Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Archive for the ‘Fluminense’ Category

Brincando de vidraça – 18

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 14 março 2008

“Libertadores pra mim é tão importante quanto o Estadual. (Libertadores) É um campeonato que leva ao Japão? Ótimo!”

Renato Gaúcho, técnico do Fluminense.

Posted in Fluminense, Frases | Etiquetado: | 9 Comments »

Brincando de vidraça – 16

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 13 março 2008

“É uma pena que eu só possa fazer três (substituições). Se eu pudesse, trocava dez.”

Renato Gaúcho, técnico do Fluminense, em entrevista coletiva após o empate de sua equipe contra o Resende.

Posted in Fluminense, Frases, Técnico | Etiquetado: | 12 Comments »

Flu explica conta paralela

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 12 março 2008

O ex-presidente do Fluminense David Fischel (1998-2004) reconheceu que operou com contas paralelas o dinheiro do Fluminense. Disse que fez isso para não perder o patrimônio do clube. Mas não mencionou que antes do final do seu mandato foi feito um acordo com a Justiça do Trabalho de destinar 30% da receita para pagamento de débitos trabalhistas. Com a descoberta desse dinheiro, fica claro que o Fluminense não honrou o acordo.

Posted in Fluminense, Justiça | Etiquetado: , | 4 Comments »

Terremoto no Fluminense

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 10 março 2008

O jornal “Extra”, do Rio, mostra que o Fluminense mantém há muitos anos contas secretas para evitar que parte do dinheiro seja usado para o pagamento de dívidas trabalhistas já julgadas.

O assunto já chegou a ser discutido em reunião do Conselho Deliberativo, do Fluminense, logo é do conhecimento de dezenas de pessoas.

A investigação que leva a isso começou de forma quase casual. Em dezembro o comissário de bordo Daniel Pereira de Jesus, de 22 anos, morreu após cair de um apartamento de um hotel em Copacabana. Investigando se a morte havia sido acidental, um suicídio ou homicídio, a polícia descobriu um fundo falso em seu laptop. Nele havia documentos.

Esses documentos mostraram um suposto esquema fraudulento, operando por meio de sete contas do Banco Rural, com o objetivo de evitar cobranças. Entre os documentos estavam extratos bancários, demonstrativos financeiros, requisições de cheques administrativos e mandados de penhora expedidos por juízes trabalhistas.

Esse esquema teria funcionado entre 1999 e 2003, quando o presidente era David Fischel e supostamente contava com a colaboração de vários funcionários do banco e talvez de diretores.

Mais tarde surgiram indícios de que o suposto esquema continuou a ser feito, de outra forma, por meio da conta do conselheiro Roberto Guimarães, vice-presidente social. Guimarães admite a prática. Diz que já faz isso há alguns anos, para o clube não pagar as dívidas trabalhistas.

O vice-presidente de Finanças, Carlos Henrique Ferreira, também confirmou a conta paralela, mas afirma que todo o dinheiro entra na contabilidade do clube – como é que a investigação quer saber.

Na reunião do Conselho Deliberativo, em julho, um conselheiro criticou a prática e defendeu o fim imediato dela, mas não conseguiu nem colocar a proposta em votação.

Posted in Fluminense, Justiça | Etiquetado: , | 19 Comments »

Pré-temporada forçada

Posted by Marcelo Damato em domingo, 9 março 2008

Dodô está fora do Campeonato Estadual. A cabeçada no rosto que levou durante a partida contra o Friburguense arrebentou um dos ossos da face e deixará o atacante dois meses longe das partidas.

Como disse o João Bittar, o trio de tenores reduziu-se a um dueto e agora a um solo. É uma pena. Na hora em que Dodô acabava de fazer uma belíssima partida, terá que ficar de molho.
Mas, sendo o problema na face, ele poderá manter e até aprimorar a forma, e em pouco tempo seguir treinando com bola, embora não em coletivos ou treinos táticos.

Menos mal que o tenor mais regular tenha sobrevivido.

Posted in Fluminense | Etiquetado: | 10 Comments »

Thiago Neves no Rubro-Negro

Posted by Marcelo Damato em sábado, 8 março 2008

Sai a notícia de que Thiago Neves interessa ao Milan. E que o representante do clube italiano até já fez uma oferta verbal.

É uma notícia que desperta muitas perguntas.

Com quanto dessa venda, o Flu vai ficar? E o restante vai para quem?

