Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Grande na garganta

Posted by Marcelo Damato em domingo, 9 março 2008

O Corinthians saiu de campo reclamando da arbitragem, porque Magal, do Guaratinguetá, não foi expulso mesmo com dois amarelos.

Mas olhando os lances, vê-se que quem deveria chiar é o Guaratinguetá. E deve estar chiando. Mas quem escutou? A voz de cada clube é do tamanho de sua importância, não de sua razão.

O Corinthians foi beneficiado com a marcação de um impedimento inexistente num lance que sairia o gol de empate do Guará, e se, Magal merecia a expulsão, Chicão igualmente por ter entrado com a sola da chuteira na cara de um azarado.

E a expulsão de Bóvio não foi nada rigorosa. Nas duas vezes ele nem deve nem ter olhado para a bola.

26 Respostas to “Grande na garganta”

  1. EmersonF said

    O impedimento foi mal marcado. Mas não dá para fazer esta matemática e dizer que o Guaratinguetá é que deveria ter reclamado. Não se pode menosprezar a expulsão de um jogador importante no esquema do Guará.

  2. Anísio FC said

    Já tinha escrito em outro comentário, mas acho que pelo exagero do primeiro cartão do Magal, se soubesse que seria o 2°, o juiz não daria.
    No SporTV foi bem dito que a falta do Chicão foi bem parecida com a do Léo Moura no meio da semana.
    Achei o lance do impedimento quase impossível de ser marcado/não-marcado com certeza, no momento, se fosse confirmado o gol. o Corinthians é que teria reclamado.

  3. JoaoBittar said

    O lance do Chicao ( grande zagueiro se nao fosse superdesastrado ) foi ligeiramente Mais grotesco que o de LeoMoura. E o impedimento foi marcado quase cinicamente, pois a distancia para o “ultimo homem” era clarissima, solar.
    Pelo menos no replay lateral e com o angulo aberto.
    Sua Senhoria errou pros dois lados. Pessimo.

    Mas o post deixou claro o fato que apesar disso, o Corinthians reclamou mais porque isso eh praxe. Time grande sempre tem “razao”. Sempre.

    Fico imaginando o que aconteceria se no lugar do grande (e choraozissimo) SaoPauloFC, estivesse o grande SCCorinthiansP numa outra partida no mesmo Morumbi.
    Como reagiria o Timao , sua diretoria e sua torcida se o time tivesse um gol de Acosta anulado ( como aquele de Adriano ) na mesma partida que o Dentinho fosse chutado pelo Andre Dias (como o Dagoberto foi chutado pelo Chicao dentro da area). Serah que eles reclamariam?
    Aposto que ninguem ia reclamar, pois isso nao acontece no Corinthians. Alguem aceita?
    Hoje, com o Guarah, foi uma exceção.

    Hehehe, João, mas sabe que tocou num ponto interessante? No jogo de hoje, reclamou o técnico, mas não vi nenhum diretor do Corinthians reclamando até agora. Vamos esperar a reta final para dizer.

  4. JoaoBittar said

    Marcelo,
    a nova diretoria do Corinthians supreende. Eles amarraram o Zago em algum canto e a coisa flui com mais serenidade.

    Na verdade, acho desnecessario, mas explico:
    naquele episodio do Morumbi entre SPxTimao, o penalti nao marcado e o gol anulado sao tao discutiveis que jah assimilei ha muitos anos que esqueci deles.

    O que me irrita e estressa (um pouco, nem tanto…. rsrsrs) ainda hoje, e confesso nao assimilei completamente, foi aquela onda de chamar o Tricolor de chorao (de fato eh, mas…) e tornar isso BEM mais importante (pro Juca Kfoury na Folha, por exemplo ) que que os erros da arbitragem).

    Quem se sente prejudicado reclama mesmo, pressiona e “defende” seu time, como o SPFC fez naquela vez (por escrito na Federacao Paulista). Outros choram mais “espetaculosamente” .
    Todos times choram, nao soh o meu, com o JK disse enfaticamente apos SPXTimao. E vou encher o saco de vcs. com tantos exemplos.
    Botafogo e Santos na pole e todo mundo atras, mas ninguem vai aceitar meu ranking e todo mundo vai chorar….

    Esse post ressalta isso a meu ver, porisso meus pontos de vista.

    É verdade, João, ele sumiu. Estou pensando em lançar um novo jogo, em formato de livro, chamado “Onde Está Zago”? O que acha, hehe
    Sobre o choro, o São Paulo reclamou por escrito, mas antes tinha reclamado muito oralmente. Concordo que o Botafogo está na pole. Mas o Santos, não. Por exemplo, para mim está claríssimo que o São Paulo reclamou muito mais do jogo contra o Corinthians do que o Santos do jogo contra o São Paulo. Hoje mesmo alguém aqui chamou o Salvio de Salvio “Corinthians” Spinola. O São Paulo também foi o primeiro a pedir a cabeça de um árbitro.

  5. davidoff said

    Concordo contigo, mas acho que a falha do árbitro (e do 4° árbitro) em relação à não expulsão do Magal, por ser mais grotesca, dá ainda mais peso à reclamação alvinegra. Impedimentos mal assinalados e expulsões questionáveis, infelizmente, há aos montes em todos os jogos.

  6. JoaoBittar said

    Quanto ao sumico do Zago, acho melhor nao provocar, se nao ele volta com tudo…para o bem do futebol e especialmente do Timao, melhor deixaketo hehehe. As vezes o segredo pra tudo ir bem eh nao fazer nada mesmo, como no caso dele.

    Falando em chororo, o Corintians, vamos admitir, nao tem tido do que reclamar nos ultimos anos. Nada grandioso ocorreu Contra o Timao. Sorte, muito mais que qq. outra coisa, como jah se apregoou. Jah o Santos depois de 95 ( tem bons motivos! ) nunca mais parou de chorar, e nao to falando de coisa pouca nao. Repare no discurso historico do Santos com as arbitragens. E o ToninhoCecilio vociferando no vestiario de CruzeiroXPalmeiras. Foi justo? Exagerado? Foi chororo de primeira!!!!

    De fato o SPFC nao eh flor que se cheire neste quesito, tah entre os primeiros. Tele apesar de tudo de bom , era um baita chorao e resmungao e influenciou muito por lah.
    Fogao e Vasco sao bons nisso tb. Enfim.

    Soh contesto a “primazia” e no caso daquela partida, o chatissimo chororo saopaulino, se tornar mais importante que os grossos erros de arbitragem do Salvio e da “filosofia de trabalho” da Comissao do Major Tenente Coronel Marinho.

  7. Gustavo Oliveira said

    Como já disse em outro post, discordo em quase tudo de você Marcelo. O único erro contra o Corinthians foi o impedimento. Um jogador com dois cartões é bizarro, inaceitável. O Chicão merecia sim um amarelo, que não mudaria em nada o andar da carruagem. E a expulsão do Bóvio não tem a menor justificativa, lances como aquele, um tranco no corpo em uma jogada na lateral, que não era contra ataque nem nada, acontecem aos milhares nas partidas, se for dar cartão não sobra um em campo. Tanto que no início do segundo o Jackson que tinha já tinha um cartão (sem ter levado, por erro de marcação), fez uma falta identica (até pior, porque matou um contra-ataque) e não levou o “segundo” amarelo. Se bem que também não ia adiantar porque pela regra ontem os jogadores do Guara podiam levar dois cartões antes de serem expulsos.

  8. Anísio FC said

    Eu concordo em parte com GO.
    Não gosto dos juízes rigorosos em excesso, prefiro os que deixam o jogo correr, fossem muitos assim teríamos muito menos quedas forçadas de jogadores, os caras jogariam mais em pé e não teriam tantas dificuldades quando saíssem pra fora do páis, não conheço no mundo juiz que marque tanta falta quando o brasileiro.
    Pensando assim acho que a expulsão do jogador bi-amarelado foi um exagero, não mereceria o primeiro cartão!
    PS: A solidariedade do Jackson ao Magal foi zero, no intervalo disse com todas a letras que não recebeu cartão não.
    PS2: O Macuglia deveria ter retirado o Magal imediatamente depois do lance do 2° cartão!

  9. JoaoBittar said

    Marcelo, Gustavo amigos,

    viram que belo esse texto ahi em cima do Gustavo ?. Se vc. nao viu a partida ou nao leu o post, propriamente dito, nao terah como nao concordar. Vejam este trecho
    ” E a expulsão do Bóvio não tem a menor justificativa, lances como aquele, um tranco no corpo em uma jogada na lateral, que não era contra ataque nem nada, acontecem aos milhares nas partidas, se for dar cartão não sobra um em campo”
    Essa habilidade do Gustavo em defender seu time das pessimas arbitragens, chororo claro, eh artigo de primeira nesse mundo.
    Eh uma coisa mais sutil e incontestavel.
    Seguindo o raciocinio de Gustavo, ele deve ter dito naquele episodio do gol anulado de Adriano : “gol mal anulado, encontroes como aquele numa disputa de bola acontecem aos milhares e se fosse marcar todos…” Serah que disse, Gustavo?
    Creio que nao. Naquele episodio vc. relativizou a questao. “Esse foi muito claro!” “se o juiz viu, tem que dar! nao interessa se ninguem marca!” de acordo com sua preferencia clubistica. Nada mais normal. Eh disso que o post fala.

  10. Marcos Roberto dos Santos said

    Marcelo, quantas pessoas estavam no Morumbi que poderiam evitar a lambança do juiz. Os dois bandeirinhas, o reserva, o representante e até do presidente da comissao que, segundo o ex-juiz Fiori gosta de um microfone e de aparecer na televisão. NINGUEM VIU NADA!

  11. Gustavo Oliveira said

    JoaoBittar, você disse o seguinte: “E o impedimento foi marcado quase cinicamente, pois a distancia para o “ultimo homem” era clarissima, solar.”
    Não concordo por dois motivos, um muito simples a distância não era tão grande assim. O segundo motivo, não é fácil de perceber e ele corrobora com o primeiro. Repare que na logo após o toque o Carlos Alberto, malandramente, da um passo para frente que deixa o jogador que recebe a bola em situação de impedimento. Acredito que este passo é que dificulta a marcação do bandeira. E com foi um único passo, a distância não era solar, concorda? Note não estou defendendo que o jogador estava impedido, não estava mesmo, mas eu acho um lance difícil de marcar.

  12. Paulo said

    Olá Marcelo.
    Acho que voce deveria fazer uma reciclagem quanto às regras de futebol.
    1- No caso do Chicão o zagueiro acerta antes a bola e a atitude anti-desportiva foi quanto “deixar” o pé levantado. Como diria aquele ex-árbitro, a regra é clara: cartão amarelo e nem falta ocorreu.;
    2- O Bóvio (não acho que seja jogador para o SCCP) faz uma falta convencional, disputando a bola e lateralmente. Sendo assim não seria correto mostrar-lhe o cartão amarelo (2°);
    3-No 1° cartão amarelo para Magal realmente a falta não tem violência, mas foi cometida por trás e evitou contra-ataque alvinegro. Assim sendo, cartão amarelo. Aliás, este jogador já mereceria por um lance anterior (se não me engano com Dentinho) na intermediária (lateral lado contrária aos bancos de reserva);
    Abs.

    Caro Paulo, seja bem-vindo ao blog. Espero que esteja gostando do blog. Escreva mais vezes. Sobre o que escreveu, discordo e até devolvo o convite sobre a reciclagem, hehe. Brincadeira à parte, eis minhas respostas
    1) Em primeiro lugar, o fato de tocar primeiro na bola não elimina que seja falta. Está se falando de futebol de campo, não de futebol de botão. São raras as situações em que merece ser marcada a falta, mas existem. Esse é um caso. Ele primeiro tocou na bola e na seqüência atingiu o jogador, como no caso do Malaquias com o Marcos. Mas no lance do Chicão não importa nem que seja falta ou não, o que houve foi uma agressão. O Chicão enfiou a sola da chuteira na cara do adversário propositalmente. Se fosse sem querer, poderia ser marcado cartão amarelo, que é a recomendação para jogo perigoso com conseqüente contato físico, já que é falta mesmo sem ele.
    2) Você não mencionou qual das duas faltas do Bóvio não mereceria cartão amarelo, mas não importa porque as duas mereceram. A orientação aos arbitros é clara: falta intencional merece essa punição. E as duas faltas foram intencionais. O Bóvio foi no corpo do jogador em ambas.
    3) É claro que o Magal deveria ser expulso. Nisso não divergimos
    Um abraço. Escreva sempre.

  13. Rubens Leme said

    Federação Paulista suspende árbitro e auxiliar envolvidos em polêmicas

    http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2008/03/10/ult59u149129.jhtm

  14. JoaoBittar said

    Pode ser que tenha sido dificil de marcar pro juiz ou pra quem via na tv, jah no replay, como disse , me pareceu um metro de distancia e ninguem na frente para atrapalhar o trabalho do bandeirinha. Corinthianos que assistiam o jogo perto de mim galhofaram da cena na hora. Fiquei com a sensacao de unanimidade a respeito do lance. Um metro como vc. disse, eh bastante nesses casos.
    Carreguei demais nos adjetivos? Sorry , sou ruim nisso
    eh uma tentacao da qual sou vitima frequente… hehehe.

    Mas como vc. disse , impedimento foi. E definitivamente, nao foi dificl de marcar, pro bandeirinha principalmente.
    Rubens lendo o seu enunciado pode pensar : qual deles???? qual das polemicas???? depois eu vejo…

  15. hugo said

    Enquanto isso, na Sala da Justiça…

    http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2008/03/10/ult59u149129.jhtm

  16. Gustavo Oliveira said

    JoãoBittar, eu não estou chorando nada, estou dando a minha opinião, sobre o jogo. Você encanou nesse negócio de choro, e não percebe que ficar “chorando” isso o tempo todo é choro demais… A insistência em ficar negando que é mais chorão que os outros, só serve pra corroborar o que você quer contestar.
    Em tempo, apenas repeti as idéias do meu comentário nesse post, porque percebi que inicialmente o fiz no fórum errado.

  17. Gustavo Oliveira said

    Outra coisa em nenhum momento eu falei que o Bóvio não fez falta. Fez sim, só não era pra cartão. Do mesmo jeito que tenho convicção que o Adriano fez falta no Willian, do mesmo jeito que fez falta no jogo da libertadores no meio da semana (fiquei quieto para não criar polêmica) . O que eu realmente não consigo entender é o que um lance tem a ver com o outro, além é claro de terem sido falta que não merecem cartão?

  18. JoaoBittar said

    Nao discordo de vc. nao.
    To insistindo demais nisso. Vamos esquecer.
    Mas vc. nao reclamou porque nao houve nada mesmo naquele lance. Vi todos os jornais chilenos online e ninguem contestou.
    Pode conferir. Se nao houvesse o anterior, nem isso.
    O que tem a ver entre os dois lances,eh exatamente o ponto de vista. A frequencia com que eles acontecem. A otica muda com a camisa dos envolvidos, o que o Marcelo quis dizer no post ( a meu ver).
    Mas deixa pra lah, que nao tem tanta importancia mesmo.

  19. Alessandro said

    Concordo com o Gustavo os erros do juiz nessa partida, foram o impedimento a favor do guará dificil de ser marcado, então pode-se dar um desconto para o juiz nesse caso, só que errou contra o corinthians em não expulsar o Magal duas faltas, e errou na expulsão do Bôvio que até que foi um erro ótimo para o corinthians, o bôvio é um brucutu mais nesse caso fez um falta normal, mais agradeço o juiz por te-lo expulsado porque jogamos melhor sem ele, alias não sei porque um tecnico inteligente como o mano insiste em colocar esse cara ele não ser nem pra ficar na reserva do timão o cara horrivel.

  20. Nicolas said

    Se formos discutir impedimentos mal marcados…Vamos precisar de um tópico só para isso.Esses lances ocorrem às dezenas nas rodadas.
    A culpa,salvo engano meu,é do auxiliar.Aliás,naquela final do Brasileiro de 95,os erros não seriam,ao menos em parte,dos auxiliares?Todo mundo se lembra do Márcio mas e os auxiliares?
    E muitas vezes, esses lances são difíceis de assinalar.Você tem de acompanhar a partida da bola e a posição do jogador que a receberá.Não é uma impossibilidade física?Vi uma interessante explicação do Marsiglia.Quando se desenha o passe,o auxiliar deve procurar observar a posição do jogador e marcar o momento do passe pelo ruído do chute.Não deve ser fácil,rs.
    Sou corintiano mas considero correta a expulsão do Bóvio.O árbitro estava aplicando o cartão amarelo em faltas que visassem só o jogador,com a bola já a uma certa distância.
    Quanto ao árbitro constatar um erro e não querer retificá-lo…E ainda admitir que errou ,depois do jogo…É melhor nem comentar, para não partir para coisas impublicáveis…

  21. Gustavo Oliveira said

    Alessandro, é verdade a expulsão do Bóvio ajudou a gente… Vendo por este ângulo, talvez o Guara devesse reclamar contra a arbitragem.
    Sobre o porque ele tem jogado eu também não sei. Mas ontem ele jogou porque de toda a coleção de volantes que o Corinthians tem ontem só sobrou ele o Fabinho e o PerdiDão, já que dois estavam improvisados na lateral (Carlos Alberto e Carlão) e 3 machucados (Nilton, Bruno Otavio e Marcelo Oliveira) e o Mano já declarou que não gosta do Fabinho e Perdigão juntos porque nenhum dos dois é o volantão típico. Eu particularmente prefiro esses dois, mas ao Bóvio. No próximo jogo com a volta do André na lateral e como o jogo é contra o Rio Preto, acho que o Carlão vai de volante junto com o Fabinho. E na frente eu iria de Rincon, Acosta (se tiver condição), Dentinho e Herrera. Se não der pro Acosta colocaria o Everton Ribeiro ou o Perdigão…. Chega de Lulinha e Heverton, não da mais para aguentar esses dois.

  22. Alessandro said

    Com certeza amigo Gustavo, Bôvio, Lulinha e Heverton não dá mais, poderiam punir o bôvio com uns 10 jogos de suspensão hahahaaha.

  23. JoaoBittar said

    Alessandro e Gustavo,

    Bovio, pode ser obvio, mas Lulinha ( e Heverton talvez ) merece que se tenha paciencia. Como se explicar o contrato milionario que o Corinthians fez com Lulinha e aquela multa rescisoria de zilhoes de dolares? O cara eh bom ou a diretoria eh louca?
    Eu nao tenho duvidas, o menino eh bom e nao deu tempo para decretar que ele nao serve pro Coritnhians. Acho uma precipitacao queimar o guri como vcs. estao fazendo.
    Ele precisa de mais de tres meses, bem mais, para ser avaliado com equilibrio e sabedoria.
    Nao sou corinthiano como vcs. sabem nem um entusiasta do seu estilo, mas aceitaria o Lulinha lah no Reffis de bom grado. O Palmeiras idem Santos e etc. imagino. Eh uma bela aposta.
    Devagar com o andor…

    Concordo, João, da mesma maneira que foi precipitado transformá-lo num craque, é querer tachá-lo de caso perdido. Aliás entusiasmo e frustração costumam andar de mãos dadas. O melhor é manter os pés no chão. O Lulinha, apesar do pequeno tamanho, tem bom potencial. Basta acertar a cabeça que tudo se acerta. E os corintianos precisam fazer sua parte também, baixando a expectativa

  24. Gustavo Oliveira said

    Realmente Joao, acho que me expressei mal no caso do Lulinha.
    Quando eu disse que não da mais pra aguentar ele eu queria dizer aguentar ele jogando como titular agora. Ele não tem jogado nada e é evidente que forçaram a barra com o menino, ele não ta pronto. E o Corinthians é muito grande pra ficar jogando com meninos ainda não prontos. Na minha opnião se continuarem a colocá-lo em campo, aí sim ele será queimado definitivamente.
    Ele tem que ser sacado, e voltar para o trabalho de base (não sei se jogar na base, porque o retrocesso pode afetar seu psicológico), com musculação, psicologos, nutricionista, fisiologista e tudo mais, para que daqui há um ano volte e consiga desenvolver bom futebol.
    Eu acho o caso do Lulinha muito parecido com o do Jô, que entrou no time com quase a mesma idade e no inicio foi um fiasco, mas que quando foi vendido um ano e meio depois vinha fazendo bons jogos, e hoje já é bem visto na Europa. A diferença é que o Jô tem um porte físico mais avantajado que o Lulinha, e transição de menino pra homem foi mais rápida.

  25. JoaoBittar said

    Queria ter lembrado do Jo, que era “ridiculo” no Timao, mas num mercado mais estavel, menos voluvel e mais profissional ( na melhor acepcao do termo ) produz muito mais e se valoriza na medida real do seu potencial.

    Acho que falta essa visao e isso que amadoristicamente chamamos de “paciencia”, para a maioria dos casos nos clubes brasileiros. Nao eh soh no Corinthians.
    Mas tenho a sensacao de que a voracidade consumista do torcedor eh alimentada pelas diretorias mal intencionadas, que usam esse argumento para fazer e desfazer negocios confusos
    tramoias com empresarios e movimentar o balcao mais do que precisaria, com interesses pessoais.
    ” A torcida pediu, tah reclamando etc…estamos fazendo alguma coisa..” e por ahi vai.

  26. Marcio Antonio de Brito said

    OFÍCIO DA OUVIDORIA Nº 022/08

    Ao Ilmo. Sr. DAMIÃO GARCIA

    DD Presidente do Noroeste EC

    Referência: partida entre São Paulo FC 2 x 2 Noroeste EC

    PODERIA DIVULGAR VÁRIAS RESPOSTAS DS OUTROS JOGOS. SAO TANTOS ERROS QUE VAI FALTAR PAPEL E NA DA MELHOR DO QUE PEDIR PARA O DONO DA KALUNGA.

    São Paulo, 11 de março de 2008.

    Caríssimo Sr. Damião;

    Apresento a Vossa Senhoria a análise deste Ouvidor da Arbitragem, quanto à atuação do árbitro Leonardo Ferreira Lima, na partida realizada no dia 24 de fevereiro do corrente ano, no Estádio do Morumbi, em São Paulo, contra a equipe do São Paulo FC, conforme segue:

    1º TEMPO

    1º lance: Aos 03 minutos após a cobrança de falta contra o Noroeste, seu zagueiro, que está de frente para o lance, toca a mão na bola. O árbitro não marca pênalti, entendendo que o toque foi involuntário. Poderia tê-lo marcado.

    2º lance: Aos 07 minutos o jogador nº 20, do SPFC comete falta para cartão amarelo, que o árbitro corretamente aplica.

    3º lance: Aos 08 minutos o jogador nº 3, do SPFC dá um carrinho forte jogando somente na bola. O árbitro entende como uma jogada normal e não dá cartão amarelo ao jogador, a meu ver corretamente.

    4º lance: Aos 10, 11 e 14 minutos os jogadores Borges, Adriano e Hernanes, do SPFC perdem chances de gol.

    5º lance: Aos 15:22 minutos o jogador nº 6, do Noroeste EC sai jogando errado (nenhum jogador de sua equipe gritou:”olha o ladrão, no linguajar futebolístico!) e perde a bola para o jogador nº 12, do SPFC e agarrando-o pela camisa e jogando ao chão. Falta clara a favor do SPFC. Nota-se na cobrança da falta que a barreira noroestina, deixa cinco homens fechando o “primeiro pau” e dois jogadores do SPFC no “segundo pau” (estes se agacham na hora da cobrança) e a bola ilude o goleiro indo às redes. Não mais na “guerra” da competição permita-me visualizar uma falha na montagem da barreira.

    6º lance: Aos 25 minutos o jogador nº 4 do Noroeste EC comete falta para cartão amarelo, que o árbitro não aplica.

    7º lance: Aos 27 minutos o jogador nº 8, do SPFC comete falta para amarelo, que o árbitro aplica corretamente.

    8º lance: Aos 28 minutos após um cruzamento na área penal são-paulina dois jogadores do Noroeste EC estão em posição de impedimento, no momento do lançamento da bola. No rebote do goleiro Rogério Ceni, um dos atacantes que estava na posição de impedimento marca o gol. O assistente nº 1, corretamente invalida o lance. O impedimento é apontado no momento do lançamento da bola e não na conclusão do lance.

    9º lance: Aos 41 minutos o jogador nº 7, do SPFC demora em cobrar um arremesso lateral e o árbitro aplica cartão amarelo. Não era necessário.

