Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Archive for the ‘Botafogo’ Category

O que pode e o que não pode – 2

Posted by Marcelo Damato em domingo, 16 março 2008

Que os jogadores queiram adiantar o recomeço do jogo é compreensível, embora isso não dependa deles. Mas que a busca da bola se transforme numa questão de honra, consumindo minutos numa demonstração vexatória, certamente não é

Quando os jogadores vão acabar com essa idiotice de brigar pela bola quando ela está no fundo da rede?

O que adianta em termos de tempo ir buscar a bola no fundo do gol? Cinco segundos?

Posted in Botafogo, Disciplina, Flamengo, Pergunta | 14 Comments »

A cara do Fogão

Posted by Marcelo Damato em sábado, 8 março 2008

O site do Globo Esporte faz uma matéria alto astral para mostrar que o Engenhão aos poucos está ficando com a cara do Botafogo. Não entendi por quê.

Faz muito tempo que não via algo tão deprimente. O enorme escudo do clube na pista do estádio não passa de uma bandeirão pano, mal esticado e preso com sacos de pano com grandes sinais de ferrugem. No corredores, as bandeiras são costuradas à mão e saíram de alguma gaveta direto para o corredor. Nem sequer foram passadas a ferro. Além disso, estão invertidas.

A “decoração” seria feia até para quermesse. Não receberia elogio nem em campeonato escolar. Se o clube tivesse conseguido a concessão ontem, já seria merecedor de alguma crítica. Mas, se for lembrado que o clube administra o estádio há seis meses, é de arrancar os cabelos. Veja as fotos

Não deixaram o Engenhão com a cara do Botafogo. O estádio ficou com a cara de pau do dirigente que perpetrou isso.

Tomara que isso não seja um retrato da administração do estádio, que não passe de um engano. Pois, senão, o Engenhão não poderia estar em piores mãos.

Posted in Botafogo, Gestão | Etiquetado: | 31 Comments »

Um exemplo para o Botafogo

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 7 março 2008

A falta de experiência não o atrapalha. Ele é jovem, dinâmico, simpático, boa pinta, tem carisma, cabeça fria e sabe agir na hora da decisão. Não se intimida com inimigos mais poderosos do que ele. Com um pequeno gesto destruiu o adversário. E é capaz de mobilizar um estádio inteiro.

Uma pessoa com essas qualidades pode levar clube seu time às alturas.

Por isso, Nicolas Dominguez é um exemplo para o Botafogo. Por que o clube não o nomeia assessor da presidência?

gandula-uruguaio.jpg

Essa é uma montagem postada no Orkut

Posted in Botafogo | Etiquetado: | 38 Comments »

Anote no caderninho – 7

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 4 março 2008

“Nem que haja 300 erros em um só jogo, não vou querer reclamação”

Cuca, técnico do Botafogo, falando sobre a nova postura do time em relação à arbitragem*

* acréscimo por sugestão de leitor

Posted in Anote, Botafogo, Frases | Etiquetado: | 31 Comments »

A polêmica do domingo – 4

Posted by Marcelo Damato em domingo, 24 fevereiro 2008

A arbitragem de Marcelo de Lima Henrique influiu no resultado da Taça Guanabara? Houve pênalti a favor do Botafogo? Houve falta antes do lance da expulsão de Lúcio Flávio? Houve apenas uma falta no lance do pênalti a favor do Flamengo?

Posted in Botafogo, Flamengo | Etiquetado: | 49 Comments »

Anote no caderninho

Posted by Marcelo Damato em domingo, 24 fevereiro 2008

“Estou no Botafogo há seis anos e a gente cansa. Hoje é meu último dia como presidente do Botafogo. Peço desculpas a todos, mas a gente precisa ter coração forte para agüentar isso. Quando cheguei ao clube, o Botafogo estava despedaçado. A gente trabalha e ter que aguentar isso é difícil”

Bebeto de Freitas, presidente demissionário do Botafogo, revoltado com a atuação de Marcelo de Lima Henrique.

Posted in Botafogo, Estaduais | Etiquetado: , | 14 Comments »

Raio X do absurdo

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 22 fevereiro 2008

Essas são as informações mais importantes do borderô do jogo Botafogo x Fluminense, semifinal da Taça Guanabara.

PÚBLICO

Ingressos usados

51.657

Arquibancada (int.)

9.597

Arquibancada (meia)

28.963

Ingressos cortesia

2.377

Crianças/idosos

4.512

Ingressos encalhe

13.444

RENDA

Renda Bruta

R$ 1.124.584,50

100,0%

Parte de cada clube

R$ 348.077,98

31% (x2)

Descontos total

R$ 428.430,54

38,0%

Aluguel Maracanã

R$ 49.410,00

4,4%

Taxa Fferj

R$ 112.458,45

10,0%

Ingressos

R$ 112.458,45

10,0%

Desp cada clube

R$ 20.000,00

1,8% (x2)

Fugap

R$ 14.428,10

INSS

R$ 56.229,23

5,0%

Ingressos cortesia

R$ 3.449.50

Escoteiros

R$ 7.214,05

Ass. crônica esp.

R$ 3.607.03

Antidoping

R$ 3.110,00

Arbitragem

R$ 8.150,00

INSS s/arbitragem

R$ 1.283,63

Taxas Coop Arb

R$ 1.304,00

Observações.

1). É chocante a participação das meias entradas no total de ingressos vendidos. Em outros setores, a porcentagem de meias entradas é menor, mas é sempre superior a 50%.

2) Além dos ingressos de meia entrada, mais 13% são de cortesia.

3) A Ferj, que já tem parte da receita dos direitos de TV, morde 10% sem fazer nada.

4) Em contrapartida, o aluguel do campo é muito baixo, menos de 5%.

5) Os gastos com ingressos também comem 10% da renda

6) Os gastos com INSS deveriam ser colocados como receita dos clubes, porque isso já é uma tremenda ajuda do governo a eles. Se num clube os gastos com salários comem mais de 70% da despesa de um clube, os 20% do INSS corresponderiam a bem mais de 10% da receita bruta e não os meros 5% que oneram os clubes. Passando esse valor para o outro lado, ainda assim os descontos mordem um terço da renda.

7) R$ 8 mil de taxa de arbitragem num jogo é extravagante. Cada um do quarteto recebeu mais de R$ 2.000. E os R$ 1.300 pagos à cooperativa de arbitragem são inexplicáveis.

8.) R$ 7,2 mil para escoteiros são uma piada e R$ 3,6 mil para a associação dos cronistas esportivos são quase isso.

9) A maneira de contabilizar os ingressos de cortesia (atribuindo valor de R$ 0,5o e depois descontando o valor) gera vários ônus desnecessários, que são contabilizados sobre a renda bruta.

10) Como num jogo como esse pode haver um encalhe desse tamanho (mais de 20%)?

 

Posted in Botafogo, Estaduais, Fluminense | Etiquetado: | 20 Comments »

Este é … Bebeto

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 22 fevereiro 2008

Por Bebeto de Freitas

1) Pagar no dia 20 é melhor pelo fluxo de entrada de dinheiro no clube. O clube, em teoria corre algum risco (de perder algum jogador na Justiça), mas isso não se verificou até agora. Ao contrário, a imagem do Botafogo só melhorou nos últimos anos. Hoje não atrasamos mais os salários.

2) Assumi no final de 2002, com o clube rebaixado e na segunda divisão. Espero entregar o clube sem dívida nenhuma, além das dívidas federais, que foram equacionadas com a Timemania.

3) O futuro do Botafogo está no estádio. O Botafogo precisa ter grande receita nos dias de jogo. E, para isso precisa ter um bom time.

4) Foi para ter um bom time que o Botafogo fez parcerias com investidores. E na venda dos jogadores, o Botafogo terá 30% da venda de cada jogador. O dinheiro dessas vendas terão que ser reaplicados em jogadores. Assim, nos próximos negócios,  o Botafogo terá uma porcentagem maior em cada atleta.

5) Os descontos que fazem em cima da renda oneram demais os clubes, especialmente no Estadual.

Posted in Botafogo, Estaduais | Etiquetado: | 12 Comments »

Ptolomeus da bola – 1

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 21 fevereiro 2008

“Dia 5 é uma coisa muito rara no mundo do futebol. Talvez uns dois clubes no Brasil paguem nesse dia, mas não mais.”

Carlos Augusto Montenegro, “colaborador” do Botafogo, explicando por que o o clube paga os salários no dia 20.

Posted in Botafogo, Frases, Gestão | Etiquetado: | 2 Comments »

Com-salário x sem-salário

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 21 fevereiro 2008

A três dias da final da Taça Guanabara, o assunto é dinheiro. O Botafogo, para motivar seus jogadores decidiu antecipar o pagamento do salário de janeiro para dia 19.

Como é? O dia-limite para pagamento não foi dia 7, o quinto dia útil? No Botafogo, não. Há um “acordo” que joga o dia do pagamento para o dia 20 de cada mês. Qual é a utilidade disso, se o Botafogo tem que pagar a cada 30 dias, é um mistério, mas é assim que funciona.

E é melhor do que no Flamengo. Os jogadores só receberam 15 dias de salário. De dezembro, bem entendido. De janeiro, nada ainda. Assim, se não receberem nada até dia 6, vão acumular um mês e meio de atraso.

Pela Lei Pelé, ambos os clubes correm risco de perder os seus jogadores: o Botafogo, por pagar sempre depois da data-limite, e o Flamengo, caso deixe algum pagamento atrasado por mais de 90 dias.

Posted in Botafogo, Estaduais, Flamengo | Etiquetado: , | 15 Comments »

Cuca, o libertador

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 1 fevereiro 2008

A decisão do técnico Cuca de acabar com a concentração no Botafogo para os jogos no Rio está tendo uma boa repercussão. Tem recebido elogios, mesmo de atletas, que ao longo dos anos sempre defenderam a concentração dizendo que não tinham responsabilidade suficiente. Os dirigentes também não reclamam, pensando na economia que farão com hotéis e alimentação. A medida pode começar a valer nesta noite.

Posted in Botafogo, Técnico | Etiquetado: , | 6 Comments »

Nada mais do que o óbvio

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 31 janeiro 2008

As exigências que o presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas, faz para liberar o Engenhão para o Flamengo são de fazer cair o queixo. De tão banais.

Eis o que o Botafogo exige e o Flamengo não quer pagar

1) Aluguel de estádio pela cota padrão, cerca de 15% da renda,
2) as diárias de bilheteiros, porteiros e fiscais da Fferj, o chamado quadro móvel,
3) a ambulância prevista no Estatuto do Torcedor,
4) ressarcimento caso por eventuais danos provocados pela torcida e
5) o valor cobrado pela PM pelo policiamento.

Enfim, apenas o que qualquer clube paga quando não joga em estádio próprio.

Depois disso, cabe uma pergunta: se o Flamengo está fazendo essa briga toda para não pagar o que ninguém duvidaria que seja sua obrigação, quem cobre essas despesas todas quando o Rubro-Negro joga no Maracanã? Os cidadãos do Rio de Janeiro?

Posted in Botafogo, Estaduais, Estádios, Flamengo, Gestão | Etiquetado: , | 36 Comments »

Aliados, mas nem tanto

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 30 janeiro 2008

O Botafogo ameaça não liberar o Engenhão para o Flamengo para a partida de sábado, contra o América, se não tiver garantias de que será ressarcido em caso de depredação.

O Flamengo não tinhas as dado até a noite de ontem. Tinha apenas divulgado um comunicado aos torcedores pedindo que não depredassem o estádio do Botafogo. O curioso foi a razão. Nem mencionava que se deve ter respeito com todos, inclusive clubes rivais. Só falava nos eventuais prejuízos, financeiros e esportivos, que o clube teria caso algum problema acontecesse.

E isso que Flamengo e Botafogo têm hoje diretorias que são aliadas.

Esse jogo do Flamengo, como o do Fluminense na sexta, estava marcado originalmente para o Maracanã, mas foi alterado antes mesmo do início do Estadual em razão do Carnaval.

Posted in Botafogo, Estaduais, Flamengo, torcida | Etiquetado: , | 8 Comments »

Estadual do Rio pune árbitros

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 21 janeiro 2008

O presidente da comissão de arbitragem da Federação Estadual do Rio, Jorge Rabello, decidiu ontem pelo afastamento de dois árbitros que apitaram na primeira rodada do Campeonato Estadual.

Ambos os árbitros erraram contra times grandes. William Nery, que é árbitro da Série A, deixou de dar um pênalti para o Vasco na derrota para o Madureira por 2 a 1 em São Januário, e Adriano Pereira Machado cometeu o mesmo erro contra o Botafogo nos primeiros minutos da vitória de 2 a 0 sobre o Resende, no Engenhão.

Rabello disse que os apitadores só voltarão na quinta rodada e prometeu “rigor”. Pela primeira vez, as atuações dos árbitros serão avaliadas no Estadual..

Rabello foi árbitro e, quando estava prestes a ser indicado para o quadro de árbitros da Fifa, revelou-se que ele havia registrado um documento que apontava uma idade três anos abaixo da real. Na verdade, Rabello tinha além dos 40 anos, idade máxima permitida na época para entrar no quadro internacional. Rabello posteriormente apresentou novos documentos, regularizou sua situação e foi liberado para voltar a atuar. Pouco tempo depois, se aposentou.

Posted in Arbitragem, Botafogo, Estaduais, Vasco | Etiquetado: , , | 3 Comments »

Botafogo inova na venda de ingressos

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 21 janeiro 2008

O Botafogo está implantando um novo sistema de venda de ingressos para jogos no Engenhão. O clube negociou os direitos de comercialização com uma empresa carioca do ramo de telemarketing.

A partir da próxima quinta, o torcedor poderá comprar ingressos para os próximos dez jogos da equipe. Ainda neste ano serão vendidos carnês para os jogos do Campeonato Brasileiro. A comercialização dos camarotes do Engenhão também será feita pela empresa.Quem fizer compra antecipada terá descontos, mas precisará se cadastrar. Em troca, os torcedores poderão comprar por telefone ou internet, pagar cartão de crédito ou débito automático e receber os ingressos em casa. Só será permitida a venda de quatro ingressos por CPF.

A operadora de vendas será a Empresa Brasileira de Negócios & Associados, uma empresa carioca (com uma filial em Curitiba, criada há seis meses, que tem como clientes a Cultura Inglesa, a Universidade Estádio de Sá, Unimed-Rio, e o Banco Santander. O contrato é de cinco anos.

Não foi informado quanto a operadora receberá pelo serviço nem se haverá algum tipo de acréscimo para algum dos serviços adicionais.

Posted in Botafogo | Etiquetado: | 5 Comments »

Começa hoje o Vexamão

Posted by Marcelo Damato em sábado, 19 janeiro 2008

Começa hoje talvez o campeonato mais vexaminoso da história do futebol brasileiro. Não sei se na África do Sul, na época do apartheid, permitiram algo assim.

No Campeonato Estadual do Rio, os times pequenos nunca poderão receber os grandes em seus estádios. Todos os jogos de grandes contra pequenos serão no Engenhão, Maracanã ou em São Januário. Na tabela, os grandes são sempre mandantes. E como os clássicos serão no Maracanã, Flamengo e Fluminense farão todos os seus jogos, 100%, lá.

O argumento é que vários estádios dos pequenos não tinham condição de receber o sistema de transmissão da TV Globo – após concordar em cobrir a proposta da Record, a Globo vai expandir o payperview. E em nome da “igualdade”, os clubes que tinham bons estádios, como o Volta Redonda, tiveram seus direitos igualmente cassados.

A noção de igualdade só vale para a disputa do rebaixamento. Porque, convenientemente, se esqueceram que nos últimos anos, muitos times do interior ou pequenos do Rio estiveram presentes nas decisões das Copas Guanabara e Rio e até na final do Estadual.

Entre o dinheiro da TV, que vai ficar majoritariamente para os grandes, e o direito dos pequenos, danem-se os pequenos.

Registre-se que o fato praticamente não gerou nenhuma polêmica. Se o finado Caixa D’Água tivesse colocado os jogos dos times grandes contra o Americano todos em Campos, o mundo teria vindo abaixo.

Mas o direito dos pequenos é mesmo… pequeno.

O maravilhoso futebol do Rio, com seus torcedores e sua tradição, não merecia essa enorme mancha em sua história.

Posted in Botafogo, Estaduais, Flamengo, Fluminense, Vasco | Etiquetado: , , | 7 Comments »

Bruno, um mistério

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 18 janeiro 2008

Leonardo Moura, Jônatas e Bruno assinaram contrato com o Flamengo no mesmo dia. E no mesmo dia que Castillo, no Botafogo. Dois deles vieram de clubes no exterior. Bruno era um dos que já estava no Rio.

É o único que não poderá jogar na abertura do Campeonato Estadual do Rio. Sua documentação nem sequer foi entregue à CBF.

O Flamengo não explica qual é a encrenca.

Posted in Botafogo, Contrato, Estaduais, Flamengo, Gestão, Mercado de jogadores | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Governo do Rio tira do Vasco e dá ao Flamengo

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 16 janeiro 2008

O título acima é uma provocação, mas não é tão exagerado quanto possa parecer.

O secretário de Esportes do Rio, Eduardo Paes, que há uns seis meses declarou que quem “manda no Maracanã” é ele, ameaçou não renovar o convênio com Flamengo e Fluminense para o uso do estádio, em razão da grande alta nos ingressos para o Estadual do Rio.

Segundo o secretário, o governo do Rio atualmente cobra desses clubes um aluguel camarada, abaixo do valor costumeiro, que não cobre todos os custos do Maracanã.

Ou seja os contribuintes do Estado do Rio torcedores de todos os clubes subsidiam o futebol de Flamengo e Fluminense. Mesmo contra a vontade. E por ordem de um governador vascaíno, Sérgio Cabral Filho.

O Botafogo também se beneficia de ter a gestão do Engenhão pagando um aluguel irrisório à Prefeitura do Rio. Se souber usar, pode transformar o estádio numa mina de ouro.  Quem banca esse subsídio são os cidadãos cariocas (de todos os times) e também do Brasil todo, pois o estádio foi feito com muito dinheiro da União, para o Pan.

No Rio, o único clube que não tem uma “mãozinha” assim é o Vasco.

Posted in Botafogo, Flamengo, Fluminense, Governo, Vasco | Etiquetado: , | 15 Comments »

Futebol mais caro no Rio

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 16 janeiro 2008

Essa história é bem conhecida. Basta o futebol melhorar um pouco no Rio que os dirigentes já provocam um grande aumento de preços.

No Maracanã, a arquibancada vai custar R$ 40 o setor branco (central) e R$ 30 os laterais (verde e amarelo), para qualquer jogo. No Engenhão, os preços das arquibancadas serão parecidos: R$ 40 o melhor lugar, R$ 30 o médio, R$ 20 atrás do gol.

Em São Januário os ingresssos vão custar R$ 20.Mas há que se ressaltar que Vasco e Fluminense, os clubes da cidade cujos dirigentes são criticados porque se aliavam a Eduardo Viana e se aliam a Rubens Lopes, lançaram pacotes de fidelidade, que reduzem muito o custo unitário do ingresso. Um pacote com os 12 jogos que o Vasco fará em São Januário sairá por R$ 96 (R$ 8 por partida). A diretoria do Fluminense criou três categorias, todas válidas para quatro jogos seguidos. A mais cara custa R$ 100 e dá direito à cadeira especial, a média custa R$ 40 (arquibancada) e a mais barata, R$ 25 (cadeira comum).

Enquanto isso, Flamengo e Botafogo, cujos dirigentes se vêem como “progressistas”, não lançaram pacote algum.

Agora é o mercado que deve decidir. Se acharem caro demais, os torcedores deveriam não ir ao estádio nos primeiros jogos e forçar a queda nos preços.

Posted in Botafogo, Estaduais, Flamengo, Fluminense, Gestão, Vasco | Etiquetado: , | 10 Comments »

O tamanho do Petrocínio

Posted by Marcelo Damato em sábado, 12 janeiro 2008

A Petrobras vai destinar R$ 95 milhões ao patrocínio esportivo. Desse total, R$ 60 milhões vai sair de seus cofres e R$ 35 milhões dos nossos, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte (em que as empresas podem usar parte do dinheiro que pagariam de Imposto de Renda em ações para o esporte).

Dos R$ 60 milhões próprios, os três principais destinos são a equipe Williams de F-1, o Flamengo, que divulga a marca da BR distribuidora, e do Botafogo, que faz propaganda da Liquigás.

Posted in Botafogo, Flamengo, Marketing | Etiquetado: , , | 2 Comments »

Bebeto na cadeia?

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 11 janeiro 2008

O presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas, corre o risco de ser preso por não pagamento de dívidas trabalhistas.

Bebeto estava protegido de um mandado de prisão por uma decisão liminar que lhe dava um haebas corpus. O mérito desse pedido foi julgado ontem, pelo pelo no Tribunal Regional do Trabalho do Rio. A sessão foi interrompida no último voto (quando estava 9 a 0 pela cassação da liminar) e a previsão é que a decisão saia no final do mês.

A cobrança foi movida pelo atacante Donizete, um dos heróis da conquista do Campeonato Brasileiro de 1995. Na época, quem era o presidente Carlos Augusto Montenegro. Mas quem gerou a dívida foi Mauro Ney Palmeiro*, presidente do Botafogo na última passagem de Donizete pelo clube. Montenegro, na oportunidade, era o presidente do Conselho Deliberativo, que aprovou as contas mesmo assim. E ironicamente pode ser ele que assuma a presidência caso Bebeto seja de fato preso.

* Texto corrigido

Atualização: Para não ir preso, Bebeto não precisa pagar toda a dívida com Donizete, de cerca de R$ 8 milhões, mas um outro débito, de US$ 300 mil, cerca de R$ 500 mil,à lista de credores trabalhistas do Botafogo, do qual Donizete é membro. As informações são do advogado do ex-jogador, Luiz Roberto Leven Siano.

Posted in Botafogo | Etiquetado: , , | 11 Comments »

Os peregrinos chegam ao Rio

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 11 janeiro 2008

Quando a gente acha que já viu tudo, surge essa Copa Peregrino, que será disputada a partir deste sábado, 12, no Rio, o primeiro torneio do Engenhão.

O torneio reúne três equipes brasileiras, América, Madureira e Botasco* (ou Vasfogo*) e três norueguesas, Viking e Stabaek, da primeira divisão,  e Start, da segunda ou menos ainda. O site da competição (www.copaperegrino.com)  é em norueguês e os patrocinadores também são desse país.

A tabela prevê apenas jogos de brasileiros contra noruegueses. Serão três rodadas, a primeira no dia 12, com uma rodada tripla, e as demais com um jogo por dia, de 14 a 17 de janeiro e dois no dia 18. América e Madureira farão jogos com intervalos de até 45 horas, o que contraria a lei. E no verão carioca. Dois dias antes da abertura, avisa-se que a tabela ainda pode ser modificada.

O grande chamariz para atrair os noruegueses para o Rio foi a participação do Botafogo. Mas o Glorioso aceitou participar de apenas duas rodadas. Na terceira, será substituído pelo… Vasco!! (daí os asteriscos acima). Mas pode ser que nem seja o Vasco, que seja um timeco qualquer.

Imagino que o campeão seja que terminar com mais pontos.  Mas, se for a equipe com mais jogadores com cuecas floridas, não ficaria nada surpreso. Alguém vai ter coragem de erguer essa taça?

Posted in Botafogo, Vasco | Etiquetado: | 4 Comments »

O “Ronaldo” do Botafogo

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 10 janeiro 2008

Uma das perguntas mais ouvidas no Rio de Janeiro é onde Escalada passou o reveillon. Deve ter sido dentro de uma churrascaria. Ou em casa, se ele tiver três mães e 15 avós.
O atacante argentino contratado pro suas atuações no futebol do Equador chegou ao Rio com umas bochechas de fazer inveja a qualquer bebê. Mal desembarcou, já foi posto numa dieta.

Segundo a própria comissão técnica do Botafogo, Escalada perdeu dois quilos, mas só deverá estar em condição de jogo no final de fevereiro. Daqui a mais de 40 dias. Quantos quilos mais o argentino vai ter de emagrecer? Os números oferecidos pelo Botafogo – chegou com 86, está com 84, precisa chegar a 82 – são impossíveis. Não é preciso quase dois meses para perder dois quilos.

Fico pensando se o Montenegro não ficou com inveja do Kléber Leite e quis trazer um atacnte, se não à altura, mas pelo menos do peso do Ronaldo…

Posted in Botafogo, Flamengo | Etiquetado: , | 8 Comments »

O mistério que vem de Portugal

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 8 janeiro 2008

Parece cada vez mais que o grupo de empresas que surgiu em Portugal para operar com futebol não faz bem o que promete. O primeiro caso é o da LusoArenas, empresa que se diz  especializada em construção de estádios, mas que nem no próprio site aponta um estádio que tenha construído.

Em comunicação ao blog, a empresa afirma que seus parceiros são confidenciais e citou apenas dois: Náutico e governo da Bahia, sendo que este nem sequer confirma o acordo.

Agora surge no noticiário a TBZ, apontada como uma gestora de estádios, mas que consegue apontar apenas um. o estádio da Cidade de Coimbra. De fato, parece ter mais experiência em gestão de marcas.
Em vários lugares é dito que a TBZ administra o Santiago Bernabéu, estádio do Real Madrid. O que existe é que ela é a gestora da marca Real Madrid na Europa. O acordo é recentíssimo, acertado no final de outubro.

No Brasil a TBZ negocia para ser a gestora do Engenhão, em parceria como Botafogo, e integra uma das propostas para construir e gerir o novo estádio do Grêmio.

A empresa diz que tem 11 anos, mas não se consegue saber o que fazia nos primeiros anos.

Para um país que necessita de mais trabsparência na admonistração do futebol, eses parceiros estão no mínimo na contramão.

Posted in Botafogo, Estádios, Grêmio | Etiquetado: , | 14 Comments »

Frases imortais – 1

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 7 janeiro 2008

“Esse time nunca vai deixar outros virarem um jogo que esteja 2 a 1. Mas eles têm até 28 de fevereiro para mostrar o que sabem no Estadual”

Essas duas frases desconexas foram proferidas pelo desconexo vice-presidente de futebol do Botafogo, Carlos Augusto Montenegro.

Mas ninguém se lembruo de lhe perguntar qual seria a orientação aos jogadores quando o jogo ficasse 3 a 1… nem o que poderá acontecer no dia 29 de fevereiro – afinal este é um ano bissexto.

Posted in Botafogo | Etiquetado: | 8 Comments »