O Milan está preparado para administrar um jogador como Thiago Neves? Ou vai emprestá-lo para que chegue mais “europeizado” a Milanello?

Mas principalmente como se sente o cartola do Palmeiras que assinou com ele por ter feito aquele pré-contrato de forma tão descuidada a ponto de perder o jogador? O que aconteceria numa empresa com um diretor, que por desleixo ou ignorância, perdesse um negócio como esse promete ser?

Para quem tinha Thiago Neves, acabar com Lenny é uma tristeza…

Posted in Fluminense, Mercado de jogadores, Palmeiras | Etiquetado: , | 17 Comments »

Brincando de vidraça – 15

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 7 março 2008

“Quem determina que o treinador precisa ficar indo e voltando nunca jogou futebol. Esta regra é uma verdadeira palhaçada.”

Renato Gaúcho, técnico do Fluminense, protestando contra a aplicação da regra que proíbe os técnicos de ficarem o tempo todo à beira do campo. A regra existe no mundo há mais de dez anos e apenas no Brasil se tolerava que fosse burlada. Ao contrário do Brasil, um número enorme de dirigentes na Europa, inclusive vários que fazem parte dos comitês da Fifa, foram atletas profissionais.

Posted in Fifa, Fluminense, Técnico | Etiquetado: | 5 Comments »

Uma pergunta que não cala – 16

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 6 março 2008

Como um jogador capaz de fazer a partida que o Dodô fez nesta noite, marcando dois golaços, participando em quatro e outras jogadas mais, pode ter tido uma carreira internacional pior do que a de tanto jogador meia boca?

Posted in Fluminense, Pergunta | Etiquetado: | 53 Comments »

Me belisca! – 4

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 29 fevereiro 2008

“Estava aqui perto, de passagem em São Paulo, e vim apenas assistir ao jogo”

Branco, coordenador de futebol do Fluminense, negando que tenha ido a Guaratinguetá para observar algum jogador do clube que lidera o Campeonato Paulista. O detalhe é que ele estava acompanhado do coordenador de apoio técnico, Vinicius Eutrópio.

Posted in Fluminense | Etiquetado: | 7 Comments »

O fim dos Três Tenores

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 25 fevereiro 2008

O Fluminense não jogará mais com três atacantes e Dodô foi oficializado na reserva. O técnico Renato Gaúcho e da diretoria tricolor se renderam à realidade. Com dois centroavantes veteranos e que não marcam quase nada, nenhum time consegue ser competititvo.

Agora, quem pagará a conta dessa contratação desnecessária?

Posted in Fluminense | Etiquetado: , , | 23 Comments »

Raio X do absurdo

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 22 fevereiro 2008

Essas são as informações mais importantes do borderô do jogo Botafogo x Fluminense, semifinal da Taça Guanabara.

PÚBLICO

Ingressos usados

51.657

Arquibancada (int.)

9.597

Arquibancada (meia)

28.963

Ingressos cortesia

2.377

Crianças/idosos

4.512

Ingressos encalhe

13.444

RENDA

Renda Bruta

R$ 1.124.584,50

100,0%

Parte de cada clube

R$ 348.077,98

31% (x2)

Descontos total

R$ 428.430,54

38,0%

Aluguel Maracanã

R$ 49.410,00

4,4%

Taxa Fferj

R$ 112.458,45

10,0%

Ingressos

R$ 112.458,45

10,0%

Desp cada clube

R$ 20.000,00

1,8% (x2)

Fugap

R$ 14.428,10

INSS

R$ 56.229,23

5,0%

Ingressos cortesia

R$ 3.449.50

Escoteiros

R$ 7.214,05

Ass. crônica esp.

R$ 3.607.03

Antidoping

R$ 3.110,00

Arbitragem

R$ 8.150,00

INSS s/arbitragem

R$ 1.283,63

Taxas Coop Arb

R$ 1.304,00

Observações.

1). É chocante a participação das meias entradas no total de ingressos vendidos. Em outros setores, a porcentagem de meias entradas é menor, mas é sempre superior a 50%.

2) Além dos ingressos de meia entrada, mais 13% são de cortesia.

3) A Ferj, que já tem parte da receita dos direitos de TV, morde 10% sem fazer nada.

4) Em contrapartida, o aluguel do campo é muito baixo, menos de 5%.

5) Os gastos com ingressos também comem 10% da renda

6) Os gastos com INSS deveriam ser colocados como receita dos clubes, porque isso já é uma tremenda ajuda do governo a eles. Se num clube os gastos com salários comem mais de 70% da despesa de um clube, os 20% do INSS corresponderiam a bem mais de 10% da receita bruta e não os meros 5% que oneram os clubes. Passando esse valor para o outro lado, ainda assim os descontos mordem um terço da renda.

7) R$ 8 mil de taxa de arbitragem num jogo é extravagante. Cada um do quarteto recebeu mais de R$ 2.000. E os R$ 1.300 pagos à cooperativa de arbitragem são inexplicáveis.

8.) R$ 7,2 mil para escoteiros são uma piada e R$ 3,6 mil para a associação dos cronistas esportivos são quase isso.

9) A maneira de contabilizar os ingressos de cortesia (atribuindo valor de R$ 0,5o e depois descontando o valor) gera vários ônus desnecessários, que são contabilizados sobre a renda bruta.

10) Como num jogo como esse pode haver um encalhe desse tamanho (mais de 20%)?

 

Posted in Botafogo, Estaduais, Fluminense | Etiquetado: | 20 Comments »

Troca “cancelada”

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 21 fevereiro 2008

Diante de todas das objeções, apresentadas dos dois lados, a troca entre Arouca e Diego Cavalieri não deve mais sair, mesmo por empréstimo.

O técnico Rentato Gaúcho, depois da atuação de Fernando  Henrique contra a LDU, disse que irá com o goleiro até o final do ano. No Palmeiras, também a vontade de fazer o negócio esfriou. O prazo para inscrição no Paulista acaba amanhã.

Posted in Fluminense, Mercado de jogadores, Palmeiras | Etiquetado: , , | 11 Comments »

Adeus, Diego (ou bem-vindo, Diego)

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 20 fevereiro 2008

Diego Cavalieri está mesmo com os pés no Fluminense. Vai ser trocado por empréstimo com Arouca, Os dois irão com o preço da cessão definitiva pré-fixado. A Traffic já sinalizou que deve contratar Arouca.

O acerto deve ser anunciado hoje. No máximo, sai até sexta, quando se encerram as inscrições para o Campeonato Paulista.

Posted in Fluminense, Palmeiras | Etiquetado: , | 18 Comments »

Uma pergunta que não cala – 14

Posted by Marcelo Damato em sábado, 16 fevereiro 2008

Quando Renato Gaúcho dirá após uma derrota que o erro foi dele e não dos jogadores?

Posted in Estaduais, Fluminense, Pergunta, Técnico | Etiquetado: , | 12 Comments »

O mundo dá volta

Posted by Marcelo Damato em sábado, 16 fevereiro 2008

Jogadores do Botafogo fizeram questão de mostrar que as declarações de Thiago Neves os motivaram nas semifinais da Taça Guanabara. No final, dançaram, do mesmo modo que o meio do Flu disse que iria fazer.

O Palmeiras deve estar um pouco menos frustrado de ter perdido o jogador.

O Fluminense estará um pouco menos contente de tê-lo mantido?

No dia em que fez a provocação aos botafoguenses, Thiago Neves disse que tinha aprendido com o episódio do Palmeiras. Quando dirá que aprendeu com o jogo de hoje?

Posted in Fluminense, Palmeiras | Etiquetado: | 7 Comments »

Rescaldos do Fla-Flu

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 12 fevereiro 2008

Houve barraco no camarote da Unimed, durante o Fla-Flu, envolvendo o presidente do Fluminense, Roberto Horcades.

Vale a pena ler a nota do site do Globo Esporte e a tentativa desastrada da Unimed de negar o que aconteceu.

Posted in Estaduais, Flamengo, Fluminense | Etiquetado: | 10 Comments »

Unidos pelos baixios

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 11 fevereiro 2008

Flamengo, Fluminense, São Paulo e Cruzeiro assinam juntos um documento para ser levado ao Tribunal Arbitral do Esporte, a mais alta corte esportiva mundial, contra a realização de jogos a mais de 2.750 metros de altitude na Libertadores.

Só o Santos ainda não assinou.

Entre a choradeira do Flamengo e a fleuma são-paulina, prevaleceu a primeira.

Posted in Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Libertadores, São Paulo | Etiquetado: | 12 Comments »

Barraco na Vila

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 30 janeiro 2008

O goleiro Fábio Costa não deixou a concentração por vontade própria e autorizado pela diretoria, conforme informa o site do Santos.

O goleiro discussão asperamente com o técnico Leão, que o mandou embora para casa. Provavelmente, Fábio Costa não jogará contra o Barueri nesta quinta-feira.

O Fluminense, que já soube do episódio, estuda fazer uma oferta, já que Diego não tem feito atuações convincentes. Se sair negócio, deve ser à base de troca.

Posted in Fluminense, Santos | Etiquetado: | 4 Comments »

A bronca – 1

Posted by Marcelo Damato em domingo, 27 janeiro 2008

“Acontece que aqui atrás estamos correndo que nem loucos, para um lado e para o outro. Temos que consertar isso aí. Tem que ajudar um pouco”

Thiago Silva, principal zagueiro do Fluminense, depois do empate com o Macaé. Com três atacantes mais Thiago Neves, o time tem uma pessoa a menos na marcação do que no ano passado. Sem contar que Alex Dias, atacante do time de 2007, voltava para marcar

Posted in Fluminense, Frases | Etiquetado: , | 17 Comments »

Futebol na hora errada

Posted by Marcelo Damato em sábado, 26 janeiro 2008

“O horário é ruim. Gostaria de estar em outros lugares, como num restaurante jantando com minha família ou no motel. Porém, tenho que cumprir com minhas obrigações de técnico”

Renato Gaúcho, técnico do Fluminense, reclamando do horário do jogo de hoje, contra o Maacé. O horário de 20h30 é atribuído a uma imposição da TV Globo.

Aliás quem é o gênio que acha que o futebol, assistido principalmente por jovens, como mostram todas as pesquisas, vai ter mais audiência no sábado à noite, quando todo jovem que pode está na rua?

Posted in Estaduais, Fluminense | Etiquetado: , | 8 Comments »

Começa hoje o Vexamão

Posted by Marcelo Damato em sábado, 19 janeiro 2008

Começa hoje talvez o campeonato mais vexaminoso da história do futebol brasileiro. Não sei se na África do Sul, na época do apartheid, permitiram algo assim.

No Campeonato Estadual do Rio, os times pequenos nunca poderão receber os grandes em seus estádios. Todos os jogos de grandes contra pequenos serão no Engenhão, Maracanã ou em São Januário. Na tabela, os grandes são sempre mandantes. E como os clássicos serão no Maracanã, Flamengo e Fluminense farão todos os seus jogos, 100%, lá.

O argumento é que vários estádios dos pequenos não tinham condição de receber o sistema de transmissão da TV Globo – após concordar em cobrir a proposta da Record, a Globo vai expandir o payperview. E em nome da “igualdade”, os clubes que tinham bons estádios, como o Volta Redonda, tiveram seus direitos igualmente cassados.

A noção de igualdade só vale para a disputa do rebaixamento. Porque, convenientemente, se esqueceram que nos últimos anos, muitos times do interior ou pequenos do Rio estiveram presentes nas decisões das Copas Guanabara e Rio e até na final do Estadual.

Entre o dinheiro da TV, que vai ficar majoritariamente para os grandes, e o direito dos pequenos, danem-se os pequenos.

Registre-se que o fato praticamente não gerou nenhuma polêmica. Se o finado Caixa D’Água tivesse colocado os jogos dos times grandes contra o Americano todos em Campos, o mundo teria vindo abaixo.

Mas o direito dos pequenos é mesmo… pequeno.

O maravilhoso futebol do Rio, com seus torcedores e sua tradição, não merecia essa enorme mancha em sua história.

Posted in Botafogo, Estaduais, Flamengo, Fluminense, Vasco | Etiquetado: , , | 7 Comments »

O Fluminense pipocou

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 18 janeiro 2008

O Fluminense, na última hora, decidiu não escalar Dodô na estréia do Campeonato Estadual. O jogador tinha sido expulso na decisão – o lance que praticamente decidiu o campeonato, pois no finalzinho o Bota teve um gol mal anulado e perdeu seu principal cobrador de pênaltis – e estaria sujeito a cumprir uma suspensão automática.

Mas Paulo Schmitt, procurador-geral do STJD e pessoa muito próxima do presidente do tribunal, Rubens Approbato, disse a orientação da CBF é clara: automática por expulsão em última partida não se cumpre. Se houver julgamento e houver suspensão maior, esses jogos, sim, devem ser cumpridos.

Mas a Ferj interpreta de modo diferente. O Flu ficou com medo de uma disputa jurídica e decidiu sacar o centroavante.

Os cartolas do Flu precisam tomar vacina contra a febre amarela.

Posted in CBF, Fluminense | Etiquetado: , , | 3 Comments »

Governo do Rio tira do Vasco e dá ao Flamengo

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 16 janeiro 2008

O título acima é uma provocação, mas não é tão exagerado quanto possa parecer.

O secretário de Esportes do Rio, Eduardo Paes, que há uns seis meses declarou que quem “manda no Maracanã” é ele, ameaçou não renovar o convênio com Flamengo e Fluminense para o uso do estádio, em razão da grande alta nos ingressos para o Estadual do Rio.

Segundo o secretário, o governo do Rio atualmente cobra desses clubes um aluguel camarada, abaixo do valor costumeiro, que não cobre todos os custos do Maracanã.

Ou seja os contribuintes do Estado do Rio torcedores de todos os clubes subsidiam o futebol de Flamengo e Fluminense. Mesmo contra a vontade. E por ordem de um governador vascaíno, Sérgio Cabral Filho.

O Botafogo também se beneficia de ter a gestão do Engenhão pagando um aluguel irrisório à Prefeitura do Rio. Se souber usar, pode transformar o estádio numa mina de ouro.  Quem banca esse subsídio são os cidadãos cariocas (de todos os times) e também do Brasil todo, pois o estádio foi feito com muito dinheiro da União, para o Pan.

No Rio, o único clube que não tem uma “mãozinha” assim é o Vasco.

Posted in Botafogo, Flamengo, Fluminense, Governo, Vasco | Etiquetado: , | 15 Comments »

Futebol mais caro no Rio

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 16 janeiro 2008

Essa história é bem conhecida. Basta o futebol melhorar um pouco no Rio que os dirigentes já provocam um grande aumento de preços.

No Maracanã, a arquibancada vai custar R$ 40 o setor branco (central) e R$ 30 os laterais (verde e amarelo), para qualquer jogo. No Engenhão, os preços das arquibancadas serão parecidos: R$ 40 o melhor lugar, R$ 30 o médio, R$ 20 atrás do gol.

Em São Januário os ingresssos vão custar R$ 20.Mas há que se ressaltar que Vasco e Fluminense, os clubes da cidade cujos dirigentes são criticados porque se aliavam a Eduardo Viana e se aliam a Rubens Lopes, lançaram pacotes de fidelidade, que reduzem muito o custo unitário do ingresso. Um pacote com os 12 jogos que o Vasco fará em São Januário sairá por R$ 96 (R$ 8 por partida). A diretoria do Fluminense criou três categorias, todas válidas para quatro jogos seguidos. A mais cara custa R$ 100 e dá direito à cadeira especial, a média custa R$ 40 (arquibancada) e a mais barata, R$ 25 (cadeira comum).

Enquanto isso, Flamengo e Botafogo, cujos dirigentes se vêem como “progressistas”, não lançaram pacote algum.

Agora é o mercado que deve decidir. Se acharem caro demais, os torcedores deveriam não ir ao estádio nos primeiros jogos e forçar a queda nos preços.

Posted in Botafogo, Estaduais, Flamengo, Fluminense, Gestão, Vasco | Etiquetado: , | 10 Comments »

O tamanho do buraco tricolor

Posted by Marcelo Damato em sábado, 5 janeiro 2008

Um conhecido advogado de jogadores do Rio de Janeiro, que acaba de vencer mais uma causa contra o Fluminense na Justiça Trabalhista, consultou a Vara Trabalhista que centraliza todo o pagamento dos débitos dos clubes a jogadores caloteados sobre quando seu cliente receberia o dinheiro.

Resposta: daqui a 11 anos, no final de 2018.

Explica-se: por sugestão de um juiz trabalhista que é conselheiro do Flamengo, um ex-presidente do TRT do Rio que foi conselheiro do Fluminense decidiu limitar a 15% de suas receitas o que os clubes deveriam comprometer com o pagamento de débitos trabalhistas.

Assim, os ex-jogadores e ex-funcionários dos clubes depois de vencer os processos da Justiça Trabalhista têm de entrar numa fila para receber.

Uma fila longa, como se vê.

Posted in Fluminense, Gestão | Etiquetado: | 1 Comment »