Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Archive for the ‘Vasco’ Category

Leandro Amaral e os cubanos

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 14 março 2008

No recente episódio da fuga dos jogadores de futebol cubanos, um dirigente esportivo daquela seleção disse que faltou ética aos jogadores desertores.

Aí eu me lembrei do caso do Leandro Amaral. Cuba, ao contrário do Vasco, pode dizer que realmente investiu naqueles jogadores. Eles foram treinados desde crianças. Se o governo não tivesse dado a chance para que virassem atletas, certamente iriam ser muito pobres como a maioria da população.

Eles tinham contrato (seja qual for o tipo) em vigor com o governo cubano. Fugiram em busca de de uma vida melhor.

Eles são mercenários?  E Leandro Amaral, que estava no Vasco havia 15 meses e não 15 anos?

Posted in Mercado de jogadores, Vasco | Etiquetado: , | 23 Comments »

Uma mãozinha para o Vasco

Posted by Marcelo Damato em sábado, 8 março 2008

O Vasco ficou com o caminho livre na Copa do Brasil. A partir da segunda rodada, que começa nesta quarta-feira (17), deverá chegar sem sobressaltos às semifinais.

Depois da primeira rodada sobraram 32 times. De cada grupo de oito times, que farão sete mata-mata – quatro nesta fase, dois na próxima e um nas quartas-final – sai um semifinalista.

No “grupo do Vasco, o último da tabela, os times são (pela ordem dos mata-mata), Vasco, Bragantino, Icasa (CE), Criciúma (SC), Corinthians-AL, Paranavaí (PR), Juventude e Madureira. Dos rivais do Vasco, nenhum é da Série A e só três da B.

Na “chave” 1, há clubes como Corinthians, Fortaleza, Goiás, Grêmio, Coritiba e São Caetano e só dois times fora de A e B

Na “chave” 2, há Botafogo, Portuguesa, Atlético-MG, Náutico e mais quatro que nem da B são.

Na chave 3, há Palmeiras, Sport, Brasiliense, Internacional, Vitória e Paraná e mais dois.

É verdade que no lado do Vasco, três dos clubes mais graduados, Atlético-PR (Série A), ABC e Bahia (B) já caíram, mas Eurico Miranda desta vez não pode reclamar. Pegou uma moleza.

Posted in Copa do Brasil, Vasco | 15 Comments »

Leandro perde outra

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 6 março 2008

O Tribunal Regional do Trabalho do Rio rejeitou a ação cautelar movida pelo advogado do atacante Leandro Amaral para que ele volte ao Vasco. Assim, continuar a valer a decisão da primeira instância, que deu razão ao clube.

Na sentença, o juiz afirma não entender como Leandro recusou uma proposta de R$ 100 mil do Vasco para assinar por R$ 20 mil com o Fluminense.

Para inverter a situação, agora só resta a Leandro Amaral recorrer ao TST em Brasília.

Posted in Contrato, Justiça, Vasco | Etiquetado: | 9 Comments »

Luz no fim do túnel

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 4 março 2008

O momento que uma grande parte dos vascaínos esperava pode estar chegando. A 8ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça do Rio anulou a eleição para o Conselho Deliberativo, realizada em novembro de 2006 e mandou convocar eleições em 30 dias, sob pena de multa diária de R$ 30 mil. A decisão foi unânime

Essa é a parte ruim da notícia: R$ 1 milhão por mês não é grande coisa e quem paga, aparentemente, é o clube.

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, ainda pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça, no Rio. Os 30 dias do prazo só acontecem a partir da publicação da decisão, o que deve acontecer na semana que vem.

Mesmo que não consiga suspender a eleição, Eurico pode atrapalhar muito, criar regras esdrúxulas, o que suscitaria uma nova ação judicial. Se Eurico encardir, o caminho ainda pode ser longo. E ele vai encardir.

E depois ainda é preciso vencer as eleições.

Mas há uma luz.

Posted in Justiça, Vasco | Etiquetado: | 10 Comments »

O que será de Leandro?

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 29 fevereiro 2008

Com a vitória do Vasco na ação trabalhista – claro que sujeita a recurso, mas não mais sob os efeitos daquela liminar – o que o jogador irá fazer?

O Fluminense mais do que depressa lavou as mãos. O jogador, num caso raríssimo, ficou sozinho no meio da chuva.

Pelo que eu conheço do processo, ele ainda vai ganhá-lo, mas ficou numa sinuca. Se voltar ao Vasco, será uma humilhação suprema. E não tem quem lhe pague a multa.

Ser rebelde não é fácil, mesmo com razão.

Posted in Vasco | Etiquetado: | 18 Comments »

Roteiro de uma demissão

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 22 fevereiro 2008

Alfredo Sampaio é presidente do Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio há mais de dez anos. O fato de estar nesse cargo e ter uma boa relação com Eurico Miranda já diz muita coisa dele. Em 1998, fez o sindicato dar uma grande mão a Eurico ao forçar o adiamento de um jogo do Vasco, como o cartola queria. Foi por essa e outras que acabou nomeado técnico-tutor de Romário no fim de 2007 e sobreviveu a saída do Baixinho.

Mas Alfredo está queimando seus cartuchos. Em primeiro lugar, se atritou com o preparador físico. Venceu – o rival saiu -, mas perdeu pontos. Em segundo, se queimou com o próprio Eurico, ao criticar a excursão a Dubai. Tal como frei Leonardo Boff na disputa com o então cardeal Ratzinger (hoje, papa), foi condenado condenado pelo papa do Vasco ao “silêncio obsequioso”: não pode dar entrevistas.

Agora, briga com Edmundo, o protegido de Eurico depois da saída de Romário. Desse jeito, Alfredo não vai durar muito.

Posted in Técnico, Vasco | Etiquetado: , | 9 Comments »

Me belisca! – 3

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 19 fevereiro 2008

“Constatei que o Vasco é favorito para ganhar a competição e estou tranqüilo. O time está em ascensão e isso é nítido para mim”

Eurico Miranda, presidente do Vasco, explicando por que não fará contratações até o fim do Estadual

Posted in Estaduais, Frases, Vasco | Etiquetado: , | 27 Comments »

Divirta-se – 13

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 19 fevereiro 2008

Uma das arbitragens mais polêmicas do Brasil, como Wright dando uma de Capitão Nascimento na final da Taça Guanabara de 1982

Posted in Arbitragem, Flamengo, Vasco | Etiquetado: , | 22 Comments »

Coincidências e descoincidências

Posted by Marcelo Damato em domingo, 17 fevereiro 2008

O zagueiro Fábio Luciano, zagueiro, fez um gol do Flamengo. Seu colega de zaga, Ronaldo Angelim, fez o outro. Allan Kardec, atacante protegido por Eurico Miranda, fez um gol, Seu colega de ataque e proteção, Edmundo,  perdeu um pênalti.

Posted in Estaduais, Flamengo, Vasco | Etiquetado: , | 13 Comments »

Cabeleira premiada

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 14 fevereiro 2008

Romário chorou, Romário venceu. Foi absolvido da acusação de doping. A explicação de que tomou finasterida dentro de cápsulas para tratamento capilar foi aceita por unanimidade pelo STJD. Mas antes Romário teve que chorar um pouquinho.

Nada como uma lágrima para resolver os casos, certo?

Errado. A absolvição era mais do que esperada. O pleno do STJD é absolutamente tolerante com qualquer explicação que se dê para casos de doping. Em 2007, não suspendeu ninguém.

A pergunta que se faz é por que o tribunal pleno não muda a orientação das comissões disciplinares. Se o jogador vai ser absolvido no julgamento definitivo, qual é o sentido de condená-lo em primeira instância?

Mas a absolvição poderá voltar-se contra o Baixinho. Agora Romário terá que mostrar o que vai fazer. Se se recusar a jogar pelo Vasco, o clube poderá entrar com uma ação de rescisão indireta contra o jogador.

Posted in Doping, Futebol, Justiça Esportiva, Vasco | Etiquetado: | 13 Comments »

A ferradura fica

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 12 fevereiro 2008

Eurico Miranda não vai mais mandar arrancar a estátua de Romário. Até disse que nunca cogitou. Para ele, a estátua coroa um projeto do clube, o de ter um artilheiro de mil gols.

Posted in Vasco | Etiquetado: , | 2 Comments »

Serial Killer – 1

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 12 fevereiro 2008

Interferi no passado diversas vezes. Interferi com Renato Gaúcho, Celso Roth em favor do Romário, para dizer que o Romário tinha que jogar porque tínhamos um projeto do gol 1.000. Todos eles (treinadores) sabiam disso. Para isso, não é interferência.

Eurico Miranda, executando quatro numa tacada só: Romário, Renato, Roth e ele próprio.

Posted in Frases, Técnico, Vasco | Etiquetado: , , | 16 Comments »

… outra na ferradura

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 12 fevereiro 2008

Depois de anunciar que o Vasco não mais pagaria defesa de Romário no STJD – o que na opinião deste blogueiro é legítimo – pois o jogador não quer mais ficar no clube e está sendo processado por algo que nada tem a ver com esporte – agora Eurico Miranda quer retirar a estátua do Baixinho de São Januário.

Se com a primeira atitude, ainda que eventualmente com outra intenção, fez bem ao Vasco, poupando-o de uma despesa inútil, com a segunda, fez mal, ao desmoralizar a própria história. Romário pode ser ingrato e coisas muito piores, mas foi um dos maiores jogadores que o clube já teve.

Eurico teria pelo menos um bom motivo para retirar aquela estátua – ela é muio tosca, parece trabalho escolar –  mas teria que colocar outra mais bonita no lugar. Poderiam chamar o sujeito que fez a estátua do Carlos Drummond de Andrade.

Os vascaínos, se gostam do Romário, deveriam protestar contra essa arbitrariedade. Quanto mais o clube ficar na mão de Eurico (ou de qualquer outra pessoa, com o mesmo poder), menor ele ficará.

Posted in Vasco | Etiquetado: , , | 5 Comments »

O contra-ataque do Eurico

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 11 fevereiro 2008

O Vasco decidiu que não vai mais defender Romário na acusação de doping no STJD.

E não ha como contestar a decisão vascaína. Para que o clube gastaria dinheiro com um jogador que já declarou que não quer mais ficar no clube e que, ainda mais, está negociando com o rival? Se Romário fosse absolvido, o grande beneficiado poderia ser o Flamengo.

Mais: se Romário for condenado, o Vasco poderá entrar com uma ação rescisória contra o jogador. Doping é motivo para demissão por justa causa. E com uma ação dessas, o clube poderia reduzir e muito sua dívida com o próprio Baixinho.

É claro que Romário pode contratar um advogado para a sua defesa e que esssa história não está terminada. Mas que Eurico está dando um belo xeque, sem dúvida, está.

Posted in Vasco | Etiquetado: , | 10 Comments »

O caso Romário – 4

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 7 fevereiro 2008

Trechos da entrevista de Eurico Miranda depois da partida desta quarta-feira à noite

“Eu lamento que o Romário tenha tomado essa decisão. Mas eu fiz o que tinha de fazer. “

“Sempre que eu achar que devo interferir, vou interferir mesmo.”

“Na segunda-feira eu já tinha tomado a decisão de que o Allan Kardec iria jogar. Eu avisei o Paulo Angione disse. Não sei o que ele disse ao Romário para tentar convencê-lo.”

“Eu sou uma pessoa de tratos. Quando conversei com Romário para ele ser técnico, disse: ‘Tem duas pessoas que nós temos que apostar, Alex Teixeira e Allan Kardec’.”

“O Romário virou técnico porque eu confio nele, mas também por causa da nossa amizade, que não mudou.”

“Romário técnico foi um projeto que eu banquei, que eu queria que desse certo.”

“O carinho não pode te inibir de fugir da sua responsabilidade.” (sic)

“A camisa 11 continuará imortalizada. A estátua continua lá.”

“O Romário tem contrato com o Vasco.”

“Tive chance de contratar um centroavante, mas não contratei. Esses dois jogadores são do Vasco, não tem empresário, nem participação. Esses jogadores são patrimônio do Vasco.”

“Não havia ninguém do PSG em São Januário, a proposta foi na semana passada, de 4 milhões de euros. E eu recusei.”

“Estão surgindo personagens que nada têm a ver com esta história. Eu não vivo de fanfarronada.” (comentando a declaração de Kléber Leite).”

“O Flamengo que siga a sua vida, Mas o Vasco não vive em função do Flamengo.”

 

Posted in Vasco | Etiquetado: , | 5 Comments »

O caso Romário – 3

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 6 fevereiro 2008

A declaração do Vasco revela que a diretoria do Vasco prestigia este ou aquele jogador em função de interesse em negócio. Isso sempre foi muito comentado em vários clubes, mas nunca ficou tão explícito como agora.

Será que é admissível que o clube, num jogo de pouca importância, escale ou barre algum jogador por motivos econômicos? Será que a diferença entre Abuda e Allan Kardec num jogo vale a chance de ganhar 3,6 milhões de euros?

Sei que parece uma heresia. E talvez seja mesmo. Mas acho que há bons argumentos dos dois lados.

Além disso, essa é uma prática restrita ao Vasco ou mais generalizada entre os clubes grandes?

Posted in Vasco | Etiquetado: | 10 Comments »

O caso Romário – 1

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 6 fevereiro 2008

Acho que nunca vi tantas polêmicas independentes entre si caberem numa frase como “Romário pediu demissão ao receber da diretoria do Vasco ordem para escalar Alan Kardec, para que ele fosse vendido ao PSG”

Vou tratar uma em cada post

A deste é: como fica o contrato de jogador profissional entre Romário e o Vasco? Quem pediu demissão foi o Romário treinador, que não tinha contrato com o Vasco. O Romário jogador, se quiser ir embora, terá que pagar a multa. Ou Eurico vai deixá-lo ir?

Atualização: pelo jeito, Eurico amarelou. Ou já tinha amarelado antes e deixou o contrato sem multa.

Posted in Contrato, Técnico, Vasco | Etiquetado: | 3 Comments »

Romário, o fim

Posted by Marcelo Damato em sábado, 2 fevereiro 2008

Desde a aposentadoria de Zico, o futebol brasileiro não perdia um jogador tão importante. Numa era de futebol globalizado, manteve sua fama jogando no Brasil. Talvez por isso tenha se tornado tão importante para o imaginário brasileiro do futebol.

O momento da aposentadoria não será mais grandioso porque Romário foi parando. E poucos jogadores tiveram o final da carreira tantas vezes previsto. O primeiro a fazê-lo foi o próprio Romário, que antes da Copa de 1994, disse que não chegaria aos 30 e que talvez parasse no final daquele ano.

Hoje essa história parece quase fantasia. Do jogador visto como tão irresponsável que havia se desgastado prematuramente, Romário tornou-se um exemplo de longevidade. Outros matuzaléns da bola, Mauro Galvão parou aos 40, Nilton Santos, aos 39 e Djalma Santos, aos 42.

Agora, resta saber como serão seus dias finais, se o STJD vai permitir que ele se despeça em campo e não suspenso. E, principalmente o que fará depois. Se esse negócio de ser técnico é para valer.

Vamos sentir saudades. Aliás, já estamos.

Posted in Vasco | Etiquetado: | 5 Comments »

Um negócio da China

Posted by Marcelo Damato em sábado, 26 janeiro 2008

Agora está claro por que o Vasco fez um acordo com Edmundo.

Romário, o técnico do clube, declarou que não pretende conversar com o jogador, exceto o mínimo necessário. Sua palavras são praticamente um ato de hostilidade a um jogador que deveria ser o astro do time.

“Não precisamos nos falar, temos apenas que fazer o melhor para o Vasco”

E emendou:

“Não tem reaproximação.”

O atleta foi declarado fora de forma e treina separado dos demais. Mas, quando for integrado ao elenco, como vai ser? Como alguém pode jogar num ambiente desses?

Mas o Vasco ganhou R$ 7 milhões de redução de dívida com Edmundo..

Posted in Vasco | Etiquetado: , | 3 Comments »

Arbitragem daltônica

Posted by Marcelo Damato em quinta-feira, 24 janeiro 2008

O árbitro Gutemberg de Paula Souza fez um papelão na partida Vasco x Americano. Ele foi a campo com apenas um cartão de tamanho duplo, vermelho de um lado e amarelo de outro. Dobrado de um lado, ficava todo amarelo. E vermelho, todo amarelo.

Aos 29 minutos do segundo tempo, mostrou  vermelho para o atacante Romualdo, da equipe de Campos. Na mesma hora, o juiz percebeu o erro e voltou atrás, mostrando o lado amarelo.

O jogador, que estava estupefado com sua expulsão, deu uma risada. O árbitro manteve sua pose.

Veja

Posted in Arbitragem, Estaduais, Vasco | 1 Comment »

Treino sob as estrelas

Posted by Marcelo Damato em terça-feira, 22 janeiro 2008

Há quem diga que Romário decidiu isso porque gosta muito da noite. Outros dirão que é maldade, pois na Europa isso já é feito, ainda que raramente. Além disso, Romário deve comparecer.

De todo modo, o próximo treino do Vasco será às 21h45, no horário do jogo de quarta-feira,

Quem não deve ter gostado são os repórteres. Neste ano, Eurico Miranda está liberal. Os treinos do Vasco estão todos abertos.

Posted in Técnico, Vasco | Etiquetado: | 8 Comments »

Estadual do Rio pune árbitros

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 21 janeiro 2008

O presidente da comissão de arbitragem da Federação Estadual do Rio, Jorge Rabello, decidiu ontem pelo afastamento de dois árbitros que apitaram na primeira rodada do Campeonato Estadual.

Ambos os árbitros erraram contra times grandes. William Nery, que é árbitro da Série A, deixou de dar um pênalti para o Vasco na derrota para o Madureira por 2 a 1 em São Januário, e Adriano Pereira Machado cometeu o mesmo erro contra o Botafogo nos primeiros minutos da vitória de 2 a 0 sobre o Resende, no Engenhão.

Rabello disse que os apitadores só voltarão na quinta rodada e prometeu “rigor”. Pela primeira vez, as atuações dos árbitros serão avaliadas no Estadual..

Rabello foi árbitro e, quando estava prestes a ser indicado para o quadro de árbitros da Fifa, revelou-se que ele havia registrado um documento que apontava uma idade três anos abaixo da real. Na verdade, Rabello tinha além dos 40 anos, idade máxima permitida na época para entrar no quadro internacional. Rabello posteriormente apresentou novos documentos, regularizou sua situação e foi liberado para voltar a atuar. Pouco tempo depois, se aposentou.

Posted in Arbitragem, Botafogo, Estaduais, Vasco | Etiquetado: , , | 3 Comments »

De 0 a 100 em 90 minutos

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 21 janeiro 2008

No sábado, surgiu a história de que Edmundo poderia ser apresentado à torcida do Vasco antes da partida contra o Madureira. Que até chegaria de helicóptero. Eurico Miranda negou com a objetividade de costume: “Chance zero!”

No final do jogo, após a derrota para o Madureira,  Eurico anunciou que Edmundo se apresenta hoje.

Posted in Vasco | Etiquetado: , | 10 Comments »

Começa hoje o Vexamão

Posted by Marcelo Damato em sábado, 19 janeiro 2008

Começa hoje talvez o campeonato mais vexaminoso da história do futebol brasileiro. Não sei se na África do Sul, na época do apartheid, permitiram algo assim.

No Campeonato Estadual do Rio, os times pequenos nunca poderão receber os grandes em seus estádios. Todos os jogos de grandes contra pequenos serão no Engenhão, Maracanã ou em São Januário. Na tabela, os grandes são sempre mandantes. E como os clássicos serão no Maracanã, Flamengo e Fluminense farão todos os seus jogos, 100%, lá.

O argumento é que vários estádios dos pequenos não tinham condição de receber o sistema de transmissão da TV Globo – após concordar em cobrir a proposta da Record, a Globo vai expandir o payperview. E em nome da “igualdade”, os clubes que tinham bons estádios, como o Volta Redonda, tiveram seus direitos igualmente cassados.

A noção de igualdade só vale para a disputa do rebaixamento. Porque, convenientemente, se esqueceram que nos últimos anos, muitos times do interior ou pequenos do Rio estiveram presentes nas decisões das Copas Guanabara e Rio e até na final do Estadual.

Entre o dinheiro da TV, que vai ficar majoritariamente para os grandes, e o direito dos pequenos, danem-se os pequenos.

Registre-se que o fato praticamente não gerou nenhuma polêmica. Se o finado Caixa D’Água tivesse colocado os jogos dos times grandes contra o Americano todos em Campos, o mundo teria vindo abaixo.

Mas o direito dos pequenos é mesmo… pequeno.

O maravilhoso futebol do Rio, com seus torcedores e sua tradição, não merecia essa enorme mancha em sua história.

Posted in Botafogo, Estaduais, Flamengo, Fluminense, Vasco | Etiquetado: , , | 7 Comments »

Governo do Rio tira do Vasco e dá ao Flamengo

Posted by Marcelo Damato em quarta-feira, 16 janeiro 2008

O título acima é uma provocação, mas não é tão exagerado quanto possa parecer.

O secretário de Esportes do Rio, Eduardo Paes, que há uns seis meses declarou que quem “manda no Maracanã” é ele, ameaçou não renovar o convênio com Flamengo e Fluminense para o uso do estádio, em razão da grande alta nos ingressos para o Estadual do Rio.

Segundo o secretário, o governo do Rio atualmente cobra desses clubes um aluguel camarada, abaixo do valor costumeiro, que não cobre todos os custos do Maracanã.

Ou seja os contribuintes do Estado do Rio torcedores de todos os clubes subsidiam o futebol de Flamengo e Fluminense. Mesmo contra a vontade. E por ordem de um governador vascaíno, Sérgio Cabral Filho.

O Botafogo também se beneficia de ter a gestão do Engenhão pagando um aluguel irrisório à Prefeitura do Rio. Se souber usar, pode transformar o estádio numa mina de ouro.  Quem banca esse subsídio são os cidadãos cariocas (de todos os times) e também do Brasil todo, pois o estádio foi feito com muito dinheiro da União, para o Pan.

No Rio, o único clube que não tem uma “mãozinha” assim é o Vasco.

Posted in Botafogo, Flamengo, Fluminense, Governo, Vasco | Etiquetado: , | 15 Comments »