Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Paraná com cara de Rio Grande do Sul

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 12 março 2008

O futebol paranaense mostra em 2008 uma nova característica em seu jogo, muito conhecida dos gaúchos: a defesa. Atlético Paranaense e Coritiba, que terminaram a primeira fase do estadual nas duas primeiras colocações, comandam a estatística, que também considera os jogos da Copa do Brasil.

O Furacão sofreu nove gols em dezessete partidas. Já o Coxa tem um desempenho ainda melhor, levou apenas oito gols. A equipe de Ney Franco, invicta na temporada, ainda não tomou mais de um gol numa partida deste ano.

No rival, a defesa não é vazada desde o dia 3 de fevereiro. Édson Bastos está invicto há 761 minutos e vive a expectativa de quebrar o recorde do goleiro Jairo, que em 1972 obteve a marca de 932 minutos. A seqüência é ainda mais surpreendente, se for lembrado que o técnico do Calviverde é Dorival Júnior, treinador do Cruzeiro no Brasileiro de 2007. Os mineiros terminaram com o melhor ataque (73 gols) e uma zaga abaixo da média (58).

Henrique foi vendido para o Palmeiras. Será que a torcida está sentindo saudades?

5 Respostas to “Paraná com cara de Rio Grande do Sul”

  1. Gustavo Oliveira said

    Espera só o Coritiba cruzar com o Todo Podereso de Alagoas, pra você ver!

  2. Maurício Souza said

    Pois é, quando Atlético e Coritiba cruzarem com adversários mais tarimbados, aí veremos a média de gols sofridos do Furação ou se o Henrique faz falta ao Coxa…

  3. Onofri said

    As defesas são tão boas ou os ataques adversários são tão ruins…?

    Acho que não devemos desmerecer tanto a zaga dos dois clubes, Onofri. O Coritiba, por exemplo, revelou recentemente o Miranda e o Henrique, que são titulares absolutos de São Paulo e Palmeiras.

  4. joão miguel barilcka said

    O Atletico levou apenas 7 gols no paranaense, os outros dois foram na copa do Brasil.
    Agora com certeza tem o melhor trio de zagueiros do Brasil com rodolfho, Danilo e Antonio Carlos. e um dos melhores volantes também, o Valencia, grande jogador.

  5. debico said

    Nem tão ao céu, nem tão a terra, Damato! Que o trabalho comandado por Dorival tem sido ótimo até agora é verdade. Mas também não podemos achar que sofrer poucos gols de equipes como Toledo e Cianorte seja algo tão louvável. Henrique e Miranda fazem muita falta,mas farão mais ainda no Brasileiro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: