Além do Jogo

O blog do Marcelo Damato

Posts Tagged ‘Thiago Neves’

Thiago Neves no Rubro-Negro

Posted by Marcelo Damato em sábado, 8 março 2008

Sai a notícia de que Thiago Neves interessa ao Milan. E que o representante do clube italiano até já fez uma oferta verbal.

É uma notícia que desperta muitas perguntas.

Com quanto dessa venda, o Flu vai ficar? E o restante vai para quem?

O Milan está preparado para administrar um jogador como Thiago Neves? Ou vai emprestá-lo para que chegue mais “europeizado” a Milanello?

Mas principalmente como se sente o cartola do Palmeiras que assinou com ele por ter feito aquele pré-contrato de forma tão descuidada a ponto de perder o jogador? O que aconteceria numa empresa com um diretor, que por desleixo ou ignorância, perdesse um negócio como esse promete ser?

Para quem tinha Thiago Neves, acabar com Lenny é uma tristeza…

Posted in Fluminense, Mercado de jogadores, Palmeiras | Etiquetado: , | 17 Comments »

O mundo dá volta

Posted by Marcelo Damato em sábado, 16 fevereiro 2008

Jogadores do Botafogo fizeram questão de mostrar que as declarações de Thiago Neves os motivaram nas semifinais da Taça Guanabara. No final, dançaram, do mesmo modo que o meio do Flu disse que iria fazer.

O Palmeiras deve estar um pouco menos frustrado de ter perdido o jogador.

O Fluminense estará um pouco menos contente de tê-lo mantido?

No dia em que fez a provocação aos botafoguenses, Thiago Neves disse que tinha aprendido com o episódio do Palmeiras. Quando dirá que aprendeu com o jogo de hoje?

Posted in Fluminense, Palmeiras | Etiquetado: | 7 Comments »

Uma sonda inimiga no planeta verde

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 28 dezembro 2007

O grupo Sonda, ou melhor, seu sócio Delcir Sonda, depositou em juizo a multa rescisória do meia Thiago Neves, do Paraná. Ou, pelo menos, o valor que julga ser justo. Em teoria, o jogador está livre para assinar com o Fluminense e já disse que o fará.

Mas ainda há poréns. O primeiro é que o clube paranaense ainda não foi notificado. Sem isso, o depósito inexiste. Depois que tomar ciência, o clube pode entrar com pedido de nulidade se julgar que a lei foi descumprida (ex: uma divergência no valor).

Mas o maior porém é a relação entre Delcir Sonda e o Palmeiras. O empresário tem participação em jogadores do elenco alviverde. E está agindo contra os interesses do clube.

Vamos ver como o Palmeiras reage. Mesmo que o clube ceda, há ainda a questão dos R$ 400 mil que o jogador pegou adiantados. E não quer devolver.

Posted in Fluminense, Mercado de jogadores, Palmeiras | Etiquetado: , | 11 Comments »

Caso Thiago Neves se complica

Posted by Marcelo Damato em sexta-feira, 28 dezembro 2007

O Palmeiras se diz cada vez mais seguro de que levará a melhor no caso de Thiago Neves. E prevê o desfecho do caso para o dia 10. O vento parece ter mudado de lado, mas, pelo andar da carruagem, esse prazo é otimista demais.

Thiago Neves assinou um pré-contrato com o clube paulista em agosto, e semanas depois assinou outro com o Fluminense. Disse estar arrependido do primeiro, como se pudesse fazer isso unilateralmente, ainda mais quando já tinha recebido R$ 400 mil adiantados a título de luvas, valor que nunca devolveu. O dinheiro virou uma BMW novinha.

Ambos os clubes disseram de início estar agindo assim porque julgavam que, findo o vínculo atual com o clube carioca no final deste ano, Thiago Neves ficaria livre. Ambos se baseavam na idéia de que o contrato do jogador com o Paraná, que termina no fim de 2009, era uma espécie de papel higiênico jurídico.

Explica-se: o clube, por um contrato à parte, cedeu parte do valor da multa do jogador e a gestãp de sua carreira a vários empresários, inclusive Delcir Sondas, sócio do grupo de supermercados, e ao empresário boleiro Léo Rabello. Esse grupo estava disposto a pagar ao Paraná apenas a parte da multa rescisória a que o clube tem direito e depois encaminhá-lo ao Fluminense. O Paraná era na história praticamente uma barriga de aluguel. E o então presidente José Carlos de Miranda parecia estar dando apoio aos cariocas.

Mas em novembro mudou o presidente do Paraná. O antigo, José Carlos de Miranda, terminou o mandato em meio a acusações de malversação do dinheiro do clube, feitas por conselheiros. O novo presidente, Aurival Correia, mesmo sendo da situação,  mudou a administração.

Da mesma forma que mães de aluguel têm direitos, o Paraná foi atrás dos seus. Uma atitude foi investigar a gestão anterior, num processo ainda sem data para terminar. Outra foi enfrentar na Justiça os próprios parceiros. O clube conseguiu na Justiça do Trabalho o direito de receber o valor integral da multa no momento da rescisão. A Justiça decidiu que a divisão da multa entre as partes que loteiam o jogador não é assunto trabalhista e deve ser tratada depois.

A mudança de presidente também teria levado ao Paraná mudar de opinião sobre qual deve ser o destino do meia. O Palmeiras diz que conseguiu negociar um acordo com Aurival Correia para transferir o jogador.

Mas isso é muito pouco para ser a solução do problema. O Fluminense também possui trunfos. Um deles é a concordância da antiga diretoria. Dependendo de como foi feito o documento, o caldo engrossa de vez.

Se ninguém ceder, Thiago Neves pode ficar sem jogar.

Posted in Fluminense, Futebol, Palmeiras | Etiquetado: | 9 Comments »

Caos no mercado; a CBF se omite

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 24 dezembro 2007

    Felipe, do Corinthians, com contrato até o fim de 2011, negocia a transferência com o Fluminense. Souza, do São Paulo, com contrato até o fim de 2010, negocia com o Grêmio. Thiago Neves, do Paraná, com contrato até o fim de 2009, negociou com o Palmeiras e com o Fluminense.

E a regra é clara: exceto nos seis meses finais do contrato, o jogador não pode nem conversar com outro clube sem autorização daquele ao qual está vinculado. E ninguém autorizou ninguém.

O Bayern fez isso com o Breno, o São Paulo foi á Fifa e mordeu US$ 1 milhão mais 20% do próximo negócio com o jogador.

Como essa bagunça vai terminar por aqui? O que Ricardo “Poncius Pilatus” Teixeira vai fazer se for acionado?

Posted in CBF, Mercado de jogadores | Etiquetado: , , , | 5 Comments »

Blefe x Blefe

Posted by Marcelo Damato em segunda-feira, 10 dezembro 2007

A disputa entre o Palmeiras e os advogados em torno do pré-contrato do meia Thiago Neves é de chorar para não rir. Os dois lados erraram e, para não ficar com o mico na mão, pressionam o outro lado a ceder. Parecem dois jogadores com cartas baixas numa mesa de pôquer.

Para quem não se lembra, o Palmeiras, achando que o meia tinha contrato com o Flu que estava chegando ao fim, assinou um pré-contrato com ele e até lhe adiantou o dinheiro das luvas (com o qual ele comprou um BMW – inteligente, o garoto). O Fluminense, ao saber, convenceu-o a assinar um segundo pré-contrato, usando outro procurador, com uma diferença fundamental – o Tricolor tinha autorização do Paraná o “verdadeiro” dono do vinculo com o jogador (a razão das aspas é que o Paraná é apenas um laranja, mas de fato tem o registro)

O Palmeiras diz que o direito é dele porque assinou primeiro. E ameaça processar o jogador se não romper com o Flu. Ou isso, ou quer uma indenização milionária. Os diretores sabem que se voltarem de mãos abanando vão ficar desmoralizados entre os conselheiros.

Os advogado do jogador, que querem que ele fique no Flu, ameaçam levar o caso à Fifa, dizem que o pré-contrato é nulo, mas não explicam como a grana das luvas ainda não foi devolvida ao Palmeiras? Se o contrato é nulo, como o jogador ainda retém o dinheiro?

A CBF, que, como sempre, está envolvida no rolo. dá razão ao Flu dizendo que o procurador do Thiago na negociação com o Palmeiras não era agente Fifa. Mas não deixa que o assunto cresça, pois aí terá de explicar como 95% dos contratos que ela registra são feitos com agentes não credenciados. A sorte dela é que não precisa bancar nenhuma aposta.

Nessa briga, nem jogador nem Palmeiras têm cartas para vencer. O Palmeiras ainda corre o risco de ficar no prejuízo com as luvas. Mas quem pode sair perdendo mais é o Flu. Thiago Neves já deixou claro que tipo de pessoa é. Assina dois contratos, pega dinheiro e não devolve. Êta figurinha!

Posted in CBF, Contrato, Fluminense, Palmeiras | Etiquetado: | 9 Comments »