Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Uma pergunta que não cala – 16

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 6 março 2008

Como um jogador capaz de fazer a partida que o Dodô fez nesta noite, marcando dois golaços, participando em quatro e outras jogadas mais, pode ter tido uma carreira internacional pior do que a de tanto jogador meia boca?

53 Respostas to “Uma pergunta que não cala – 16”

  1. Rica said

    Eu também me pergunto isso até hoje, o que aconteceu com Dodô? Só Dodô sabe.
    Penso que ele tinha tudo pra arrebentar e chegar na seleção, bate com as duas pernas, têm boa noção de posicionamento e sabe cabecear. Mais também temos que destacar o lado negativo, me parece que Dodô é muito emotivo, perde a cabeça fácil.
    O São Paulo, seu clube formador conseguiu queimá-lo, por não ter a paciência necessária com o jovem e promissor jogador.

    Nunca tinha pensado no lado emocional, Rica, para mim, parecia mais um lado químico, hormonal talvez. Ele tem muita características convergentes: falta de atenção, falta de agressividade, passividade, parece alguém sem adrenalina. E não acho que dê para culpar o São Paulo. Ele teve 200 chances de se recuperar. É realmente uma pena, pois o Dodô fez coisas que nunca vi ninguém fazer, como tirar um jogador da frente, sem sair do lugar nem ele, nem a bola, nem o adversário. Fez isso num jogo pelo São Paulo. Quando ele recebeu a bola, o zagueiro se colocou entre ele e o gol, com é o correto. Não havia por onde chutar. Aí o Dodô, sem mover os pés inclinou o corpo e chuto por trás da canela do adversário. A bola entrou no cantinho. Parecia tão simples, no entanto, nunca vi outra pessoa fazer isso.

  2. Filemon said

    Marcelo, talvez porque seja vaga-lume.

    Pra mim, Dodô tem uma questão de personalidade que não foi melhor trabalhada. Ele acabou com o jogo porque não tinha nenhum peso sobre os ombros dele. Até dias atrás era reserva (e só não foi por conta do problema com o Leandro Amaral).

    Porém, o dia que se espera muito dele, que se cobra muito, ele não rende. Decisão eu queria lembrar de uma que ele tenha sido decisivo. Some, se esconde.

  3. pedro martins said

    pois é o dodo jogou muito hoje agora é torcer para que continue humilde. marcelo eu fui ao maraca com uns amigos e o meu primo de 12 anos que levou muito pó de arroz ,chegando na entrada a pm tentou barrar a entrada do pó de arroz alegando que tinha que ter uma nota fiscal atestando que o talco era de boa qualidade ? enquanto isso na revista eu só tive que levantar a camisa, como sempre o pm nem me revistou se eu quisesse podia levar uma arma ou uma bomba caseira como aquela de floripa , resumo da historia no maraca é mais facil entrar com uma bomba ou arma do que com talco. e que venha a copa

  4. Porque falta espirito de competição para ele. Dodô sabe que é bom e que pode desequilibrar a qualquer momento, mas ele não faz isso porque não vibra durante os jogos. É isso.

  5. JoaoBittar said

    Dodo, o craque dos gols bonitos em jogos que nada se espera dele. Falou bem Filemon. Uma noite, quando jogava pelo SP fez cinco no Cruzeiro em pleno Mineirao. De diversos tipos incluindo um de falta. Belos ( mas nem sempre uteis ) gols. Nao me lembro de gols importantes em decisoes de Dodo, mas talvez nao tenha memoria muito boa.

    Agora se o SPFC decidiu bem no caso, como questionou o Rica, nao saberei dizer. Sei que o clube acerta bastante e erra outro tanto. Nao chega as raias da catastrofe como os co-irmaos, talvez pela solidez financeira e ausencia de “parcerias” e se comporta, na media, melhor que a concorrencia nesse tema do tratamento a jogadores. O que nao evita de se fazer besteiras, sempre, as vezes ateh por “excesso de confianca”.
    Ia falar mal da contratacao do Adriano, mas como ele salvou o time essa noite, vou esperar um pouco pra espinafra-lo, assim como quem o trouxe.

  6. Clayton said

    O Dodô me lembra o Tardelli. Atacante com algum recurso técnico, mas pouco participativo, relapso e que pouco decide. O São Paulo deixou de faturar uma bela quantia com o Dodô, numa negociação com o exterior.
    Quando o jogador caiu de produção, e foi queimado pela torcida, o clube o negociou por R$5milhões ao Santos, valor bem abaixo de quando ele estava “em alta”.
    *
    Gostei mesmo da redenção do Imperador, em noite de Libertadores. Como ele estava precisando fazer gols, hein?! Chegou a se emocionar.
    E o São Paulo, em que pese os percalços, segue firme e forte no seu grupo. Continua competitivo, mas ainda faltam alguns detalhes pra acertar o time do ponto de vista tático.

    Até 2007, foram 12 participações na Libertadores, sendo que em 8 edições, o clube figurou entre os 4 primeiros, com 6 finais e 2 semifinais. É uma camisa maravilhosa, forte, com tradição, num estádio em que a própria torcida se transforma, porque o estilo da competição exige isso.
    Eu acredito no tetra, caso o time entre na linha.

  7. Rubens Leme said

    Jamais me esquecerei da imagem dele na partida contra o Vitória em que fomos rebaixado. Time e banco desesperados e ele rindo sem parar com um outro jogador, sentado.

    E continuou rindo mesmo depois do desastre. Claro, para que se importar, não?

  8. Maurício Souza said

    Rubens, mais uma vez concordo contigo. Achei que só eu tinha reparado naquela maldito.

  9. JoaoBittar said

    RubensLeme,

    talvez sejam seus olhos ou o “ticket” nervoso de Dodo,aquelas risadinhas pessimas. Risadinha, que sai meio sem querer querendo, irritando. Como torcedor de time onde ele jogou, sei bem disso. Ontem por exemplo, ele deu risadinhas porque foi destaque no OLE ( manchete: “do+do son seis” ). Durante a semana,antes do caso LeandroAmaral, eram de preocupacao.
    No caso do doping era uma risadinha desesperada. Enfim.
    Assim como gols bonitos, Dodo da risadinhas enigmaticas.
    Geralmente, ambos inuteis.

    Mas vc. me lembrou que o Palmeiras assim como o Botafogo foram rebaixados num campeonato sem returno, bem Cafe-com-Leite. Campeonatos injustos de um turno soh, tem a emocao da fase decisiva, mas pra ser rebaixado, nunca teve mata-mata ( esse sim de morrer ). Injusto.

    Por que foi injusto, João? Era a regra e todos a conheciam. Mas a idéia de um morre-morre (continua quem perde) até que é legal.

  10. Rubens Leme said

    João, se eu encontrar o Dodô numa rua deserta e estiver com um carro, eu o atropelo. E dou ré para ter certeza que fiz o serviço. E engato a primeira pra confirmar o que deveria ter sido confirmado com a ré. E o que “faltar” eu acabo com a chave de roda.

    Entendido?

    Rubens
    , como você consegue ter ódio de alguém por algo que fez há seis anos? E ainda mais, algo no futebol?

  11. JoaoBittar said

    Rubao,
    ficou clarissimo, sim.
    Ainda bem que nao sou vizino do coitado… e vc. mudou pra SaoLuiz, certamente pra evitar isso, neh mesmo?…hehehehe

  12. Rubens Leme said

    na verdade não, mas por enquanto ele está seguro…

    não é só a risada que me irritou. esse sujeito faltou a um monte de treino, jogava de má vontade e reclamava do seu “irrisório salário” de 80 mil mensais. eu não sei como um sujeito desse pode ainda ter mercado. e se fizer uma enquete com os palmeirenses, verá o quão odiado ele é.

    Ódio é uma palavra muito forte, Rubens. Não vejo como alguém pode odiar alguém que saiu há tanto tempo. E Dodô tem mercado porque faz gols, porque é um bom jogador. Ele errou no Palmeiras, mas não vejo por que ele merece um castigo perpétuo.

  13. Márcio Homsi said

    Sabem pq o Dodô não fez carreira internacional???? Pq é um jogador displicente, q parece jogar bola por obrigação e não por alegria. Os golaços dele são sempre em uma posição fixa, o Dodô não faz gols driblando 3,4…somente quando a bola chega nos seus pés para o arremate certeiro no gol. Foi assim ontem, foi assim durante sua carreira. Por isso q nunca fez sucesso, pq é um jogador indolente q não se compromete com o grupo….e é justamente por isso q é difícil vê-lo decidir jogos importantes, pois geralmente nesses jogos o jogador diferente tem q buscar o jogo devido à sua intensidade. Não há dúvida da sua habilidade, bem como da sua indisposição em fazer sucesso!

    Marcio, você viu quantos ele driblou ontem antes de dar um passe para gol? Você não acha que o Dodô quer fazer sucesso? Acha que alguém pode não querer?

  14. Rubens Leme said

    Não se pode sentir ódio, então? Você está parecendo um pastor…

    Não sou pastor, Rubens, mas não consigo entender como alguém sente ódio por causa de futebol. Ainda mais, sentir ódio de um jogador de futebol que passou seis meses no clube, seis anos atrás, a ponto de querer matá-lo não é um sentimento que escapa apenas a um pastor. Acho que nem dentro da Mancha isso seria um sentimento comum. Casos como o do Dodô no Palmeiras há dezenas por ano no mundo. Se todos fossem atropelados, o futebol já teria deixado de exisitir há muito tempo.

  15. Nicolas said

    Uma resposta possível para essa questão:falta de regularidade.Não adianta oscilar entre jogadas magistrais e a nulidade total.
    Quase todo mundo já deve ter visto uma bela jogada do Dodô. Eu me lembro de um gol contra o Internacional,jogando pelo Santos. Chapéu no Lúcio e uma bela conclusão.Um gol que o Pelé poderia assinar.

    Essa irregularidade é impressionante, Nicolas. Segundo os dados da Wikipedia, ele não chegou ainda a 150 gols. E todo mundo se lembra de uns dez que ele tenha feito. Ele é um jogador excepcional, mas não no sentido elogioso.

  16. gonz said

    rubens..

    pastor ou não… quanto menos ódio, melhor pra todo mundo… pq do jeito q estão as coisas.. tá dificil…

    não concorda?

    agora quanto ao Dodô… ele tem o mesmo problema do lenílson e do tardelli que eram do são paulo…
    eles não gostam de jogar bola.. acham chato.. entram em campo querendo estar em outro lugar….
    falta prazer no que fazem… deveriam ser contadores ou algo parecido..
    abs

  17. Emerson Figueiredo said

    Maracanã…. adversário fraco…. casa cheia…. Aí é fácil. Assim como o Carioca que só é jogado na cidade do Rio. Moleza. Quando a disputa é para valer, aí a coisa pega.

    Por que adversário fraco, Emerson? O Arsenal foi campeão da Sul-Americana. Certamente é da metade melhor dos times da Libertadores.

  18. Onofri said

    O Dodô não deu certo lá fora porque faltou feijão. Vocês sabem, jogador brazuca adora um feijão e sem ele praticamente não dão certo no exterior, mesmo que seja nas Minas Gerais… eh eh eh
    Nossa, nem me lembrava que o atacante dos goles bonitos bateu bola no Parmera…
    Eu gostava dele no Glorioso das Praias… mas que ele é meio dorminhoco, isso eu concordo… Não é um jogador para o “professor” chegar, olhar nos olhos e dizer: “Vai lá e arrebenta…”…

  19. Emerson Figueiredo said

    Marcelo,
    O futeboil sul-americano tem cerca de quatro ou cinco grandes times.

    E você incluiria o Flu nesses, Emerson? Acho que não. Então o Flu derrotou um igual, o mérito é o mesmo.

  20. Anísio FC said

    Não acho o Dodô nada ruim, mesmo na época em que “jogou” – foi reserva do incrível Itamar – no Palmeiras não consigo detestá-lo, já consigo detestar o Itamar, Alexandre, Adalto, Tiago Mathias, Rubens Cardoso e – principalmente – Nenê (O atacante, que deve estar no Monaco!). Absolvo facinho Léo Moura, Fabiano Eller (Que era meio campo à época!), Arce, Paulo Assunção (Incrível, o EF dirá que é um grosso invenção do Scolari, mas é titular no Porto!), Dodô, Marcos, Muñoz, etc..
    Acho que esse jeitão é natural do cara, não dá pra mudar personalidades, Dodô nunca será um jogador vibrante, mas joga muita bola e só saberemos se sabe jogar decisões ou não quando chegar numa decisão com um time capaz, o que não se pode esperar nunca do Dodô é que seja um líder…
    Lembro quando da venda do Denílson ao Betis que eu sempre achei que os espanhóis levaram o jogador errado, o bom era o Dodô…
    E dentre os jogadores daquela safra do SPFC, até o Caio, que era menos jogador, andou em times melhores que o Dodô, não gosto desse negócio de sorte/azar, mas o Dodô possivelmente tenha precisado de uma melhor administração em sua carreira.
    E essa acusação de indolência, preguiça, sono, etc., usam/usaram com o Alex, Danilo, Rivaldo e vários outros cracaços que não eram propriamente uns vibrantes, eram jogadores de bola de classe.

  21. Gustavo Oliveira said

    Eu gosto do Dodo, tem um futebol bontio de ver, e isso é raro hoje em dia. Jogou muito no Botafogo em suas duas passagens por lá, tanto que era ídolo da torcida. E se for pra considerar o que ele (não) fez jogando pelo Palmeiras, eu passo a gostar mais ainda dele, hehehe.

    Hehehe, Gustavo.

  22. Emerson Figueiredo said

    Não é assim. O Flu é muito superior à quase totalidade do futebol argentino. Times grandes são River, Boca, um mexicano, e um ou outro brasileiro que se destaca a cada ano (como SP, Grêmio, Inter etc). O resto é baba. Mas os brasileiros, na média, são muito superiores às babas dos outros.

    Emerson,
    pelo que li, nunca na história da Libertadores um time brasileiro derrotou um argentino por essa margem. 48 anos é muito tempo. Outra coisa, viu a entrevista com o Dodô. O que os repórteres tentaram tirar dele declarações entusiasmadas foi impressionante. Pergunta dura, pergunta mansa, pergunta que começava falando de uma coisa e depois emendava em outra. Não digo que era casca de banana, mas os caras estavam a fim de uma aspa para pôr na manchete. E o Dodô manteve a calma e não saiu do prumo, disse que foi um jogo excepcional, que ajuda a dar confiança, mas que o Fluminense ainda tem muito o que melhorar.

  23. Emerson Figueiredo said

    Anísio,
    Acho que é Flávio Assunção. É um bom volante. Ele deve inclusive ter sobrevivido às ordens antiesportivas, de dar botinadas, cuspir, fazer antijogo etc. Nem vou mais citar o nome do sujeito que sempre deu estas ordens, porque acho que ele não merece tantos comentários.

  24. Anísio FC said

    É Paulo Assunção mesmo, foi um que começou no time de cima em 99 e é esse mesmo que é meio campista do Porto.
    Damato, o Palmeiras, à época do Luxa, fez 6 x 1 no Boca Juniors, mesmo que aquele Boca fosse um time muito ruim, ficou em último na chave e não se classificou, acho que esse resultado é muito mais significativo que o do Flu ontem.

  25. Anísio FC said

    Outra “invenção scolárica” é o Taddei, é incrível como continua o mesmo: corre, corre, corre… E continua feio igual!

  26. Rica said

    Emerson F. não você que levou um pé na bunda do Felipão foi? Teve um episódio desses não sei com quem.

  27. geraldo c araujo said

    Perguntinha inocente: no jogo de ontem, teve exame anti-doping?

  28. O dois gols no jogo contra o Audax foram irregulares.

    No primeiro, o Imperador quase rasga a camisa do defensor do time chileno. No segundo, a posição era duvidosa e a jogada do gol saiu de uma falta não marcada no jogador do Audax, no meio de campo.

    Depois ficam falando que o futebol precisa ser levado a sério!

  29. Emerson Figueiredo said

    Rica,
    Não levei chute fisicamente, mesmo porque se isto tivesse ocorrido a notícia seria inesquecível. Pode apostar.
    Mas já levei várias bofetadas como torcedor que aprecia o bom futebol.

    Obs.: Entre as agressões físicas mais famosas, está um soco na cara de um repórter do então Diário Popular.

  30. Emerson Figueiredo said

    Se tivesse feito um pouquinho de gols feios, pelo menos, om Dodô teria evitado a queda do Palmeiras para a segunda divisão.

  31. Rubens Leme said

    Emerson e eterno seu amor não correspondido pelo fã de Pinochet… Ah, nossa Mariposa Apaixonada de Guadalupe desse espaço… e ainda confunde Paulo Assunção com Flávio Conceição, que aliás, nem jogou com Felipão. Foi para o La Coruña logo após a Olimpíada de Atlanta, em 96, um pouco depois do Rivaldo. E depois esse mesmo time levou Djalminha e Luizão…

    ah, quantas dores de cotovelo o seu Emerson não deve ter…

  32. Flavio said

    Ele é um dos jogadores mais irregulares do futebol brasileiro, por isso que até o Afonso jogou mais pela Seleção do que ele, ou jogadores como o Luisão foram a Copa do Mundo e não ele. E citaram o desempenho dele no Palmeiras, mas o time todo foi muito mal. E aliás, esse é outro problema dele: ele só vai bem quando o time vai bem. Vejam o que aconteceu no Botafogo…

  33. Emerson Figueiredo said

    Rubens,
    Se você discutisse mais seriamente, até que poderia ser interessante trocar idéias. Mas não é o caso. Portanto, permita-me continuar a discussão com quem está mais a fim de discutir seriamente. Suas intervenções espantam pessoas inteligentes.

  34. Rubens Leme said

    Como Emerson diz desconhecer Blitz, faço um favor e posto um vídeo do Youtube da canção da Mariposa Apaixonada de Guadalupe.

    Ah, sim, Emerson, caso sua preferência musical seja rock das antigas, verá que a música chupa a introdução de “Wild Horses”, dos Rolling Stones, terceira faixa do lado A do LP Sticky Fingers, de 1971.

    Mas, anime-se… já temos a noiva abandonada e um pastor… agora só falta convencer seu noivo para termos o primeiro casório do blog… “volta, Felipão, volta, onde quer que vc se encontre…. volte para os bigodes do seu amado…”

  35. Rubens Leme said

    Então é por isso que continua lendo “minhas intervenções”, Emerson? por falta de inteligência? Entendi.

  36. Felipe Bohrer said

    Eu prefiro esperar afunilar para cobrar do Dodô… No Maracanã é uma coisa, contra o Peñarol lá no Uruguai, por exemplo, é outra…
    na hora que o bicho pega é que eu tenho as minhas dúvidas… Pra jogar showball é ótimo…

    Se bem que, o meu Flamengo, nem contra uma carne assada que é o Cienciano aqui no Maracanã, conseguiu jogar direito e precisou de uma mãozinha(zona) do juiz para vencer o jogo… É melhor eu ficar quieto e esperar o jogo de hoje para emitir opinião! hahahaha

  37. Emerson Figueiredo said

    Felipe,
    Tenho sérias desconfianças em relação ao Dodô. Ele perambulou por São Paulo e só fez sucesso no São Paulo. No exterior, desapareceu. Só conseguiu algum sucesso no Rio. Aliás, não se ofenda, mas isto me faz pensar que é mais tranquilo jogar no Rio.

  38. Lucas Camargo said

    Emerson

    Uma provocação de vez em quando não machuca ninguém…

    Que tal se eu disser que não é mais tranquilo jogar no Rio e sim, mais fácil…Pq aqui se joga com mais técnica e menos vigor físico que aí em SP?

    Espero estar começando uma pequena e bem-humorada discussão…Hehehe

    SRN

  39. Rica said

    É Felipe Bohrer, o flamengo dançou no jogo de hoje…

    Eu não vi o jogo, Rica. Alguém pode me explicar como o Leo Moura conseguiu ser expulso aos 5 minutos do segundo tempo?

  40. Rica said

    Marcelo, será porque ele não está no Maracanâ? hehehe
    Meu amigo carioca deve ter morrido… ele é fanático pelo fla.

  41. nelson jr uberlândia said

    Marcelo, o Dodô é muito bom e gostaria de ver ele jogando no meu time com certeza. Acho que o Dodô só não teve uma carreira internacional consolidada porque além de jogar no Palmeiras(brincadeira), foi jogar três anos na Coréia do Sul! Coréia do Sul!!! Vc conhece mais alguém que foi jogar na Coréia do Sul Marcelo? Puxei pela memória e não lembro de nenhum doido.
    Não sei se no inicio dos anos 2000 já existia esses agentes fifa (exemplo Wagner Ribeiro) que levam qq perna de pau pra Europa Mas essa idéia do Dodô de jogar num time chamado Hyundai(dá pra imaginar os jogadores…)foi um suicídio profissional. Tanto que caiu no ostracismo e sumiu. Aí é dureza. Voltou em 2005 numa meteórica passagem pelo Goiás e vazou de novo pros Emirados Arabes… O cara gosta de emoções.. Se tivesse ido pra Portugal com certeza jogaria nos melhores times da Itália ou Espanha… Mas a Coréia fechou o caixão. (deve ter sido praga dos palmeirenses).

  42. Luis Francisco said

    “se eu encontrar o Dodô numa rua deserta e estiver com um carro, eu o atropelo. E dou ré para ter certeza que fiz o serviço. E engato a primeira pra confirmar o que deveria ter sido confirmado com a ré. E o que “faltar” eu acabo com a chave de roda.”
    Tem maior babaquice que isto? Como uma pessoa que se diz civilizada deseja isto para alguém? E por conta de futebol? Das duas, uma: ou queria aparecer com frase de efeito, o que é uma infantilidade, ou é doente mesmo!!!!

  43. Lucas Camargo said

    Marcelo

    Ser expulso por falta cometida aos 5 do segundo pode até ter alguma explicação…

    Mas aos 42 do primeiro, por EMPURRAR UM GANDULA ??!!

    Só se tiver sofrido um desequlibrio mental momentâneo…Se tivessse jogando na altitude, poderia ser por privação de oxigênio ..hehehe

    É o que deve ter acontecido com o Toró!!

  44. JoaoBittar said

    LUÍS fRANCISCO,

    Não tenho procuração prá defender o Rubens Leme, mas ele evidentemente tava fazendo uma figura literaria, um pouco grotesca, quase engraçada. Mas era figura de linguagem. Nada a ver. Aliás as respostas do blog tb. foram nesse tom de humor negro.
    Eu conheço o cara, é esquentadinho ( excesso peninsular! hehehe) mas eh um belo coração. Dont worry about Luis

  45. Nicolas said

    O Flamengo não estava bem preparado,do ponto de vista psicológico,para o jogo de Montevidéu.O professor Joel Santana não preparou bem os seus comandados,rs.
    E não quero deixar preocupados os flamenguistas,pero: como se sairá o time jogando em uma altitude elevada? rs. Não se esqueçam da obsessão flamenguista com o tema…

  46. Luis Francisco said

    JoaoBittar,

    Me preocupo sim. Se era figura de linguagem, ele redige mal para caramba. Humor negro demanda talento no momento das colocações. Naquele momento, não vi diferença entre ele e um torcedor da Mancha, sem estudo e com uma carga negativa acumulada por anos de desgraça nos campos pessoal e profissional, pronto a descarregá-la no primeiro que passasse.
    Me preocupo porque o blog é público, muita gente lê, e não é todo mundo que tem este “espirito peninsular”. Infeliz, ou felizmente, temos que tomar cuidado com que escrevemos. Querendo ou não, os comentários formam opinião.
    Na grande maioria dos casos, Rubens Leme como capitão-mor, os comentários são de alto nível. Me orgulho de que não somos o Orkut.
    Mas isto não nos dá, sob nenhum aspecto, estas liberdades. Isto é confundir franqueza com falta de educação, liderança com autoritarismo… O Hugo Chavez nos mostra como a linha entre eles é tênue.
    De resto, quem tem um amigo tem um tesouro. Rubens é um cara rico.

    Luis Francisco e João
    , Eu cometi um erro nesse caso. Na hora, não me dei conta da gravidade do que tinha sido escrito e tentei agir com compreensão quando não deveria. Deveria ter simplesmente eliminado aquele post e expressões ofensivas que estava num anterior (este fiz agora). O que foi escrito é violento demais. Em linguagem figurada ou não, eu não deveria ter tolerado. Peço desculpas por ter permitido que os leitores fossem submetidos àquilo.

  47. Rubens Leme said

    João Bittar: me passe seu endereço para enviar procuração. Agora é meu advogado.

    Luís Francisco: “Nunca se explique. Seus amigos não precisam, e seus inimigos não vão acreditar.”

    Assim, João e Marcelo sabem que sou e separam muito bem as coisas.

    PS: financeiramente ando falido. Mas os amigos ainda existem.

  48. Rubens Leme said

    que post vc apagou, Marcelo?

    Nenhum, Rubens, só retirei ofensas ao Dodô de um.

  49. JoaoBittar said

    LuisFrancisco,

    Muitos bons seus argumentos. Nada a contestar. Belo texto.
    De fato, nem todos tem o tal “espirito peninsular”, mas como compreendo muito bem isso, continuo com minha opiniao.
    Como dizia o filosofo e professor de portugues, do botequim aqui ao lado :
    “Ironias, sarcasmos, cinismos, humor negro sao figuras de linguagem e da vida nada se leva…”

  50. Cristiano Casado said

    Vejam só, gols marcados pelo Dodô que nem sempre são úteis. Como se fosse suficiente pedir a papai do céu para chegar a final de uma competição sem ganhar todos os jogos anteriores. Gols inúteis como estes fizeram falta ao Flamengo no jogo de quinta.

    Caro Cristiano,
    seja bem-vindo ao blog. Escreva mais vezes. Mas sugiro que da próxima vez seja mais claro. Eu nem imagino do que está falando. Fiz até busca por palavras no post e nos comentários e não achei nada.

  51. Cristiano Casado said

    Estava dando minha opinião sobre o comentário que já estava presente neste post.

    JoaoBittar Disse:

    Quinta-feira, 6 março 2008 em 1:45 am
    Dodo, o craque dos gols bonitos em jogos que nada se espera dele. Falou bem Filemon. Uma noite, quando jogava pelo SP fez cinco no Cruzeiro em pleno Mineirao. De diversos tipos incluindo um de falta. Belos ( mas nem sempre uteis ) gols. Nao me lembro de gols importantes em decisoes de Dodo, mas talvez nao tenha memoria muito boa.

    Entendi, Cristiano, me desculpe a confusão. Na minha busca de palavras usei “úteis” com acento. Esqueci dos leitores que usam laptop, muitas vezes muito chatos para os acentos.

  52. jose carlos brandao said

    Nelson Jr-uberlandia.
    Talvez aja uma explicação para os 03 anos do Dodo na Coréia,
    Há alguns anos colecionava a revista placar li uma matéria referente ao jogadores que estavam por por lá, Além do salário muito bom, os donos do time entregavam envelopes recheados de dinheiro logo após o jogo, a quem se destacasse na partida, além é claro de todos os outros mimos, o Vagner Love em uma entrevista recente, na mesma revista, disse a mesma coisas: ao ser-lhe perguntado se não interessaria jogar na Europa ocidental, ele disse que é freqüente após os jogos o dono lhe entregar envelopes cheios de dinheiro. No último envelope (no meio do ano passado) havia 40 mil dólares.
    deve ser por isso,né ?

    abraço

    Tem razão, Brandão. Os clubes da Coréia do Sul fizeram um grande investimento logo depois da Copa. Mas depois o campeonato caiu muito de público e isso enfraqueceu os times. Esses envelopes, se continuam, devem estar mais magros.

  53. nelson jr Uberlândia said

    Caro Jose Carlos Brandão, obrigado pela valiosa informação. Caramba, um envelopezinho desse não é nada mal hein? quarentinha por jogo, como regalo, fora o salário do fim do mês dá pra soltar a gravata e ficar na moita. Mas, sacrificou eventual convocação pra seleção. Abs Jose Carlos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: