Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Archive for the ‘Corinthians’ Category

Anote no Caderninho

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 18 março 2008

“Vai ser de chorar”

Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing do Corinthians, ao anunciar a produção de um filme sobre o centenário do clube, que poderia até ir para o circuito comercial de cinema.

Posted in Anote, Corinthians, Frases | Etiquetado: | 18 Comments »

O enigma do Saci

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 12 março 2008

Após o enigma do “molusco” Acosta, é a vez do engima do “Saci”.

O novo lateral-esquerdo do Corinthians estava no Itumbiara e tem no currículo um rebaixamento para a Série C com o Remo.

Antonio Carlos Zago não havia demonstrado interesse no jogador quando oferecido, durante a estréia do Corinthians na Copa do Brasil. O que o fez mudar de idéia?

Para quem estava pensando em Mineiro…

Posted in Corinthians, Futebol, Mercado de jogadores | 29 Comments »

Em vez de respostas, punições

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 10 março 2008

O árbitro José Henrique de Carvalho, do jogo Corinthians x Guaratinguetá, e o bandeira Edvânio Duarte, da partida Santos x Noroeste, foram afastados.

O primeiro foi punido por dar dois cartões amarelos ao mesmo jogador; o segundo, por não ter sinalizado corretamente para avisar ao juiz sobre o pênalti.

Nenhuma palavra foi dita sobre seus erros mais graves. Carvalho disse que foi avisado pelos auxiliares do duplo amarelo três minutos depois do ocorrido e mesmo assim nada fez. Duarte nada disse, nem como poderia ter visto um pênalti com a visão completamente encoberta pelo zagueiro Domingos. A foto que está no Lance de hoje (infelizmente, não achei no site) deixa claro que o toque de mão foi abaixo da altura do ombro de Domingos, logo impossível de ser visto pelo auxiliar.

Posted in Arbitragem, Corinthians, Estaduais, Santos | Etiquetado: , , | 17 Comments »

Grande na garganta

Posted by Marcelo Damato em domingo, 9 março 2008

O Corinthians saiu de campo reclamando da arbitragem, porque Magal, do Guaratinguetá, não foi expulso mesmo com dois amarelos.

Mas olhando os lances, vê-se que quem deveria chiar é o Guaratinguetá. E deve estar chiando. Mas quem escutou? A voz de cada clube é do tamanho de sua importância, não de sua razão.

O Corinthians foi beneficiado com a marcação de um impedimento inexistente num lance que sairia o gol de empate do Guará, e se, Magal merecia a expulsão, Chicão igualmente por ter entrado com a sola da chuteira na cara de um azarado.

E a expulsão de Bóvio não foi nada rigorosa. Nas duas vezes ele nem deve nem ter olhado para a bola.

Posted in Arbitragem, Corinthians | Etiquetado: , | 26 Comments »

O enigma do Molusco

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 6 março 2008

Acosta declarou que sua fase de adaptação ao Corinthians terminou, que agora vai começar a jogar bem. Falou como se jogar futebol fosse simples como apertar parafusos.

Das duas, uma: ou isso é um sonho do jogador, expresso em palavras, ou ele sabe realmente do que está falando.

Nesse caso, o que estaria atrapalhando o Lula Molusco até agora? Havia tubarões no pedaço?

Posted in Corinthians | Etiquetado: | 10 Comments »

A polêmica do domingo – 5

Posted by Marcelo Damato em domingo, 2 março 2008

Afinal, o que Valdívia fez diante dos corintianos é ou não antidesportivo?

Posted in Corinthians, Palmeiras | Etiquetado: | 67 Comments »

Caça a Dualib

Posted by Marcelo Damato em sábado, 1 março 2008

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, afirmou que pedirá o bloqueio dos bens de Alberto Dualib para o caso de conseguir obrigá-lo a devolver os recursos que saíram do clube por meio de notas frias.

Ainda que R$ 5,4 milhões pareçam muito pouco diante do volume de dinheiro que foi gasto a mais nos últimos dois anos – quase R$ 95 milhões -, essa atitude pode estar abrindo uma nova fase no futebol brasileiro, a da responsabilização dos dirigentes pelos próprios  sócios do clube.

Este país tem a triste tradição de considerar que a perda do poder é punição suficiente para quem cometeu os atos mais escandalosos na condução de um clube – empresa, sindicato, fundação e mandato parlamentar também.

Brincando com uma frase do famoso Garganta Profunda, o agente do FBI que revelou o esquema de espionagem que se transformou no Caso Watergate (1973-75), é preciso ir atrás do dinheiro.

Posted in Corinthians, Gestão, Justiça | Etiquetado: , | 8 Comments »

“No dia 18, o Corinthians vai mudar”

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 29 fevereiro 2008

Por Domingos Neto

Nesta quinta feira foi definida junto ao Cori e o Presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians, sr Carlos Senger, a data da reunião que vai definir o novo estatuto do S.C. Corinthians Paulista.

Será no dia 18 de março , com votação aberta e com alguns pontos a serem discutidos como a eleição direta (voto do associado) ou indireta (voto dos conselheiros) para presidente do clube, quantidade de conselheiros e algumas outras questões que devem ser definidas nesta data.

Foi discutido também se a decisão do Conselho sobre o estatuto deverá ser submetida à assembléia geral de sócios. O conselheiro e vice-presidente do Conselho , sr Alexandre Husni , é um dos defensores de que o conselho é quem deve decidir e não os associados do clube através da assembléia.

Mas essa questão também deve ser decidida no conselho em votação , apesar de que já existe o interesse de alguns conselheiros, caso seja aprovado o estatuto da eleição indireta, de até entrar na Justiça fazendo valer o que foi decidido no conselho .

Minha opinião : Além de ser a favor da eleição direta para presidente e ser a favor da democracia no clube , acho que caso o conselho aprove a eleição indireta, com certeza deve ter assembléia geral para o associado que é contribuinte do clube, mais que certos conselheiros que ganharam carteirinha de vitálicio e título remido da gestão anterior e pouco frequentam as dependencias do PSJ.

O associado precisa ser consultado e para isso deve ter a assembléia geral , seja qual o estatuto aprovado pelo conselho .

Texto originalmente postado em http://donineto.wordpress.com.

Caro Domingos, Minha opinião é a mesma que a sua. Sou a favor do máximo de democracia e completamente contra qualquer tipo de sócio remido – exceto em dois casos, pessoas de reconhecida e duradoura contribuição ao clube e pessoas que tenham feito doações substanciais, bem acima do que pagariam como sócias até o fim da vida.

Como os sócios remidos têm direito adquirido, defendo que a diretoria deveria conversar com cada um para que eles voltassem à situação de sócio contribuinte -e sendo ressarcidos, claro, do que pagaram a mais por esse título.

Posted in Corinthians, Post do leitor | Etiquetado: | 3 Comments »

Nasce um novo Corinthians

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 27 fevereiro 2008

O Corinthians começa nesta quinta-feira (28) * a mudar de fato. Começa a ser votada a proposta de alteração estatutária, que vai mudar a forma como os conselheiros são eleitos e a própria composição do conselho. O mesmo vale para o mandato presidencial. Essa mudança vai impedir, ou pelo menos dificultar muito, que novos Dualibs apareçam.

A votação começará pelo Cori, um conselho de caráter consultivo. A eleição pelo Conselho Deliberativo será no mês que vem.*

Atualmente, o Corinthians tem 400 conselheiros, dos quais 200 vitalícios, 100 biônicos e 100 eleitos. O mandato é de quatro anos. O mandato do presidente é de três anos e pode se reeleger indefinidamente. Na eleição, a chapa mais votada faz todos os conselheiros, não importando se recebeu 50,00001% dos votos, ou até menos se houver mais de duas chapas na disputa.

A proposta mantém o mandato presidencial em três anos*, mas proíbe a reeleição – exceto a de Sánchez, que exerce um mandato-tampão.

No Conselho, as mudanças serão muito maiores. Os mandatos serão reduzidos para três anos. Acabam os biônicos. O número de eleitos sobe para 200. As vagas dos vitalícios serão reduzidas a cem, à medida que os conselheiros forem renunciando ou morrendo. Até lá não haverá promoção de conselheiros.

Quando houver, os vitalícios não mais serão indicados pelo presidente, mas poderão disputar livremente dentro das regras para a candidatura.

E nas eleições para conselheiros, a distribuição das cadeiras será proporcional à votação de cada chapa.

Muitas das medidas já vigoram há muito tempo em outros clubes. Mas a supremacia dos conselheiros eleitos sobre os vitalícios e, principalmente, a proibição da reeleição do presidente são raras ou inéditas.

Mas o principal ponto em discussão, o principal avanço, a eleição direta para presidente, ainda é uma dúvida.

Flamengo e Santos já fazem isso há muito tempo e nunca esses clubes foram abocanhados por manipuladores de votos, o temor dos favoráveis à eleição indireta.

* acréscimo/correção

Posted in Corinthians | Etiquetado: , | 12 Comments »

O iceberg alvinegro

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 26 fevereiro 2008

A investigação policial sobre as contas do Corinthians apurou um desvio de R$ 2 milhões.

Por um lado é um resultado histórico. Em clubes grandes, que eu me lembre, nunca uma investigação chegou a esse ponto, de concluir que houve roubalheira.

Por outro, é uma decepção. O Corinthians em dois anos acumulou uma dívida de R$ 95 miçhões. Foi em dois anose não mais, porque em 2005, todas as dívidas foram pagas, com dinheiro da MSI. Isso equivale a dizer que em dois anos o Corinthians gastou três anos de arrecadação, grosso modo. Apesar de tanto ouro, granito e mármore na nova sede, não dá para acreditar que apenas 2% do estouro foi por causado por má-fé.

A Polícia e o Ministério Público não deveria para por aí. Não basta achar a ponta do iceberg.

Mas, se o Ministério parar, o Conselho do clube deve seguir adiante. Pois o dinheiro que foi desviado tem que ser recuperado. Nem que Alberto Dualib, Nesi Curi e outras pessoas que eventualmente  aparecerem na história tenham de terminar de ficar de cueca.

Posted in Corinthians, Gestão, Justiça | Etiquetado: | 11 Comments »

O mistério da Fazendinha

Posted by Marcelo Damato em sábado, 23 fevereiro 2008

O Corinthians está acenando com a volta dos jogos no seu antigo estádio. Mas corre o risco de mais uma vez dar com os burros n’água.

A principal razão sempre alegada para proibir jogos do Corinthians na Fazendinha foi que o estádio comporta 14 mil duzentas e poucas pessoas, enquanto o Regulamento Geral das Competições da FPF exige 15 mil lugares. As reformas que colocarão novas saídas no meio da arquibancada vão certamente reduzir esse total.

Como 14.200 menos alguma coisa pode dar 15 000? Ou vão reduzir os espaços para criar mais lugares?

A FPF informou que não há possibilidade de abrir exceção ao limite de 15 mil lugares. E, mesmo que a capacidade mude, a PM, que veta jogos no local, teria de ser convencida.

Atualização: A diretoria do Corinthians informa que o documento que possui registra uma capacidade de 18 mil lugares e que a reutilização do estádio já foi discutida com a PM, a Prefeitura e a FPF. Está esperando a lista de exigências para começar as obras.

Posted in Corinthians, Estaduais, Estádios, Fed Paulista | Etiquetado: , | 18 Comments »

Estádio sem alicerce

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 20 fevereiro 2008

A construção do estádio do Corinthians sofreu um baque. A comissão formada para estudá-lo se dissolveu dizendo que não poderia dar um parecer até o próximo dia 25, quando termina a opção de construtora que se propõe a fazê-lo.

Outra questão é que um conselheiro, Edgard Soares, que já foi vice em váreas áreas na gestão de Alberto Dualib e há algum tempo faz parte do time de colaboradores da Agência Futebol Interior, é que é uma espécie de padrinho do projeto.

Ele afirma que não irá ganhar comissão nenhuma, nem mesmo da construtora.. Mas a questão é que quase ninguém acredita nele. O Corinthians já disse que não pagará comissão. Mas a construtora, não.

Há uma série de problemas a serem superados até o início das obras. Uma delas é a resistência da prefeitura em autorizar a construção de um estádio na beira da Marginal Tietê, uma das principais artérias de tráfego da cidade.

E tudo precisaria ser aprovado até o dia 25. Parece muito difícil, para dizer o mínimo.

Posted in Corinthians, Estádios | 19 Comments »

Uma situação inadmissível

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 20 fevereiro 2008

As declarações do conselheiro corintiano Osmar Stábile de que tem direito a parte do dinheiro da venda do atacante Wilson são de estarrecer.

Em primeiro lugar, pela divergência entre o que ele diz (que tem direito a 100%) e o que está resgistrado pelo clube, que são 50% e formalmente pertencentes a um sócio desse conselheiro.

Mas o pior é que esse mesmo Stábile foi candidato a presidente do Corinthians – depois desistiu. Como alguém que tem interesse econômico pessoal em jogadores do clube (e não se trata de acusação, é ele mesmo que reivindica) pôde se apresentar como candidato? Certamente essa situação já era de conhecimento geral. Se esse não é motivo para uma punição séria, não sei o que é.

Que venha logo essa reforma estatutária, que se proíba qualquer conselheiro e seus parentes diretos de terem qualquer relação econômica com o clube. Nem que seja para não se correr o risco de ter um presidente tendo que decidir entre o clube e ele próprio.

Correção: Stábile não desistiu formalmente e teve votação muito pequena.

Posted in Corinthians | Etiquetado: | 9 Comments »

O mapa da Fiel

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 15 fevereiro 2008

Essa é a localização do terreno onde o Corinthians pode construir o estádio.

O infográfico é da Globo.Esportes.com

corinthiansestadio.jpg

Posted in Corinthians, Estádios, Gestão | 12 Comments »

Uma questão de régua

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 14 fevereiro 2008

O Corinthians afirma que acertou a reforma do contrato de fornecimento de material esportivo com a Nike. Afirma que é o maior contrato do gênero do Brasil. O São Paulo, que está estreando um novo contrato em 2008 com a Reebok, diz a mesma coisa.

Incluindo o material esportivo, o contrato do São Paulo é de R$ 14 milhões por ano. O do Corinthians, nas mesmas condições, é de R$ 12 milhões.

Mas em dinheiro o Corinthians vai receber pouco mais de R$ 10 milhões/ano, segundo um assessor da presidência do clube. Já o São Paulo receberá em torno de R$ 8 milhões/ano.

Mas como o São Paulo vai receber R$ 6 milhões em material esportivo, enquanto o Corinthians receberá menos do que R$ 2 milhões? É que o contrato do São Paulo prevê fornecimento de material esportivo para todos os esportes em todas as categorias.

Mas para saber se a conta fecha ou se os valores das peças estão sobrevalorizados, só vendo o contrato.

Posted in Corinthians, Gestão, Marketing, São Paulo | Etiquetado: | 29 Comments »

Vem aí o Fielzão (!) (?)

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 14 fevereiro 2008

    O Corinthians pode fechar até o dia 22 um acordo para a construção de seu estádio. O nome da construtura ainda é mantido em sigilo. Segundo o clube, ela é grande e está há 80 anos no mercado. Esta é a melhor proposta que o clube recebeu até agora, mas precisa dizer se aceita nos próximos dias. No dia 22 vence o direito de opção da compra do terreno pela construtora. O terreno fica na Marginal Tietê (para quem não conhece a cidade de São Paulo, essa é a mais importante via expressa de São Paulo, que margeia o Rio Tietê de ambos os lados e corta a cidade no sentido oeste-leste).

Segundo o presidente do Corinthians, a construtora ficará com uma casa de shows a ser construída dentro do estádio, com parte da renda do estacionamento e com uma parte dos camarotes, estes por um prazo definido.

O projeto prevê 77 mil lugares – uma referência ao título de 1977, que encerrou 22 anos sem títulos. O acordo prevê uma garantia bancária que assegure o término da construção mesmo que a construtora sofra algum contratempo financeiro. O prazo para entrega é 2010. Não se fala, pelo menos por enquanto, em uso para a Copa do Mundo.

Posted in Corinthians | Etiquetado: | 45 Comments »

Números e números

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 13 fevereiro 2008

Estes são dados apresentados pelo Corinthians, para mostrar a quantas anda a reforma administrativa.

Gastos (R$ mil/mês) Departamento Jurídico: Antes  147 x Hoje 35, Funcionários da presidência, 47 x 7, Manutenção da piscina 72 x 18, restaurante 100 x 20.

Receita (R$ mil/mês): Escolinhas licenciadas 36 x 174.

Saldo desses itens: R$ 420 mil/mês. Saldo geral: R$ 1 milhão/mês

Os números são positivos, mas são números escolhidos pela direção do clube. E não incluem o futebol.

Posted in Corinthians, Gestão | Etiquetado: | 7 Comments »

A morte de Badri

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 13 fevereiro 2008

A polícia suspeita de assassinato na morte de Arkadi “Badri” Patarkatsishvili, parceiro de Kia Joorabchian. Ele foi encontrado morto na noite de terça-feira, em sua casa em Londres. Os primeiros exames indicam infarto.

Para quem leu o livro “O Laboratório dos Venenos – a indpustria dos assassinatos políticos, de Lenin a Putin” (Nova Fronteira, 2007), é impossível não pensar em execução.

O livro, do jornalista e escritor Arkadi Vaksberg, descreve dezenas de assassinatos com os mais variados venenos, que por não terem sua composição conhecida, são indectáveis e sempre o laudo do legista é: infarto.

Badri era o homem mais rico da Geórgia. Foi uma das pessoas que se tornaram bilionárias do dia para a noite na época das privatizações na Rússia e outras ex-repúblicas soviéticas. Dava-se bem com a CIA, de quem diz-se que conseguiu o dinheiro para comprar sua estatal.

No fim do ano passado, foi candidato a presidente. Mas era odiado pelos georgianos e teve uma votação inexpressiva. Talvez mais do que no poder, sua candidatura visasse a proteger seu bem maior. Mas isso são só especulações.

Para o Corinthians, é uma pessoa a menos a ligá-lo com esse período tão sombrio de seu passado.

Posted in Corinthians | Etiquetado: , | 6 Comments »

Transparência alvinegra

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 7 fevereiro 2008

Com atraso, eu publico o cumprimento da promessa da diretoria do Corinthians, de publicar a situação de cada jogador do elenco corintiano, em relação à divisão dos recursos gerados por uma eventual negociação e o nome do agente de cada jogador.

Alguns pontos merecem atenção, além do ineditismo da medida, no futebol brasileiro ao menos.

Dos 43 jogadores, três estão por empréstimos e 40 em definitivos. Desses 13 são 100%, em sete o clube tem pelo menos 75% de participação e em um, de menos de 50%. Os demais 19 estão na faixa intermediária, de 50% a 70%.

Tanto entre os parceiros e os agentes, há poucas coincidências. O ex-zagueiro Marcelo Djian é o mais presente, agente de quatro atletas, incluindo dois que foram emprestados a outros clubes.

Veja a tabela completa.

Posted in Corinthians, Gestão | Etiquetado: | 9 Comments »

Uma frase inesquecível – 2

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 7 fevereiro 2008

“O futebol é muito tentador quando o resultado não vem.  Todo mundo é bom nessa hora. Mas a realidade é outra.”

Mano Menezes, cobrando publicamente que o presidente do Corinthians, Andrés Sánchez, freie seu ímpeto de contratações e só contrate quem for realmente de qualidade.

Posted in Corinthians, Técnico | Etiquetado: , | 11 Comments »

Brincando de vidraça – 9

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 7 fevereiro 2008

“Estamos deficientes do meio para frente e procuramos um meia e mais um atacante. Quando todo mundo menos esperar, vamos anunciar jogadores para essas posições.”

Andrés Sánchez, presidente do Corinthians, sem explicar como espera que alguém – ainda mais “todo mundo” – se surpreenda com algo que está anunciando

Posted in Corinthians, Frases, Gestão, Mercado de jogadores | Etiquetado: | 6 Comments »

O jogo dos sem-teto

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 1 fevereiro 2008

Corinthians e Barras (PI) vão se enfrentar pela primeira fase da Copa do Brasil sem poder jogar em casa. O Albertão, em Teresina, e o Pacaembu, em São Paulo, foram vetados pela CBF, por falta de laudos.

O jogo de ida, no dia 13 de fevereiro, será no Serra Dourada, em Goiânia, porque não há estádio nem no Piauí nem no Maranhão apreovados pela CBF.

O jogo de volta deverá ser no Morumbi.

Posted in CBF, Copa do Brasil, Corinthians, Estádios | 8 Comments »

Forma ou fôrma?

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 1 fevereiro 2008

O técnico Mano Menezes afastou Finazzi até que ele melhore seu condicionamento física. Mas os gols que ele tem desperdiçado neste Paulista se devem a outro tipo de problema…

Posted in Corinthians | Etiquetado: | 8 Comments »

Corinthians Manchester

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 31 janeiro 2008

Essa associação de palavras surgiu de forma farsesca quando os corintianos, para secar o Palmeiras na disputa do Mundial interclubes de 1999, adotaram o clube inglês. Até camisa pirata a brincadeira rendeu.

Mas agora o paralelo é sério.

O presidente do Corinthians, Andrés Sánchez, me disse que vai implantar uma política de transparência nas sua gestão de jogadores inédita no futebol brasileiro.

Vai publicar no seu site, jogador por jogador, qual é a parte do clube e qual é a parte de cada outro clube ou empresário no caso de uma eventual negociação e qual o nome do seu agente. Vai publicar também, em cada negociação, o valor total e quanto está sendo pago ao agente.

Por adotar essas medidas, o Manchester United, nos tempos pré-Glazer, foi considerado um modelo mundial de transparência administrativa.

“Sei que alguns empresários podem não gostar e até não querer mais fazer negócios com a gente. Mas vamos fazer”, Andrés Sanchez.

Posted in Corinthians, Gestão | Etiquetado: | 12 Comments »

Uma pergunta que não cala – 12

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 31 janeiro 2008

Por que o São Paulo revela o valor de seus negócios e o Corinthians, que tem a transparência como bandeira de gestão, não?

O contraste ficou ainda mais evidente na última quarta-feira, quando um jogadores de cada clube foram negociados com o PSG, da França. Souza foi por 4 milhões de euros. Mas o valor da liberação de Everson Santos não foi divulgado pelo clube.

Atualização: O blog apurou que o jogador foi vendido pela metade do preço de Souza (o que é bom, comparadas as realizações de cada um). O Corinthians vai ficar com 1 mihão de euros.

Um vice-presidente setorial do clube disse que a razão da falta de transparência nesses assuntos é a inexperiência em comunicação, não uma política deliberada. Se for assim, será corrigido logo.

Atualização: a venda de Everton Santos foi colocada no site do Corinthians nesta quarta-feira. Leia. Segundo a diretoria a informação não foi divulgada ontem porque o jogador ainda estava fazendo exames médicos. E que a assinatura deu-se hoje apenas.  O curioso é que a nota então traz apenas informações de ontem.

Posted in Corinthians, Gestão, Mercado de jogadores, Pergunta, São Paulo | Etiquetado: | 2 Comments »