Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Archive for the ‘Estaduais’ Category

Anote no caderninho – 11

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 17 março 2008

“Iremos para a final do Paulistão e o São Paulo é perigoso quando chega.”

 Muricy Ramalho, técnico do São Paulo 

Posted in Anote, Estaduais, São Paulo, Técnico | Etiquetado: | 63 Comments »

A polêmica do domingo

Posted by Marcelo Damato em domingo, 16 março 2008

O que teria acontecido no clássico se o juiz tivesse visto o lance de Kléber em André Dias no primeiro tempo? O uso de vídeos para ajudar o árbitro teria sido um bem importante para esse jogo?

Posted in Estaduais, Palmeiras, São Paulo | Etiquetado: , | 75 Comments »

Paraná com cara de Rio Grande do Sul

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 12 março 2008

O futebol paranaense mostra em 2008 uma nova característica em seu jogo, muito conhecida dos gaúchos: a defesa. Atlético Paranaense e Coritiba, que terminaram a primeira fase do estadual nas duas primeiras colocações, comandam a estatística, que também considera os jogos da Copa do Brasil.

O Furacão sofreu nove gols em dezessete partidas. Já o Coxa tem um desempenho ainda melhor, levou apenas oito gols. A equipe de Ney Franco, invicta na temporada, ainda não tomou mais de um gol numa partida deste ano.

No rival, a defesa não é vazada desde o dia 3 de fevereiro. Édson Bastos está invicto há 761 minutos e vive a expectativa de quebrar o recorde do goleiro Jairo, que em 1972 obteve a marca de 932 minutos. A seqüência é ainda mais surpreendente, se for lembrado que o técnico do Calviverde é Dorival Júnior, treinador do Cruzeiro no Brasileiro de 2007. Os mineiros terminaram com o melhor ataque (73 gols) e uma zaga abaixo da média (58).

Henrique foi vendido para o Palmeiras. Será que a torcida está sentindo saudades?

Posted in Atlético-PR, Coritiba, Estaduais, Futebol | 5 Comments »

Em vez de respostas, punições

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 10 março 2008

O árbitro José Henrique de Carvalho, do jogo Corinthians x Guaratinguetá, e o bandeira Edvânio Duarte, da partida Santos x Noroeste, foram afastados.

O primeiro foi punido por dar dois cartões amarelos ao mesmo jogador; o segundo, por não ter sinalizado corretamente para avisar ao juiz sobre o pênalti.

Nenhuma palavra foi dita sobre seus erros mais graves. Carvalho disse que foi avisado pelos auxiliares do duplo amarelo três minutos depois do ocorrido e mesmo assim nada fez. Duarte nada disse, nem como poderia ter visto um pênalti com a visão completamente encoberta pelo zagueiro Domingos. A foto que está no Lance de hoje (infelizmente, não achei no site) deixa claro que o toque de mão foi abaixo da altura do ombro de Domingos, logo impossível de ser visto pelo auxiliar.

Posted in Arbitragem, Corinthians, Estaduais, Santos | Etiquetado: , , | 17 Comments »

O mistério da Vila

Posted by Marcelo Damato em domingo, 9 março 2008

Como o bandeira Edvânio da da Vila Belmiro pode ter avisado o árbitro do pênalti cometido por Bonfim, do Noroeste, se é impossível que ele tenha visto o toque de mão? Basta ver o lance para perceber que o corpo de Domingos lhe tapava completamente a visão.

Sendo assim, quem avisou o bandeira que houve o pênalti (que de fato ocorreu)?

Posted in Arbitragem, Estaduais, São Paulo | Etiquetado: | 6 Comments »

Real, não aquele, eliminado

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 6 março 2008

O Real Brasil, do Paraná, foi eliminado do Campeonato Paranaense e suspenso por dois anos do futebol por estimular o uso de documentos falsos.

Em 2007, o Real contratou o zagueiro Emerson, de 22 anos. Durante o ano, segundo declaração do próprio clube, descobriu que o atleta usava documentos do irmão menor e se chamava Erinaldo, 26. Apesar disso não regularizou a ituação do jogador junto ao BID. Em janeiro, o Iguaçu, que nada sabia, contratou o jogador, novamente sob o nome de Emerson. Ao perceber a fraude, dispensou-o. O Real Brasil então contratou-o sob o nome de Erinaldo.

Quando o Iguaçu descobriu, fez a denúncia. O clube perdeu 12 pontos (e não tem mais chance de fugir do rebaixamento), foi suspenso por dois anos e multado em R$ 10 mil. O jogador foi suspenso por dois anos. Da sentença cabe recurso.

Da decisão cabe recurso.

O Real Brasil foi criado no Paraná em 2005. Não é uma continuação do Real Salvador, que anos atrás existiu na Bahia, segundo o fundador do finado clube baiano, Newton Mota, aquele que revelou Vampeta e Dida e hoje está no Cruzeiro.

Posted in Estaduais, Justiça Esportiva | Etiquetado: , , | 14 Comments »

Ligaram o ventilador em Minas

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 3 março 2008

Sete árbitros e bandeiras mineiros foram punidos no ano passado por superfaturarem as passagens de avião que compravam. A denúncia partiu de um clube, o Gama, que conseguiu provar que os valores cobrados superavam os de mercado em mais de 200%. Eles foram julgados pelo STJD em duas instãncias e suspensos de 120 a 240 dias, a última em setembro.

O presidente da comissão de arbitragem da CBF, Sérgio Correa, disse na época que eles estavam eliminados do quadro da CBF, mas fez a medida valer apenas para 2007. Neste ano, eles voltaram a pedir a reentrada no quadro, sob a ameaça de fazer denúncias sobre a lisura das arbitragens do Campeonato Mineiro.

O presidente da comissão de arbitragem da FMF, o ex-árbitro Lincoln Bicalho, enfrentou o desafio e os descredenciou de novo. Sérgio Correa apoiou e disse que, mesmo que fosse indicados, não seriam escalados.

Os árbitros então cumpriram a ameaça, mas pela metade, por enquanto. Disseram que o Campeonato Mineiro de 2007 foi manipulado, mas não deram o nome aos bois, ainda.

Apesar de a denúncia envolver outros árbitros e esses potencialmente apitarem no Campeonato Brasileiro, a CBF não abriu nem uma sindicância, ainda. O caso corre apenas em Minas.

Posted in Arbitragem, CBF, Estaduais | Etiquetado: , | 15 Comments »

O bode é o bicho

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 29 fevereiro 2008

O líder do Campeonato Baiano é o Alviverde. Apesar das cores, nada tem a ver com o Palmeiras Nordeste, clube fundado há uns dez anos com a parceria do Palmeiras e que teve alguns anos de semiestrelato local.

O Alviverde surgiu em 2001 como uma escolinha, um clube só com divisões de base. No começo atendia apenas crianças, quase como uma ONG. Aos poucos cresceu e o seu proprietário decidiu abrir um time profissional. Por uma regra para lá de bizantina da federação baiana (cada cidade só pode registrar um clube para cada 100 mil habitantes, não importando se o clube está ativo ou não), o clube só conseguiu disputar pela primeira vez no ano passado.

Neste ano, já chegou à ponta, um ponto à frente do Bahia. É a primeira vez em mais de 20 anos que Vitória da Conquista, a terceira cidade do estado, tem um time no Baianão. 

Até onde o Bode – mascote do clube – irá,  é impossível saber. Mas pelo menos seus 15 minutos de fama já conseguiu.

Posted in Estaduais | Etiquetado: , | 5 Comments »

Um caso muito enrolado

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 27 fevereiro 2008

Um escândalo  explodiu no Campeonato Paranaense. O Iguaçu, de União da Vitória, afirma que o jogador Erinaldo da Silva Santos, 26, do Real Brasil, jogou as primeiras rodadas do Paranaense pelo próprio clube com o nome de Emerson da Silva Santos, de 22 anos.Erinaldo jogou pelo Real, na partida conta o Iraty, pela 10ª rodada e ficou no banco contra o Galo Adap. A procuradoria do TJD-PR vai oferecer denúncia. Por supostamente ter escalado um atleta que já tinha atuado em outro clube no mesmo campeonato – e não por ter usado um gato -, o Real corre o risco de perder 12 dos seus 13 pontos e ficar muito ameaçado pelo rebaixamento.

O Real admite que o jogador já usou documento falso, mas que o clube descobriu e regularizou isso em 2007, quando tentou negociá-lo para um clube mexicano, o que acabou não se concretizando.

Em 2007, o jogador, como Emerson, teve contrato como o Real, encerrado em 22 de junho. No segundo semestre, não há registro dele no BID da CBF. No início deste ano, ainda com a identidade falsa, assinou com o Iguaçu até o término do Campeonato Paranaense. Segundo o BID da CBF, o contrato ainda está em vigor.

Usando a que seria sua identidade real, o jogador foi registrado no último dia 13 pelo Real Brasil. Pela CBF, é o primeiro contrato de Erinaldo.

Os dados mostram que a defesa do Real aparentemente não se sustenta, pois na CBF ele só aparece como Erinaldo em 2008.

E como “Emerson” saiu do Iguaçu depois de menos de dois meses?

A história do Real Brasil, fundado em março de 2005, é tão confusa quanto a de seu jogador. Começa pelo nome, inspirado no Real Madrid, mas completamente fora de sintonia em um país republicano. Em três anos, o clube já está no terceiro escudo. Começou com uma cópia do escudo do Real Madrid e depois foi alterando algumas cores, até chegar ao modelo atual.

* Atualizado e corrigido às 11h08

Posted in Estaduais | Etiquetado: , | 3 Comments »

Anote no caderninho

Posted by Marcelo Damato em domingo, 24 fevereiro 2008

“Estou no Botafogo há seis anos e a gente cansa. Hoje é meu último dia como presidente do Botafogo. Peço desculpas a todos, mas a gente precisa ter coração forte para agüentar isso. Quando cheguei ao clube, o Botafogo estava despedaçado. A gente trabalha e ter que aguentar isso é difícil”

Bebeto de Freitas, presidente demissionário do Botafogo, revoltado com a atuação de Marcelo de Lima Henrique.

Posted in Botafogo, Estaduais | Etiquetado: , | 14 Comments »

O mistério da Fazendinha

Posted by Marcelo Damato em sábado, 23 fevereiro 2008

O Corinthians está acenando com a volta dos jogos no seu antigo estádio. Mas corre o risco de mais uma vez dar com os burros n’água.

A principal razão sempre alegada para proibir jogos do Corinthians na Fazendinha foi que o estádio comporta 14 mil duzentas e poucas pessoas, enquanto o Regulamento Geral das Competições da FPF exige 15 mil lugares. As reformas que colocarão novas saídas no meio da arquibancada vão certamente reduzir esse total.

Como 14.200 menos alguma coisa pode dar 15 000? Ou vão reduzir os espaços para criar mais lugares?

A FPF informou que não há possibilidade de abrir exceção ao limite de 15 mil lugares. E, mesmo que a capacidade mude, a PM, que veta jogos no local, teria de ser convencida.

Atualização: A diretoria do Corinthians informa que o documento que possui registra uma capacidade de 18 mil lugares e que a reutilização do estádio já foi discutida com a PM, a Prefeitura e a FPF. Está esperando a lista de exigências para começar as obras.

Posted in Corinthians, Estaduais, Estádios, Fed Paulista | Etiquetado: , | 18 Comments »

Raio X do absurdo

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 22 fevereiro 2008

Essas são as informações mais importantes do borderô do jogo Botafogo x Fluminense, semifinal da Taça Guanabara.

PÚBLICO

Ingressos usados

51.657

Arquibancada (int.)

9.597

Arquibancada (meia)

28.963

Ingressos cortesia

2.377

Crianças/idosos

4.512

Ingressos encalhe

13.444

RENDA

Renda Bruta

R$ 1.124.584,50

100,0%

Parte de cada clube

R$ 348.077,98

31% (x2)

Descontos total

R$ 428.430,54

38,0%

Aluguel Maracanã

R$ 49.410,00

4,4%

Taxa Fferj

R$ 112.458,45

10,0%

Ingressos

R$ 112.458,45

10,0%

Desp cada clube

R$ 20.000,00

1,8% (x2)

Fugap

R$ 14.428,10

INSS

R$ 56.229,23

5,0%

Ingressos cortesia

R$ 3.449.50

Escoteiros

R$ 7.214,05

Ass. crônica esp.

R$ 3.607.03

Antidoping

R$ 3.110,00

Arbitragem

R$ 8.150,00

INSS s/arbitragem

R$ 1.283,63

Taxas Coop Arb

R$ 1.304,00

Observações.

1). É chocante a participação das meias entradas no total de ingressos vendidos. Em outros setores, a porcentagem de meias entradas é menor, mas é sempre superior a 50%.

2) Além dos ingressos de meia entrada, mais 13% são de cortesia.

3) A Ferj, que já tem parte da receita dos direitos de TV, morde 10% sem fazer nada.

4) Em contrapartida, o aluguel do campo é muito baixo, menos de 5%.

5) Os gastos com ingressos também comem 10% da renda

6) Os gastos com INSS deveriam ser colocados como receita dos clubes, porque isso já é uma tremenda ajuda do governo a eles. Se num clube os gastos com salários comem mais de 70% da despesa de um clube, os 20% do INSS corresponderiam a bem mais de 10% da receita bruta e não os meros 5% que oneram os clubes. Passando esse valor para o outro lado, ainda assim os descontos mordem um terço da renda.

7) R$ 8 mil de taxa de arbitragem num jogo é extravagante. Cada um do quarteto recebeu mais de R$ 2.000. E os R$ 1.300 pagos à cooperativa de arbitragem são inexplicáveis.

8.) R$ 7,2 mil para escoteiros são uma piada e R$ 3,6 mil para a associação dos cronistas esportivos são quase isso.

9) A maneira de contabilizar os ingressos de cortesia (atribuindo valor de R$ 0,5o e depois descontando o valor) gera vários ônus desnecessários, que são contabilizados sobre a renda bruta.

10) Como num jogo como esse pode haver um encalhe desse tamanho (mais de 20%)?

 

Posted in Botafogo, Estaduais, Fluminense | Etiquetado: | 20 Comments »

Este é … Bebeto

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 22 fevereiro 2008

Por Bebeto de Freitas

1) Pagar no dia 20 é melhor pelo fluxo de entrada de dinheiro no clube. O clube, em teoria corre algum risco (de perder algum jogador na Justiça), mas isso não se verificou até agora. Ao contrário, a imagem do Botafogo só melhorou nos últimos anos. Hoje não atrasamos mais os salários.

2) Assumi no final de 2002, com o clube rebaixado e na segunda divisão. Espero entregar o clube sem dívida nenhuma, além das dívidas federais, que foram equacionadas com a Timemania.

3) O futuro do Botafogo está no estádio. O Botafogo precisa ter grande receita nos dias de jogo. E, para isso precisa ter um bom time.

4) Foi para ter um bom time que o Botafogo fez parcerias com investidores. E na venda dos jogadores, o Botafogo terá 30% da venda de cada jogador. O dinheiro dessas vendas terão que ser reaplicados em jogadores. Assim, nos próximos negócios,  o Botafogo terá uma porcentagem maior em cada atleta.

5) Os descontos que fazem em cima da renda oneram demais os clubes, especialmente no Estadual.

Posted in Botafogo, Estaduais | Etiquetado: | 12 Comments »

Com-salário x sem-salário

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 21 fevereiro 2008

A três dias da final da Taça Guanabara, o assunto é dinheiro. O Botafogo, para motivar seus jogadores decidiu antecipar o pagamento do salário de janeiro para dia 19.

Como é? O dia-limite para pagamento não foi dia 7, o quinto dia útil? No Botafogo, não. Há um “acordo” que joga o dia do pagamento para o dia 20 de cada mês. Qual é a utilidade disso, se o Botafogo tem que pagar a cada 30 dias, é um mistério, mas é assim que funciona.

E é melhor do que no Flamengo. Os jogadores só receberam 15 dias de salário. De dezembro, bem entendido. De janeiro, nada ainda. Assim, se não receberem nada até dia 6, vão acumular um mês e meio de atraso.

Pela Lei Pelé, ambos os clubes correm risco de perder os seus jogadores: o Botafogo, por pagar sempre depois da data-limite, e o Flamengo, caso deixe algum pagamento atrasado por mais de 90 dias.

Posted in Botafogo, Estaduais, Flamengo | Etiquetado: , | 15 Comments »

Depois do pacto

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 21 fevereiro 2008

Não foi somente o pacto de conseguir vencer os quatro jogos que antecedem o clássico contra o Corinthians que o Palmeiras perdeu. A série seria importante para dar confiança à equipe na partida seguinte, contra o Corinthians, a mais importante para o time do ponto de vista psicológico, e marcada para a 12ª rodada.

Depois de vencer Guarani e Juventus e empatar com o Rio Claro, o Palmeiras vai enfrentar o Rio Preto antes do clássico.

A questão é que ainda na metade da fase de classificação, o Palmeiras só tem mais uma partida contra os piores colocados do Paulista, justamente o Rio Preto, que ainda é o lanterna, mas ganhou seis de seus sete pontos das duas últimas partidas

Após as 11 primeiras rodadas, o Palmeiras terá enfrentado sete das oito equipes mais fracas. A carne de pescoço vem depois. A tabela dá uma mãozinha (involuntária) a Luxemburgo justamente neste momento. Mas qualquer ponto desperdiçado será dificíl de recuperar mais tarde.

Posted in Estaduais, Futebol, Palmeiras | Etiquetado: | 13 Comments »

Me belisca! – 3

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 19 fevereiro 2008

“Constatei que o Vasco é favorito para ganhar a competição e estou tranqüilo. O time está em ascensão e isso é nítido para mim”

Eurico Miranda, presidente do Vasco, explicando por que não fará contratações até o fim do Estadual

Posted in Estaduais, Frases, Vasco | Etiquetado: , | 27 Comments »

Deu a louca… O Vídeo

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 19 fevereiro 2008

Eis um compacto de Atlético x Social. O vídeo deixa informações importantes de fora como várias chances do Atlético, a expulsão de um jogador do social e o tempo dos lances. Mas é o primeiro postado no YouTube.

Posted in Atlético-MG, Estaduais, Vídeos | Etiquetado: | 3 Comments »

TJD libera os grandes times

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 19 fevereiro 2008

Os grandes clubes se deram bem na sessão de segunda do TJD do Campeonato Paulista. Denunciados em artigos que prevêem punições que chegam a ultrapassar um ano, nenhum dos denunciados pegou uma pena maior do que dois jogos.

Boa parte das penas foram em forma de multa, de valor quase irrisório se comparado ao que ganham. As decisões foram tão extraordinárias que Adriano comemorou a suspensão de dois jogos enquanto seu advogado lamentava. Faltou combinar.

Posted in Estaduais | Etiquetado: , | 11 Comments »

O maior espetaculo da Terra

Posted by Marcelo Damato em domingo, 17 fevereiro 2008

Acabo de ver os melhores momentos de Atlético-MG x Social. Jogando no Mineirão, o Atlético teve, sem exageros, umas 25 chances claras de marcar. O Atlético teve 43 chutes a gol.

No começo do segundo tempo, o Social teve um jogador expulso. Depois disso chegou ao seu gol, num dos mais espetaculares chutes da intermediária que vi nos últimos anos.

O goleiro Ronaldo teve uma atuação espantosa, alternando defesa espetaculares com lances em que falhou, mas algum zagueiro salvou.

Posted in Atlético-MG, Estaduais | Etiquetado: , | 5 Comments »

Deu a louca na bola

Posted by Marcelo Damato em domingo, 17 fevereiro 2008

Este foi um fim de semana de surpresas.

O São Paulo perdeu a invencibilidade contra um time que é seu freguês habitual.

O Atlético-MG perdeu em casa para o Social.

O Santos foi derrotado pelo lanterna do Paulista, o Rio Preto, um time que jamais tinha conseguido uma vitória na primeira divisão.

O Bahia, o clube que caloteia seus próprios funcionários, disparou na liderança do Baiano.

E o Roger fez o gol da vitória gremista jogando “quase” no interior gaúcho.

Posted in Estaduais | 20 Comments »

Coincidências e descoincidências

Posted by Marcelo Damato em domingo, 17 fevereiro 2008

O zagueiro Fábio Luciano, zagueiro, fez um gol do Flamengo. Seu colega de zaga, Ronaldo Angelim, fez o outro. Allan Kardec, atacante protegido por Eurico Miranda, fez um gol, Seu colega de ataque e proteção, Edmundo,  perdeu um pênalti.

Posted in Estaduais, Flamengo, Vasco | Etiquetado: , | 13 Comments »

A volta do Furacão

Posted by Marcelo Damato em domingo, 17 fevereiro 2008

O Atllético-PR chegou hoje à 11ª vitória seguida no Campeonato Paranaense, igualando o feito de 1949. Naquela época, o Atlético, com suas listras rubronegras horizontais, marcou 49 gols nessa seqüência, fazendo quatro ou cinco na maioria dos jogos, e recebeu pela primeira vez o apelido de Furacão.

Neste sábado (16), o Atlético bateu o Iguaçu por 8 a 1. Nesses 11 jogos, marcou 33 gols.

Os campeonatos são muito diferentes. Em 2008, o Paranaense reúne 16 equipes. As oito melhores passam à segunda fase, formada por dois quadrangulares, em dois turnos. Ap´so seis jogos, há as semifinais e finais, cada uma com dois jogos. Para ser campeão é preciso disputar 25 partidas.

Em 1949, apenas sete equipes disputaram o Paranaense, todas da capital. O sistema foi de pontos corridos, logo 12 jogos para cada time. Na 12ª e última rodada, o Atlético perdeu para o Ferroviário e desperdiçou a chance de uma campanha 100%.

Posted in Atlético-PR, Estaduais, Futebol | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Uma pergunta que não cala – 14

Posted by Marcelo Damato em sábado, 16 fevereiro 2008

Quando Renato Gaúcho dirá após uma derrota que o erro foi dele e não dos jogadores?

Posted in Estaduais, Fluminense, Pergunta, Técnico | Etiquetado: , | 12 Comments »

Rescaldos do Fla-Flu

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 12 fevereiro 2008

Houve barraco no camarote da Unimed, durante o Fla-Flu, envolvendo o presidente do Fluminense, Roberto Horcades.

Vale a pena ler a nota do site do Globo Esporte e a tentativa desastrada da Unimed de negar o que aconteceu.

Posted in Estaduais, Flamengo, Fluminense | Etiquetado: | 10 Comments »

Marcos de volta

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 6 fevereiro 2008

Está confirmado: Luxemburgo decidiu que Marcos volta ao gol depois de nove meses fora e um dia de treino com bola. A volta será contra o Guaratinguetá, líder do Pauliusta e que soma cinco vitórias seguidas. Só perdeu na estréia, para o São Paulo.

Diego Cavalieiri vai para o banco. Vejamos como isso vai terminar

Posted in Estaduais, Medicina do esporte, Palmeiras | Etiquetado: , , , | 21 Comments »