    2º TEMPO

    1º lance: Aos 48 minutos o jogador nº 8, do SPFC comete falta para cartão amarelo. O árbitro marca a falta, mas não aplica cartão amarelo seguido de vermelho, pois este mesmo jogador foi advertido aos 27 minutos. Errou!

    2º lance: Aos 55 minutos o jogador nº 8, do SPFC é substituído. Experiência do técnico Murici.

    6º lance: Aos 58 minutos o jogador nº 6, do Noroeste comete jogo brusco para cartão amarelo, que o árbitro corretamente aplica.

    7º lance: Aos 62 minutos o jogador nº 12, do SPFC comete falta para cartão amarelo que o árbitro não aplica.

    8º lance: Aos 64 minutos o jogador nº 20, Richarlisson do SPFC agarra o atacante Otacílio e recebe o cartão amarelo seguido do vermelho. Correto o árbitro.

    9º lance: Aos 79 minutos o jogador nº 5, do Noroeste EC comete falta para cartão amarelo que o árbitro não dá.

    10º lance: Aos 80 minutos o Assistente nº 2 acerta na marcação de um impedimento do jogador nº 9, do Noroeste EC que estava adiantado no lance.

    11º lance: Aos 81 minutos o jogador nº 6, do Noroeste EC dá um empurrão com as mãos no rosto do adversário nº 12, num lance de cartão amarelo, que o árbitro não dá. Seria amarelo mais vermelho, pois este jogador foi advertido aos 58 minutos.

    12º lance: Aos 87 minutos o árbitro aplica cartão amarelo ao jogador nº 3, do SPFC por agarrar o adversário. Correto.

    13º lance: aos 88 minutos o Assistente nº 2, acerta na marcação de um impedimento do ataque noroestino, quando o atacante estava adiantado na jogada.

    14º lance: Aos 90 minutos o jogador nº 3, do SPFC quando a bola sai para a linha de fundo dá um tranco forte no jogador Otacílio, fora da disputa de bola. A meu ver uma jogada normal.

    Conclusão:

    A atuação do árbitro Leonardo Ferreira Lima apresentou algumas deficiências no aspecto disciplinar, uma vez que deixou de expulsar aos 48 minutos o jogador nº 8, do SPFC; aos 81 minutos o nº 6, do Noroeste EC por reincidirem no cometimento de faltas passíveis de cartão amarelo.

    Tecnicamente a arbitragem teve uma boa atuação, uma vez que o árbitro acertou na marcação da falta que originou o primeiro gol do SPFC e anulou corretamente o gol noroestino, quando dois jogadores estavam impedidos.

    Vossa equipe demonstrou espírito de luta e soube dominar o adversário, principalmente após a expulsão do jogador Richarlisson, mercê da medida adotada pelo árbitro da partida, em expulsá-lo de campo.

    Agradeço a remessa deste DVD que serviu para uma análise detalhada da atuação do árbitro e a aplicação das correções necessárias para a melhora de seu desempenho.

    Com o reconhecimento e respeito que este Ouvidor de Arbitragem tem por Vossa Senhoria, um dos mais ilustres dirigentes do futebol paulista, espero a compreensão desta avaliação não mais no calor da competição.

    Conheço da paixão avassaladora que domina os idealistas e devotados ao futebol, mas a luz da regra de futebol, com certeza, não foi a atuação do árbitro decisiva para determinar o placar do jogo.

    Desejando que nas próximas partidas de Vosso Clube as atuações dos Árbitros sejam mais eficientes nos aspectos técnicos e disciplinares e que colham os resultados positivos tão almejados nesta temporada, aproveito esta oportunidade para renovar os votos da mais elevada consideração e respeito.

    Cordialmente,
    SILAS SANTANA
    Ouvidor da Arbitragem

    Caro Marco Antonio, Seja bem-vindo ao blog. Muito obrigado por sua mensagem, embora não tenha compreendido o motivo desta. Do jogo em questão, não tenho muitas lembranças. O que chama a atenção na mensagem do ouvidor de arbitragem é que ele se mete a fazer coisas que não são de sua alçada, como comentar a atuação do Noroeste.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: