o DVD a Batalha dos Aflitos, não é um DVD de segunda divisão, é um DVD que tem o enfoque numa única partida, quando o Grêmio foi muito prejudicado pelo Djalma Beltrami, e com 7 jogadores, conseguiu algo inacreditável, numa partida que poderia decidir o futuro do Grêmio, pois se ficasse mais um ano na Série B, seria muito difícil se recuperar. DVD de Segunda Divisão é, por exemplo, o “A Batalha dos Aflitos 2”, do Náutico, que já uma retrospectiva de vários jogos da campanha do Timbu, desde aquele jogo de 26 de novembro de 2005 (dia que quase perdi o vestibular, com a camisa do Grêmio, ouvindo o rádio, em pleno Campus da Metodista) ao jogo que confirmou o Timbu na série. Saudações. Sobre os sócio, e isso ocorre no Grêmio, que também tem um número de sócios considerável. Evidentemente que vai chegar um momento que a política do clube vai ter que mudar em relação aos sócios, como dar uma cota para eles, isso vale para a dupla Gre-Nal. Por exemplo, 50% da capacidade do estádio exclusivamente para os sócios. E por aí vai. Saudações.

  9. Bruno Gremista said

    O Inter não está errado em fazer um DVD sobre Dubai. Está fazendo marketing, e já está acordado para essa realidade, pois o marketing esportivo é fundamental para um clube. E essa crítica que eu faço em relação ao Grêmio, que está atrás nesse quesito. E legal o comentário do David, mas eu complemento que o DVD a Batalha dos Aflitos, não é um DVD de segunda divisão, é um DVD que tem o enfoque numa única partida, quando o Grêmio foi muito prejudicado pelo Djalma Beltrami, e com 7 jogadores, conseguiu algo inacreditável, numa partida que poderia decidir o futuro do Grêmio, pois se ficasse mais um ano na Série B, seria muito difícil se recuperar. DVD de Segunda Divisão é, por exemplo, o “A Batalha dos Aflitos 2”, do Náutico, que já uma retrospectiva de vários jogos da campanha do Timbu, desde aquele jogo de 26 de novembro de 2005 (dia que quase perdi o vestibular, com a camisa do Grêmio, ouvindo o rádio, em pleno Campus da Metodista) ao jogo que confirmou o Timbu na série. Saudações. Sobre os sócio, e isso ocorre no Grêmio, que também tem um número de sócios considerável. Evidentemente que vai chegar um momento que a política do clube vai ter que mudar em relação aos sócios, como dar uma cota para eles, isso vale para a dupla Gre-Nal. Por exemplo, 50% da capacidade do estádio exclusivamente para os sócios. E por aí vai. Saudações.

  10. Eduardo said

    Até o Mundial do Corinthians e o Teresa Herrera é mais importante que esse torneio de Dubai.

    Esse novo Internacional está andando para trás, primeiro fez aquele papelão com a mudança do escudo do time, depois deixou de apostar em jogadores deconhecidos para contratar figurões como Magrão, Gil, Cristian e a incógnita Nilmar… Desse jeito vai voltar aos velhos tempos de Nacional de Porto Alegre, como diz a torcida do Grêmio.

    Não chego a tanto, Eduardo, mas o clube parece mesmo que está gastando mais e pior. O que aliás é uma lamentável tradição do futebol brasileiro. Os clubes conseguem sair do buraco e se recuperarem. Mas quando chegam em cima e o dinheiro começa a entrar de verdade, a eficiência desaparece.

  11. Gerson Ritter said

    O DVD do Torneio de Dubai, se sair, virá tarde. É óbvio que este é um torneio amistoso, sem nenhuma importância. O momento de lançar um DVD desses, se é que seria vendável, seria logo após a conquista do torneio. Para mim o prazo de validade do produto já venceu. Mas, como estou longe de ser especialista em marketing, vamos esperar o resultado. Falando em DVD, o da conquista do Mundial ficou a dever. Onde está o jogo? Documentário é legal, mas o importante é o jogo.
    O importante nisso é que a diretoria do Inter está procurando novas fontes de receita.
    Marcelo, quanto ao seu comentário ao post do Emerson Figueiredo, não acredito que você esteja se referindo à final de 76. Quem sabe o Corinthians não produz um DVD sobre o (esse sim) estranhíssimo campeonato de 2005?

  12. Clayton said

    O São Paulo chegou aos 30 mil sócios torcedores. Mas não tem este “benefício” da reserva de ingressos, no estádio. A diretoria pretende expandir pra faixa dos 100 mil, também.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: